Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/53588
Title in Portuguese: A exclusão dos incluídos: uma etnografia do curso de Pedagogia Noturno da Universidade Federal do Ceará
Author: Araujo, Israel
Advisor(s): Beserra, Bernadete de Lourdes Ramos
Keywords: Cursos noturnos
Estudante-trabalhador
Pedagogia
Formação
Trabalhador-pseudoestudante
Issue Date: 2019
Citation: ARAUJO , Israel. A exclusão dos incluídos: uma etnografia do curso de Pedagogia Noturno da Universidade Federal do Ceará. Orientadora: Bernadete de Lourdes Ramos Beserra. 2019. 89 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Pedagogia) – Faculdade de Educação, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2019.
Abstract in Portuguese: O ensino superior noturno mostra-se uma grande oportunidade para que sujeitos da classe trabalhadora possam seguir seus estudos conciliando-os com o trabalho. Pensar sobre este tema é refletir sobre a relação Trabalho e Educação no Brasil. Tendo como um dos objetivos analisar os obstáculos encontrados pelos estudantes em suas trajetórias sociais e acadêmicas, este trabalho apresenta uma etnografia do Curso de Pedagogia Noturno da Universidade Federal do Ceará. Os dados apresentados foram coletados ao longo dos últimos dois anos com a observação participante e no segundo semestre de 2018, por meio da aplicação de 45 questionários e seis entrevistas realizadas com estudantes devidamente matriculados do 1º ao 10º semestre do curso, buscando traçar o perfil socioeconômico desses alunos e aprofundar questões relacionadas à sua experiência no curso. Mesmo tendo sido criado para os trabalhadores e tendo nestes, seus principais beneficiários, uma vez que 80% dos estudantes participantes afirmaram trabalhar no contraturno, a pesquisa revela que 86% deles afirmam que estudo, trabalho ou ambas atividades ficam prejudicadas. Além disso, 55% deles confirmaram que já pensaram em desistir do curso devido à dificuldade de conciliar os estudos com o trabalho, o que revela que a Faculdade de Educação não está ainda preparada para receber alunos trabalhadores. Os dados coletados revelam que esta dificuldade de conciliação envolve aspectos de utilização dos espaços da universidade, a Proposta Pedagógica do Curso e a atuação de alguns professores, causando uma exclusão no próprio interior da instituição e formando a categoria Trabalhador-pseudoestudante. Uma categoria que coloca em questão outras que foram sendo estabelecidas em estudos antigos, como é o caso do grupo de Trabalhadores-estudantes e Estudantes-trabalhadores. Por fim, concluiu-se que os problemas enfrentados pelos estudantes são, antes de tudo, consequência da discriminação e preconceito social à pobreza e ao trabalho causado pela dualidade de um sistema educacional que prioriza as trajetórias escolares por meio das condições socioeconômicas dos indivíduos, impossibilitando que todos recebam uma educação que vise a construção do cidadão. A Faculdade de Educação insere-se, neste contexto, como uma importante mantenedora dos interesses de um Estado que não está preocupado em oferecer uma mesma educação para brasileiros de todas as classes sociais.
Abstract: Night higher education courses are a great opportunity for the working class subjects go forward studying and, as well, combining it with work. Thinking about this theme is to reflect on the relationship between work and education in Brazil. One of the objectives of this research is to analyze the obstacles faced by students in their social and academic trajectories, thus this work presents an ethnography of the nocturnal course of pedagogy from Universidade Federal do Ceará. The data presented were collected through the last two years by participant observation , and in the second half of 2018 by the application of 45 questionnaires and 6 interviews with duly enrolled students from 1st to 10th college semester, looking into these students socioeconomic profile and deepen in issues related to their experiences in pedagogy course. Even though it was created for workers to be the main beneficiaries, since 80% of the participating students affirmed have full day work, the research reveals that 86% of them say that studying, working or both activities become impaired. Moreover, 55% of the students confirmed they have already thought about giving up the college course because of the difficulty of reconciling work and studies, what reveals that Education University is not yet ready to receive working students. The collected data reveal this difficulty of conciliation involves aspects of using the University spaces, the pedagogical proposal of the course and teachers performance, that brings exclusion inside institution and creates the category of pseudo student worker. A category that puts into evidence others established in ancient studies, such as the case of the group of workers-students and students-workers. At last, it was concluded that the problems faced by students are, above all, consequences of discrimination and social prejudice to poverty and to work caused by the duality of the educational system that prioritizes school trajectories through socioeconomic conditions of individuals, making it impossible for all to receive an education aimed at building the citizen. The University of Education inserts itself in this context as an important supporter of the interests of a State that is not worried about offering the same education to Brazilians of all social classes.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/53588
metadata.dc.type: TCC
Appears in Collections:PEDAGOGIA - TCC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_tcc_iaraujo.pdf882,04 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.