Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/52187
Title in Portuguese: A relação entre a atitude materialista e a perspectiva acerca da responsabilidade social corporativa dos consumidores de lojas de fast fashion
Author: Diógenes, Ilena Suzete Barreto
Advisor(s): Silva, Áurio Lúcio Leocádio da
Keywords: Fast Fashion
Responsabilidade Social Corporativa
Materialismo
Issue Date: 2019
Citation: DIÓGENES, Ilena Suzete Barreto. A relação entre a atitude materialista e a perspectiva acerca da responsabilidade social corporativa dos consumidores de lojas de fast fashion. 2019. 97 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Administração) - Universidade Federal do Ceará, Faculdade de Economia, Administração, Atuária e Contabilidade, Fortaleza, 2019.
Abstract in Portuguese: O ambiente mercadológico globalizado é caracterizado por múltiplas e mútuas relações entre os mais diversos elementos econômicos, sociais, ambientais e culturais que nele estão inseridos. Nesse conjunto de relações vigentes, as organizações constantemente pass am por processos de mudanças e adaptações em suas operações visando atender às mais diversas demandas do mercado consumidor que, por sua vez, tende a ser impactado positiva ou negativamente pelos efeitos econômicos, ambientais e sociais dessas operações. Nesse contexto, os consumidores , ciente s dos impactos que podem ser gerados pelas empresas em seus processos operacionais, exigem delas a realização de práticas que visem minimizar impactos danosos e garantir o bem estar social, fazendo surgir a necessidade de integração dos princípios da Responsabilidade Social Corporativa nas empresas. Dentro do mesmo contexto mercadológico, tem se também a preocupação quanto aos impactos gerados pelo materialismo relacionado ao consumo desmedido que, em mercados como o da moda, caracterizado principalmente pela efemeridade e pelas rápidas e contínuas mudanças, passa a fazer parte da realidade dos consumidores. Dentro do mercado da moda, a indústria mais tem se adaptado às constantes mudanças e rápidas demandas dos consumidores foi a indústria do Fast Fashion, caracterizada principalmente pelos seus efetivos processos de produção e distribuição que garantem ao mercado novidades constantes a preços acessíveis. Tais características diferenciadas dessa indústria, implicam, contudo, no surgimento de diversos impactos sociais e ambientais, como o trabalho escravo e os altos níveis de poluição do meio ambiente. O presente estudo buscou identificar qual relação se pode estabelecer entre a atitude materialista de consumidores de lojas de Fast Fashion e a sua perspectiva acerca da Responsabilidade Social Corporativa nessas empresas. Para tal, foi realizada uma pesquisa quantitativa por meio da aplicação de um questionário, utilizando se de duas escalas validadas, de Sen e Bhattacharya (2001) e de Moschis e Churchill (1978) para coleta de tendo se obtido um total de 203 respostas válidas. Os resultados indicaram que há uma percepção positiva por parte dos consumidores acerca da importância da Responsabilidade Social Corporativa, que há uma noção acerca do materialismo por parte desses mesmos consumidores e que, em algumas lojas, na medida que a perspectiva dos consumidores acerca da Responsabilidade Social Corporativa nas lojas de Fast Fashion aumenta, a atitude materialista desses consumidores tende a diminuir e vice versa, o que indica a dicotomia que há entre a realidade do hiperconsumo estimulado pelas empresas de Fast Fashion e a nova percepção que o mercado consumidor passa a ter acerca dos impactos causados pela operação dessas empresas.
Abstract: The globalized marketing environment is characterized by multiple and mutual relations between the most diverse economic, social, environmental and cultural elements that are inserted in it. In this set of relationships in force, organizations constantly go through processes of changes and adaptations in their operations to meet the most diverse demands of the consumer market, which in turn tends to be positively or negatively impacted by the economic, environmental and social effects of these operations. In this context, consumers, aware of the impacts that can be generated by companies in their operational processes, require them to perform practices that aim to minimize harmful impacts and ensure social welfare, giving rise to the need to integrate the principles of Corporate Social Responsibility. in companies. Within the same marketing context, there is also concern about the impacts generated by the excessive consumption related materialism that, in markets such as fashion, characterized mainly by ephemerality and rapid and continuous changes, becomes part of the reality of consumers. Within the fashion market, the industry that has been adapting to the constant changes and fast demands of consumers was the Fast Fashion industry, characterized mainly by its effective production and distribution processes that guarantee the market constant novelties at affordable prices. Such differentiated characteristics of this industry, however, imply the emergence of several social and environmental impacts, such as slave labor and high levels of environmental pollution. The present study sought to identify which relationship can be established between the materialistic attitude of Fast Fashion store consumers and their perspective on Corporate Social Responsibility in these companies. For this, a quantitative research was carried out by applying a questionnaire, using two validated scales, Sen and Bhattacharya (200 1) and Moschis and Churchill (1978) for data collection of 203 valid answers. The results indicated that there is a positive perception by consumers about the importance of Corporate Social Responsibility, that there is a notion about materialism by these same consumers and that, in some stores, as consumers' perspective on Social Responsibility Corporate in Fast Fashion stores increases, the materialistic attitude of these consumers tends to diminish and vice versa, which indicates the dichotomy that exists between the reality of hyperconsumption stimulated by Fast Fashion companies and the new perception that the consumer market now has. about the impacts caused by the operation of these companies.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/52187
metadata.dc.type: TCC
Appears in Collections:ADMINISTRAÇÃO - Monografias

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_tcc_isbdiogenes.pdf1,85 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.