Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/55710
Title in Portuguese: Proposta e validação de escala para avaliação de atitude em relação à mobilidade urbana sustentável
Author: Paiva, Nicolas Marques Fernandes
Advisor(s): Romero, Cláudia Buhamra Abreu
Keywords: Mobilidade Urbana
Sustentabilidade
Transporte público
Relações humanas
Issue Date: 29-Apr-2020
Citation: PAIVA, N. M. F. Proposta e validação de escala para avaliação de atitude em relação à mobilidade urbana sustentável. 2020. 116 f. Dissertação (Mestrado em Administração e Controladoria) – Programa de Pós-Graduação em Administração e Controladoria, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2020.
Abstract in Portuguese: A presente pesquisa tem como objetivo a formulação e a validação de um instrumento capaz de avaliar a relação atitudinal entre indivíduos e mobilidade urbana sustentável, com base nos esforços relacionados às políticas de transporte público e ativo (cicloviário e pedonal). Atitude representa uma organização duradoura de crenças, dotada de carga afetiva relacionada a um objeto social, que predispõe a uma determinada ação coerente com as cognições e afetos relativos ao objeto analisado (RODRIGUES et al., 1999). O trabalho justifica-se porque, apesar de existirem índices de avaliação e monitoramento de políticas urbanas, esses indicadores não analisam as relações entre os usuários e os esforços de mobilidade sustentável implementados. Para o processo de desenvolvimento e validação da escala utilizou-se como base a metodologia de 10 passos proposto por Costa (2011). O local escolhido para teste e validação da escala foi a cidade de Fortaleza, capital do estado do Ceará, localizada no Nordeste do Brasil, reconhecida e premiada mundialmente por seus esforços de mobilidade urbana sustentável, com foco no transporte público e ativo. Após a realização de dois processos de limpeza de escala distintos, o processo final de validação da escala foi realizado junto à uma amostra de 265 participantes. Os testes efetuados foram análise de correlação, análise fatorial exploratória e confirmatória, análise de validade e de confiabilidade. As escalas finais foram constituídas da seguinte forma: política de transporte público, com 18 variáveis, agrupadas em 4 fatores; política de transporte cicloviário, com 8 variáveis, agrupadas em 2 fatores e política de transporte pedonal, com 12 variáveis, agrupadas em 3 fatores. Em uma aplicação ilustrativa da escala, utilizando regressão logística multinomial, verificou-se que esforços com foco em transporte sustentável podem incentivar as escolhas por modos de locomoção mais sustentáveis e alterar o atual comportamento de escolha modal.
Abstract: This research aims to develop and validate an instrument capable of evaluating the attitudinal relationship between individuals and sustainable urban mobility, based on efforts related to public and active (bicycle and pedestrian) transport policies. Attitude represents an organization of beliefs, with an affective charge related to a social object, which predisposes to an especific action coherent with the cognitions and affections related to this analyzed object (RODRIGUES et al., 1999). The reason for conducting this research is because, although there are indexes of evaluation and monitoring of urban policies, these indicators do not analyze the relationships between users and the implemented sustainable mobility efforts. The 10-step methodology proposed by Costa (2011) was the basis used for process the scale´s development and validation. The location chosen for testing and validation was the city of Fortaleza, located in the Northeast of Brazil. This city is awarded and recognized worldwide for its sustainable urban mobility efforts, focus on public and active transportation. After carrying out two different tests, the final validation process was carried out with a sample of 265 participants. The tests performed were correlation analysis, exploratory and confirmatory factor analysis, validity and reliability analysis. The final scales were constituted as follows: public transport policy, with 18 variables, grouped into 4 factors; bicycle transport policy, with 8 variables, grouped in 2 factors and pedestrian transport policy, with 12 variables, grouped in 3 factors. In a potential application of the scale, using multinomial logistic regression, it was found that efforts focused on sustainable transport can promote choices relative to more sustainable modes of transportation and is possible to change the current behavior of modal choice.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/55710
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:PPAC - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2020_dis_nmfpaiva.pdf1,22 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.