Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/51350
Title in Portuguese: A invenção da praia dos crush: representações sobre sociabilidades juvenis numa praia em Fortaleza/CE
Author: Soares, Clara da Silva
Advisor(s): Paiva, Antonio Cristian Saraiva
Keywords: Juventudes
Cidade
Invenção de lugar
Issue Date: 2020
Citation: SOARES, Clara da Silva. A invenção da praia dos crush: representações sobre sociabilidades juvenis numa praia em Fortaleza/CE. 2020. 150f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Ceará, Centro de Humanidades, Programa de Pós-graduação em Sociologia, Fortaleza, 2020.
Abstract in Portuguese: Desde o ano de 2016 a Praia dos Crush, um trecho da Praia de Iracema, localizado no litoral leste da capital do Ceará, tem se constituído como um importante point de lazer juvenil e, apesar de ter um público diverso, aqueles que mais são vistos em suas areias e mar são jovens moradores da periferia. Nesse sentido, o debate que propomos fazer neste trabalho consiste em analisar como o trecho entre a Ponte dos Ingleses e o Espigão da João Cordeiro foi inventado a partir de uma simbiose entre as representações que passaram a circular acerca dela e os usos que ela passou a ter para a juventude periférica fortalezense. Para isso, recorreu-se a uma metodologia diversa, cujas principais ferramentas foram a etnografia no espaço da praia, entre maio de 2018 e agosto de 2019, assim como a junção com uma sociologia digital, a fim de apreender as relações sociais que tendo como base uma discussão sobre a experiência de estar na Praia dos Crush possibilitou uma série de representações sobre ela. O material desta é datado de 2016 até 2019. A partir de uma perspectiva socioantropológica, dando à sociologia do cotidiano a devida importância no que condiz à compreensão de grupos juvenis e suas práticas em espaços urbanos foi que este trabalho tornou-se possível. Os ―pirangueiros‖, principais sujeitos desta pesquisa, apresentam-se em um espaço urbano aberto e relacional, que os coloca em convivência com diferentes grupos. Chamou-nos atenção aqui como a cidade de Fortaleza tem, ao longo dos anos, tentado excluir de suas cenas urbanas aqueles que não se encaixam em estéticas e comportamentos anteriormente definidos como aceitáveis por uma fatia populacional que quer distinguir-se dos demais. Finalmente, e é por isso que falamos em invenção da Praia dos Crush, já que ao estar localizada em um bairro que atrai turistas, que é um dos mais valorizados da capital, estes jovens foram capazes de impor e manter uma nomeação posta em xeque recorrentemente, demonstrando como o direito à cidade passa por uma disputa de territórios. Ou seja, os pirangueiros subverteram usos habituais da Praia de Iracema quando na Praia dos Crush passaram a organizar festas ao céu aberto, consumo de substâncias, encontros amorosos, encontro com amigos. A ―vibe‖ experimentada nas areias da praia é fruto de um misto de intensidades que são resultantes da aproximação entre cidade e corpo, nos momentos em que os cheiros, sons, movimentos, aquilo que se vê e aquilo que se sente entram em harmonia.
Abstract: Since 2016 the Praia dos Crush, a stretch of Praia de Iracema located on the east coast of the capital at ceara, has been constituted as an important point of youthful leisure and, despite having a diverse audience, those who are most seen in its sands and sea are young residents of the outskirts. In this sense, the debate that we propose to make in this work is to analyze how the passage between Ponte dos Ingleses and Espigão da João Cordeiro it was invented from a symbiosis between the representations that began to circulate about it and the uses what it began to have for the peripheral youth of Fortaleza. For this, we resorted to a diverse methodology, whose main tools were ethnography in the space of beach, between May 2018 and August 2019, just like the junction with a digital sociology, in order to learn the social relationships that based on a discussion about the experience of being in the Praia dos Crush made possible a series of representations about it. The material of this research is dated from 2016 until 2019. From a socio-anthropological perspective, giving the sociology of everyday life the proper importance in understanding youth groups and their practices in urban spaces was that this work became possible. The ―pirangueiros‖, main subjects of this research, present themselves in an open and relational urban space, that puts them in contact with different groups. It caught our attention here as the city of Fortaleza has, over the years, trying to exclude from its urban scenes those who do not fit into aesthetics and behaviors previously defined as acceptable by a population slice that wants to distinguish itself from others. Finally is that why we talk about a invention of Praia dos Crush, be localizated in the neighborhood that attracts tourists, and beyond one of the most valued in capital, these young people there are able to impose and to keep an appointment repeatedly checked, demonstrating how the right to acess the city pass by a territory dispute. So, the pirangueiros subverted a usual beach uses of Praia de Iracema when at Praia dos Crush started to organize an open-air parties with substance use, love dates and meet with friends. A vibe experienced on the beach sands is a result of an intensities mix, results of approximation between body and city, in moments when smells, sounds, movements, that what see and feels comes in harmony.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/51350
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:PPGS - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2020_dis_cssoares.pdf4,76 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.