Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/51263
Title in Portuguese: A Casa Impossível: a ação performativa e a idiorritmia na construção de relações com a cidade
Author: Oliveira Filho, João Vilnei de
Advisor(s): Bastos, Paulo Bernardino das Neves
Keywords: casa
cidade
idiorritmia
método
performance
Issue Date: 2016
Citation: OLIVEIRA FILHO, João Vilnei de. A Casa Impossível: a ação performativa e a idiorritmia na construção de relações com a cidade .2016.247 f. Tese (Doutorado em Arte e Design )- Faculdade de Belas Artes, Universidade do Porto, Porto, Portugal,2016.
Abstract in Portuguese: É a partir da casa, sobre-por-e-com ela, que a “Casa Impossível” foi construída. No desenvolvimento da pesquisa, sentimentos que emanam da ideia casa, como segurança, intimidade, vida comum e partilhada, dão norte a um modo específico de apropriação da cidade, experimentada como espaço de produção artística. Uma cidade que precisa transformar-se em casa para ser trabalhada.A “Casa Impossível” é uma pesquisa teórico-prática cujo cerne está no desenvolvimento de ações na cidade, especialmente no campo da performance, que promovam o surgimento de relações de intimidade. A partir das discussões sobre textos que tratam de performance, casa, jogo, cidade e comunidade, foi reunido um grupo de artistas e autores que procuram desconstruir, em diferentes níveis e de modos distintos, as separações entre espaço público e privado, dentro e fora, rua e quarto, casa e cidade. A pesquisa relaciona o universo pessoal, social e académico, utilizando conceitos e métodos de variadas disciplinas em volta dos temas abordados. Essa caraterística está patente na organização do documento final, que em sua primeira parte reflete as etapas de construção da pesquisa, destacando em cada uma delas os temas que estavam em evidência, nomeadamente: a “idiorritmia”, discutido por Roland Barthes, como experiência social de vida partilhada, e a construção do lugar pela produção artística contemporânea, no primeiro; a possibilidade de construção de um método de pesquisa em arte baseado na “Crística do Processo”, discutido por Cristina Salles e na “cartografia”, que beba na teoria do “jogo” de Huizinga e Caillois, onde acaso e cotidiano são assumidos como ferramentas de construção, e a “performance” como prática artística, por excelência, jogável, no segundo; a transição da ideia de protótipo para a de ação, e a casa como espaço de construção de intimidade, no terceiro. Este documento é construído de tal maneira que permite ao leitor definir um caminho na sua leitura, de forma a aproximar a sua experiência daquela vivida durante a construção da própria pesquisa. As particularidades e justificativas dessa leitura incomum são apresentadas no capítulo 2 que prepara o leitor para o capítulo seguinte, onde são apresentadas, ao pormenor, 26 ações desenvolvidas no interior da pesquisa e o material definidor de todo o desenho da investigação. Na análise final constatam-se as dificuldades envolvidas num projeto como a “Casa Impossível”, discute-se a construção do texto como ação prática, e destaca-se a importância, para o artista que usa a cidade como espaço de intervenção, de se relacionar intimamente com ela.
Abstract: It was over the house itself, “over- through-and-with it”, that the “Impossible House” was built. During the development of my research, the feelings that usually emanate from its traditional concept - such as security, intimacy, common and shared life – gave ground for a very particular method of appropriation of the city, experienced here as an artistic production space. A city that needs to morph into a house to be worked on. The “Impossible House” is a theoretical and practical research, centred on the development of several initiatives, within the city grounds, to promote the emergency of intimate relationships. From the discussion of texts addressing performance, house, game, city and community arose a group of artists and authors in pursuit of the deconstruction – on different levels and in different ways – of the boundaries between public and private spaces, inside and out, street and room, house and city. By the application of methods and concepts pertaining the discussed themes, this research demonstrates the relationship between the personal, social and academic universes. This characteristic present at the final document’s organization which, in it’s first section, reflects on the research construction stages, highlighting each of the fore fronted concepts. Firstly, the idiorythmie, stated by Roland Barthes as a social experience of shared life and the configuration of space by the contemporary artistic production. Secondly, the possibility of creation of a research method, in art, grounded on “Crítica do Processo” – discussed by Cristina Salles – and “cartography”, imbibing from the “game” theory presented by Huizinga and Caillois, where chance and routine are perceived as building tools and “performance” is taken as an artistical practice which is, quintessentially, playable; Thirdly, the transition between the idea of prototype into the one of action, having the house as a space of intimacy deepening.This document was built with the intention of allowing the reader to define his own reading path, trying to bring his experience closer to the one which was lived during the construction of the research itself.The particularities and reasoning to this uncommon reading format are presented at Chapter 2, whereupon the reader is prepared for the next chapter, where the 26 actions developed in the scope of this research are unfolded, in detail, as well as all the defining materials for the investigation design. The final analysis shows the difficulties involved in a project as Impossible House”, discusses the text construction as a practical action and highlights importance for the artist that uses the city as an intervention space to intimately relate to it.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/51263
metadata.dc.type: Tese
Appears in Collections:CQUIXADA - Teses defendidas em outras instituições

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2016_tese_jvdeoliveirafilho.pdf3,83 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.