Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/51820
Title in Portuguese: Experiências de sofrimento e diagnóstica de si: uma viagempor narrativas em paralaxe
Title: Suffering Experiences and diagnostic of oneself: a jouney through narratives in parallax
Author: Holanda, Renata Bessa
Advisor(s): Lima, Aluísio Ferreira de
Keywords: Diagnóstico Psiquiátrico
Medicalização
Processos Paralácticos
Experiências de sofrimento
Narrativas de história de vida
Issue Date: 2020
Citation: HOLANDA, Renata Bessa. Experiências de sofrimento e diagnóstica de si: uma “viagem” por narrativas em paralaxe. 2020. 197f. - Tese (Doutorado) - Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-graduação em Psicologia, Fortaleza (CE), 2020.
Abstract in Portuguese: A presente tese parte de questionamentos sobre as contradições no campo da saúde mental, que mesmo diante de tantas críticas aos manuais diagnósticos e às medicações utilizadas quando tratamos de experiências de sofrimento, vê o aumento exponencial destes em nossas sociedades, assim como a busca pelos mesmos. Tem o intuito de aprofundar-se nas histórias de pessoas que já receberam um diagnóstico psiquiátrico em algum momento de suas vidas, oferecendo um formato diferente de estudo, que foi nomeado como “viagens” às histórias de vida, compreendendo que os sofrimentos de vida experimentados por tantos não são reações exclusivamente fisiológicas e orgânicas, mas estão intimamente ligados às histórias de cada pessoa, essa a tese. Esta atitude nos permite ter um maior aprofundamento nas nuanças concernentes às experiências de sofrimento de cada pessoa entrevistada, assim como um olhar em paralaxe, que questiona posicionamentos prévios e teorias que ditam serem experiências de sofrimento adoecimentos de base anatomo-fisio-patológicas. Realiza um estudo teórico-empírico, que toma as teorias críticas contemporâneas para discussão de seu objeto, assim como o auxílio do método de narrativas de história de vida de pessoas que já receberam um diagnóstico psiquiátrico em algum momento de suas vidas. Foram entrevistadas seis pessoas, que narraram suas histórias de forma livre, tendo como pergunta de partida “quem é você?”. Tal escolha metodológica se justificou pelo fato de estas possibilitarem a expressão de uma perspectiva histórica, pessoal e social dos sujeitos, promovendo uma visão mais ampla de suas experiências de sofrimento e contextos em que foram sendo construídas. Traz como fundamentação teórica as contribuições de estudiosos, como Ciampa (2005), Silva Júnior (2018), Safatle (2015), Lima (2010) Foucault (1972), dentre outros. As reflexões apresentadas contribuem para as discussões críticas relacionadas aos sofrimentos e adoecimentos na vida das pessoas: os múltiplos efeitos dos diagnósticos e medicalização da vida das pessoas; as relações sociais e a comunicação entre pessoas e grupos; o sistema econômico atual e suas repercussões; formas de vida e enquadramentos; a necessidade de maior politização dos sujeitos; e a urgência em repensarmos nossas visões de mundo.
Abstract: This thesis starts from questions about contradictions in the field of mental health, which even in the face of so many criticisms of the diagnostic manuals and medications used when dealing with experiences of suffering, sees the exponential increase of these in our societies, as well as the search for them. It aims to delve deeper into the stories of people who have already received a psychiatric diagnosis at some point in their lives, offering a different form of study, which was named as "travels" to life stories, understanding that the sufferings of life experienced by so many are not exclusively physiological and organic reactions, but are closely linked to the stories of each person, this the thesis. This attitude allows us to have a greater deepening in the nuances concerning the experiences of suffering of each person interviewed, as well as a parallax look, which questions previous positions and theories that dictate are experiences of suffering anatome-physio-pathological basis illnesses. Conducts a theoretical-empirical study, which takes contemporary critical theories to discuss its object, as well as the help of the method of life history narratives of people who have already received a psychiatric diagnosis at some point in their lives. Six people were interviewed, who narrated their stories freely, having as a starting question "who are you?". This methodological choice was justified by the fact that they allowed the expression of a historical, personal and social perspective of the subjects, promoting a broader view of their experiences of suffering and contexts in which they were being constructed. It brings as theoretical foundation the contributions of scholars, such as Ciampa (2005), Silva Júnior (2018), Safatle (2015), Lima (2010) Foucault (1972), among others. The reflections presented contribute to the critical discussions related to the sufferings and illnesses in people's lives: the multiple effects of diagnoses and medicalization of people's lives; social relations and communication between people and groups; the current economic system and its repercussions; life forms and frameworks; the need for greater politicization of the subjects; and the urgency of rethinking our worldviews.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/51820
metadata.dc.type: Tese
Appears in Collections:PPGP - Teses defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2020_tese_rbessaholanda.pdf2,4 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.