Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/55689
Title in Portuguese: O desenvolvimento de habilidades metafonológicas em crianças de Educação Infantil ao final do ciclo da alfabetização
Author: Araujo, Maria das Doris Moreira de
Advisor(s): Serafim, Mônica de Souza
Keywords: Habilidades metafonológicas
Habilidades metafonológicas - desenvolvimento
Educação Infantil
Ciclo de alfabetização
Crianças
Issue Date: 2020
Citation: ARAUJO, Maria das Doris Moreira de. O desenvolvimento de habilidades metafonológicas em crianças de Educação Infantil ao final do ciclo da alfabetização. 2020. 226f - Tese (Doutorado) - Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-graduação em Linguística, Fortaleza (CE), 2020.
Abstract in Portuguese: Esta pesquisa teve por objetivo descrever as habilidades metafonológicas, dos níveis fonêmico e suprafonêmico, de crianças de Educação Infantil ao final do ciclo de alfabetização. A escolha desse estudo se justifica pelo interesse e necessidade de compreender como se dá o desenvolvimento dessas habilidades, uma vez que não há estudos com essa finalidade de uma forma mais específica. Fundamentamos nossa pesquisa em Callou e Leite (2009), Mori (2004), Câmara Jr. (1996) e Leite (1990) para a discussão sobre o componente fonológico da língua portuguesa e apresentação das características de tal componente. Levamos em conta os subsídios de Matzenauer (2014; 2003), Abud (1987) e Silva (1981) para discutimos sobre a importância da fonologia e da linguística para o processo de ensinoaprendizagem dos primeiros anos escolares. Para apresentarmos os conceitos, literatura e características de consciência fonológica, seguimos autores como Morais (2019 e 2012), Capovilla e Capovilla (2010), Correa (2001) e Cardoso-Martins (1995). E para a apresentação da relação entre consciência fonológica e alfabetização, tomamos por base as leituras de Castro (2013), Mcginnes (2006), Soares (2007) e Weisz (1999). Realizamos uma pesquisa de campo com sessenta crianças do Infantil IV ao segundo ano do Ensino Fundamental – quinze crianças de cada ano escolar, da escola Antônio Custódio de Azevedo, situada no distrito Aprazível, do município de Sobral, Ceará. Aplicamos atividades referentes à consciência fonêmica e consciência suprafonêmica. Os resultados foram apresentados em dois grupos: O primeiro elencou oito aspectos para análise: identificação e contagem de letras, identificação e contagem de fonemas, identificação de fonemas iniciais de palavras, identificação de fonemas finais de palavras, acréscimos de fonemas iniciais, subtração de fonemas iniciais, acréscimos de fonemas finais e subtração de fonemas finais. No segundo grupo, levamos em consideração cinco categorias de análise: identificação de sílabas, identificação da unidade palavra, identificação e produção de frases, identificação de rimas e produção de palavras. Com a realização desta pesquisa, constatamos que as habilidades de consciência fonêmica nos proporcionaram um resultado inesperado: obtivemos médias de acertos de atividades de identificar e contar fonemas apenas no 2º ano do Ensino Fundamental. Para todas as crianças do Infantil IV, V, 1º ano e 7% das crianças do 2º ano, a menor unidade da palavra é a sílaba. Essa declaração apenas não é afirmativa para as palavras que iniciam com fonemas vocálicos, porém ao pedirmos que as crianças identificassem os fonemas iniciais de palavras que começam com fonema consonantal, a maioria das respostas era a sílaba, exceto para as crianças do 2º ano. As crianças dos três primeiros anos escolares analisados não apresentaram desenvolvimento fonológico explícito em sete habilidades analisadas. Apenas conseguiam identificar letras. No grupo de consciência suprafonêmica, conseguimos resultados diferentes e expressivos, comparando com o primeiro tipo de consciência. Percebemos que as crianças apresentam esse tipo de consciência e de forma explícita já na Educação Infantil (Infantil IV e Infantil V). A tarefa mais difícil, desse grupo, para as crianças foi a quinta habilidade, de produzir palavras de acordo com as convenções da língua. De todas as habilidades, as que as crianças possuem mais desenvolvimento é a de rimas. Identificação e contagem de sílabas também é uma habilidade que as crianças mostraram ter domínio. As tarefas que pediam para as crianças contarem as sílabas das palavras representaram uma das mais simples, o índice de acertos foi superior a 60% nos quatro anos escolares. A escrita de palavras foi uma habilidade que as crianças não apresentaram ter muita facilidade.
Abstract: This research aimed to describe the metaphonological skills, of the phonemic and supraphonemic levels, of children in Early Childhood Education at the end of the literacy cycle. The choice of this study is justified by the interest and need to understand how these skills are developed, since there are no studies with this purpose in a more specific way. We base our research on Callou and Leite (2009), Mori (2004), Câmara Jr. (1996) and Leite (1990) to discuss the phonological component of the Portuguese language and to present the characteristics of such component. We took into account the grants from Matzenauer (2014; 2003), Abud (1987) and Silva (1981) to discuss the importance of phonology and linguistics for the teaching-learning process in the early school years. To present the concepts, literature and characteristics of phonological awareness, we followed authors such as Morais (2019 and 2012), Capovilla and Capovilla (2010), Correa (2001) and Cardoso-Martins (1995). And for the presentation of the relationship between phonological awareness and literacy, we take as a basis the readings of Castro (2013), Mcginnes (2006), Soares (2007) and Weisz (1999). We carried out a field research with sixty children from Infantil IV to the second year of Elementary School - fifteen children from each school year, from the Antônio Custódio de Azevedo school, located in the Aprazível district, in the municipality of Sobral, Ceará. We apply activities related to the phonemic and supraphonemic plan in order to ascertain the development of phonological awareness in this school period. The results were presented in two groups: phonemic and supraphonemic awareness in each school year. The first group listed eight aspects for analysis: identification and counting of letters, identification and counting of phonemes, identification of initial word phonemes, identification of final word phonemes, additions of initial phonemes, subtraction of initial phonemes, additions of final phonemes, and subtraction of final phonemes. In the supraphonemic consciousness group, we consider five categories of analysis: syllable identification, word unit identification, phrase identification and production, rhyme identification and word production. With this research, we found that phonemic awareness skills provided us with an unexpected result: we obtained averages of accurate phoneme identification and counting activities only in the 2nd grade of primary schools. For all children in Infantil IV, V, 1st grade and 7% of children in 2nd grade, the smallest unit of the word is the syllable. This statement is not affirmative only for words that begin with vocal phonemes, but when we asked the children to identify the beginning phonemes of words that begin with consonantal phonemes, most of the answers were the syllable, except for 2nd grade children. Children in the first three years of school analyzed had no explicit phonological development in seven analyzed skills. They could only identify letters. In the supraphonemic consciousness group, we achieved different and expressive results compared to the first type of consciousness. We noticed that children already present this type of consciousness in an explicit way in Early Childhood Education (Children IV and Children V). The most difficult task for children in this group was the fifth ability to produce words according to the conventions of the language. Of all the skills, those which children have most developed are rhyming. Identifying and counting syllables is also a skill which children have shown to master. The tasks which asked the children to count the word syllables represented one of the simplest, the hit rate was over 60% in the four school years. The writing of words was a skill which the children did not find very easy.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/55689
metadata.dc.type: Tese
Appears in Collections:PPGL - Teses defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2020_tese_mdmaraujo.pdf33,42 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.