Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/5252
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorSiqueira, Marcelo Lettieri-
dc.contributor.authorCastelar, Pablo Urano de Carvalho-
dc.date.accessioned2013-07-04T17:54:10Z-
dc.date.available2013-07-04T17:54:10Z-
dc.date.issued2007-
dc.identifier.citationCASTELAR, Pablo Urano de Carvalho. Crescimento econômico e desigualdade de renda no Brasil: uma análise de painel dinâmico para o período 1985-2002. 2007. 63f : Dissertação (mestrado ) - Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-Graduação em Economia, Fortaleza-CE, 2007.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/5252-
dc.description.abstractThis dissertation studies the relationship between economic growth and income inequality in the 26 Brazilian states, during the 1985 to 2002 period. The method utilized here was panel data, due to its many advantages, like the possibility of dealing with heterogeneity in micro-units, providing greater variability in micro-units in relation to time, minimizing multicolinearity problems and allowing better analysis of dynamic adjustment. The formulation follows the ones proposed by such works as FORBES (2000), BANERJEE and DUFFLO (2003) and PANIZZA (2002), using data from IPEA for economic growth, income inequality, years of schooling and public investiment. Through regressions that utilized the Arellano-Bond 2-step algorithm, which corrects not only the bias originated from the introduced lagged variable, but also allows a certain degree of endogeneity, it has been observed that inequality affects growth negatively, i.e., the greater the initial income inequality, the lesser the economic growth rate of the corresponding period. Other important results were the positive and robust relationship between schooling and growth and the negative relationship between income and investment with economic growth.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectCrescimento Econômicopt_BR
dc.subjectDesigualdade de Rendapt_BR
dc.titleCrescimento econômico e desigualdade de renda no Brasil: uma análise de painel dinâmico para o período 1985-2002pt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.description.abstract-ptbrEsta dissertação estuda a relação entre crescimento econômico e desigualdade de renda nos 26 estados brasileiros, durante o período de 1985 a 2002. O método utilizado foi o de dados em painel, devido às suas vantagens, como a possibilidade de lidar com a heterogeneidade em micro-unidades, fornecendo maior variabilidade ao combinar a variação nas micro-unidades com a variação no tempo, aliviando os problemas de multicolinearidade e permitir uma melhor análise de ajustamento dinâmico. A formulação utilizada foi a proposta pelos trabalhos de FORBES (2000), BANERJEE e DUFFLO (2003) e PANIZZA (2002), utilizando dados do IPEA para crescimento econômico, desigualdade de renda, anos de estudo e investimento público. Através de regressões que utilizaram o método Arellano-Bond de 2 estágios, que corrige não apenas o viés introduzido pela variável endógena defasada, como também permite certo grau de endogeneidade nos outros regressores, foi constatado que a desigualdade afeta negativamente o crescimento, significando que quanto maior a desigualdade inicial, menor a taxa de crescimento do período. Outros resultados importantes encontrados são a relação positiva e extremamente robusta entre educação e os níveis de crescimento econômico e a relação negativa do investimento público e renda com o crescimento.pt_BR
Appears in Collections:CAEN - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2007_dissert_puccastelar.pdf480,81 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.