Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/55535
Title in Portuguese: O ensino e a aprendizagem do gênero textual redação do Enem: os mecanismos enunciativos na construção da autoria na argumentação
Author: Calabria, Victor Flávio Sampaio
Advisor(s): Leurquin, Eulália Vera Lúcia Fraga
Co-advisor(s): Dolz, Joaquim
Keywords: Mecanismos enunciativos
Autoria
Argumentação
Redação do Enem
ISD
Issue Date: 2020
Citation: CALABRIA, Victor Flávio Sampaio. O ensino e a aprendizagem do gênero textual redação do Enem: os mecanismos enunciativos na construção da autoria na argumentação. 2020. 416f - Tese (Doutorado) - Universidade Federal do Ceará, Centro de Humanidades, Programa de Pós-graduação em Linguística, Fortaleza (CE), 2020.
Abstract in Portuguese: Este trabalho tem como objetivo central analisar a construção da autoria nos textos dissertativo-argumentativos produzidos por estudantes do terceiro ano do ensino médio, por meio do contexto de produção, das vozes e das modalizações e do agir argumentativo que pautam a cena de aprendizagem do gênero textual em estudo. Decerto, ao analisar o percurso de construção da autoria nesses textos, tal investigação permite tecer reflexões relevantes em torno das condições de trabalho do professor, das condições de produção dos alunos e em torno dos textos prescritivos que subjazem tais produções escolares. Dessa forma, situamonos nas pesquisas que versam em torno do ensino e da aprendizagem de língua materna, ancorados, sobretudo, na Linguística Aplicada, e consideramos os pressupostos teóricometodológicos do Interacionismo Sociodiscursivo (BRONCKART, 2012), no que tange ao ensino e à análise do texto enquanto produto empírico da atividade de linguagem, articulando os mecanismos enunciativos, como elementos linguísticos que contribuem para a coerência pragmática do texto, e os indícios de autoria, conforme apresentados por Possenti (2002). Referente aos aspectos metodológicos, nossa pesquisa é de abordagem qualitativa (MINAYO, 2013) e, quanto aos procedimentos, caracteriza-se como uma pesquisa-ação (THIOLLENT, 2011). Os dados, em função dos objetivos, foram divididos em dois grupos: a) dados preliminares e; b) dados de desenlace. Eles são compostos por elementos que contextualizam o processo de ensino mediado pela sequência didática (SCHNEUWLY e DOLZ, 2004) e suas etapas, bem como pelos textos empíricos produzidos pelos alunos em diferentes momentos do processo de ensino. Os resultados ratificam a importância do processo de ensino e da escola como espaços de desenvolvimento do agir argumentativo nas mais variadas práticas discursivas e para a construção da autoria, no entanto, tais práticas devem romper os muros escolares e a rigidez curricular das disciplinas. No que tange às vozes, verificamos certa dificuldade dos alunos em mobilizar outros enunciadores a fim de dar maior respaldo argumentativo ao seu ponto de vista pessoal, tornando mais evidente a voz do autor empírico, ainda que mobilizada em discurso teórico, conforme exigência do gênero textual. Quanto às modalizações, é possível identificá-las em diversas partes do texto, tendo a modalização pragmática e a deôntica uma maior produtividade nas propostas de intervenção, em geral, localizadas nas conclusões dos textos analisados.
Abstract: This thesis aims to analyze the construction of authorship in the essay-argumentative texts produced by students of the third year of a public high school, through the context of production, the voices and modalizations and the argumentative action that guide the gender learning scene textual study. Certainly, when we are analyzing the path of construction of authorship in these texts, such investigation allows relevant reflections to be made around the working conditions of the teacher, the production conditions of the students and around the prescriptive texts that underlie such school productions. Thus, we are inserted in the database researches focused on the teaching and learning of the mother language, specially anchored in Applied Linguistics, and we consider the theoretical and methodological stage assumptions of Sociodiscursive Interactionism (BRONCKART, 2012), regarding teaching and the analysis of the text as an empirical product of the language activity, articulating the enunciative mechanisms, as linguistic elements that contribute to the pragmatic coherence of the text, and the evidence of authorship, as presented by Possenti (2002). Referring the methodological aspects, our research has a qualitative approach (MINAYO, 2013) and, as for the procedures, it is characterized as an action research (THIOLLENT, 2011). The data, according to the objectives, they were divided into two groups: a) preliminary data and; b) outcome data. These data are composed by elements that contextualize the teaching process mediated by the didactic sequence (SCHNEUWLY and DOLZ, 2004) and its stages, as well as the empirical texts produced by students at different times in the teaching process. The results confirm the importance of the teaching and school process as spaces for the development of argumentative action in the most varied discursive practices and for the construction of authorship, however, such practices must break the school walls and the curricular rigidity of the disciplines. Regarding their voices, we noticed some difficulty of the students in mobilizing other enunciators in order to give greater argumentative support to their personal point of view, making the voice of the empirical author more evident, even if mobilized in theoretical discourse, as required by the textual genre. Concerning the modalizations, it is possible to identify them in different parts of the text, with pragmatic and deontic modalities having a higher productivity in intervention proposals, in general, located in the conclusions of the analyzed texts.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/55535
metadata.dc.type: Tese
Appears in Collections:PPGL - Teses defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2020_tese_vfscalabria.pdf8,73 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.