Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/5760
Title in Portuguese: Análise de convergência dos retornos das ações de empresas do setor financeiro brasileiro
Author: Matias, Gregório Pinto
Advisor(s): Matos, Paulo Rogério Faustino
Keywords: Bancos
Instituições financeiras
Ações (Finanças)
Clubes de convergência
Issue Date: 2011
Citation: MATIAS, Gregório Pinto. Análise de convergência dos retornos das ações de empresas do setor financeiro brasileiro. 2012. 45f. Dissertação (mestrado profissional) - Programa de Pós Graduação em Economia, CAEN, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, CE, 2012.
Abstract in Portuguese: Este estudo consiste em uma análise da validade da hipótese de tendência de crescimento comum presente na evolução da cotação de 31 ações das principais instituições financeiras cotadas na BM&FBovespa durante o período de janeiro de 2000 a junho de 2007, com base no arcabouço semi-paramétrico de Philips e Sul (2007). Sendo as ações uma derivada do dia-a-dia da empresa, este trabalho busca evidenciar se existem ações que convergem para determinado nível de retorno real acumulado e diante disso analisar que fatores em comum possuem estas ações que formam cada clube de convergência. Os resultados obtidos agregam-se à literatura de performance de ações de bancos e empresas financeiras, ao permitir evidenciar a existência de quatro clubes de convergência, com dinâmicas de transição bastante próprias, cuja composição parece possuir características bastante específicas. O primeiro clube possui ações voláteis de instituições de grande porte e de elevado payout e ROE, enquanto nos demais é possível observar uma redução tanto dos indicadores financeiros quanto de outros indicadores de performance, tais como índice de Sharpe e índice de Sortino. Em que pese o primeiro grupo ser formado somente por bancos múltiplos e o segundo apenas por empresas privadas, não se pode chegar num padrão a partir dessas duas características, desmitificando algumas questões relativas à eficiência na gestão de bancos públicos em relação aos bancos privados.
Abstract: This article is an analysis of the validity of the hypothesis that states the tendency of common growth presented in the evolution of the prices of 31 of the major financial stock institutions listed on BM&F Bovespa during the period of January 2000 to June 2007, based on the framework of semi-parametric Philips e Sul (2007). Since stocks are derived from the day-to-day of a business, this work seeks to show whether there are actions that converge to a certain level of real cumulative returns and, based on it, analyze what factors they have in common that will comprise each convergence club. The results obtained should add to the literature of share performance in banks and financial companies, by highlighting the existence of four convergence clubs, with their own dynamic transition, whose composition appear to have specific characteristics. The first club owns volatile shares of large institutions with a high payout and ROE, while the other ones can be associated with a reduction in both the financial indicators and other performance indicators such as the Sharpe ratio and Sortino ratio. Even if the first group, made only by multi-banks and the second by private companies it is not enough to designate a pattern from these characteristics, therefore, demystifying the questions related to the efficiency of public banks in comparison to private banks.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/5760
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:CAEN - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2011_dissert_gpmatias.pdf392,91 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.