Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/5263
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorLinhares, Fabrício Carneiro-
dc.contributor.authorNojosa, Glauber Marques-
dc.date.accessioned2013-07-05T16:19:48Z-
dc.date.available2013-07-05T16:19:48Z-
dc.date.issued2008-
dc.identifier.citationNOJOSA, Glauber Marques. Lei da responsabilidade fiscal e a relação entre receitas e despesas para os municípios brasileiros, A. 2008. 32f. : Dissertação (Mestrado ) Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós Graduação em Economia, CAEN, Fortaleza-CE, 2008.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/5263-
dc.description.abstractThis paper studies causality among own source revenues, current expenditures and current grants for Brazilian municipalities in the period of 1995 to 2006. These causality relationships reflect how governments take decisions about their finances. It also analyses the effects of the Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) on the dynamic relationship among their main financial variables. Results from panel data VAR models suggest that the hypothesis “tax and spend” prevails before LRF (1995-2000) while fiscal synchronization occurs after it.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectFinanças Públicaspt_BR
dc.subjectLei de Responsabilidade Fiscalpt_BR
dc.titleA Lei de Responsabilidade Fiscal e a relação entre receitas e despesas para os Municípios Brasileirospt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.description.abstract-ptbrEsse trabalho investiga causalidade entre receitas próprias, despesas correntes e transferências correntes para os municípios brasileiros no período de 1995 a 2006. Essas relações de causalidade sugerem como os governos procedem em suas decisões acerca de finanças públicas. Com isso, podem-se adotar medidas mais eficientes no combate aos desequilíbrios fiscais. Também se analisa como a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) modificou o relacionamento dinâmico entre essas variáveis. Estimativas de modelos VAR para dados em painel apontam que antes da LRF (1995-2000) sustenta-se a hipótese de “taxar e gastar”. Já após a LRF (2001-2006), encontram-se evidências de sincronismo fiscal entre taxação e gastos públicos.pt_BR
Appears in Collections:CAEN - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2008_dissert_gmnojosa.pdf489,24 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.