Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/50882
Title in Portuguese: Avaliação da qualidade dos serviços públicos de atenção primária à saúde em Fortaleza-CE
Author: Costa, Lourrany Borges
Advisor(s): Mota, Maria Vaudelice
Co-advisor(s): Almeida, Magda Moura
Keywords: Atenção Primária à Saúde
Avaliação da Qualidade dos Cuidados de Saúde
Issue Date: 4-Mar-2020
Citation: COSTA, L. B. Avaliação da qualidade dos serviços públicos de atenção primária à saúde em Fortaleza-CE. 2020. 201 f. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Faculdade de Medicina, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2020.
Abstract in Portuguese: No Brasil, a Atenção Primária pretende ser porta de entrada do Sistema Universal de Saúde e seu eixo estruturante. Para isso, é preciso fortalecer os atributos sistematizados por Barbara Starfield. O PCATool (Primary Care Assessment Tool) é um instrumento validado para o Brasil que permite a avaliação de serviços de saúde a partir da perspectiva do usuário. O presente estudo tem como objetivo principal avaliar a qualidade dos serviços públicos de Atenção Básica em Fortaleza, Ceará, na perspectiva de usuários adultos quanto aos atributos da APS por meio dos escores obtidos com o PCATool. Foi realizado um estudo do tipo transversal com abordagem quantitativa entre os meses de junho e dezembro de 2019 com amostra de 233 usuários adultos cadastrados em ESF de 19 Unidades de Atenção Primária à Saúde (UAPS) de 5 Regionais de Saúde de Fortaleza. Os participantes responderam ao PCATool Brasil versão usuários adultos (87 itens divididos em 10 componentes relacionados aos atributos da APS, que geram um escore com valor de 0 a 10) e um questionário sobre as características sociodemográficas e epidemiológicas. Foram também coletados dados sobre a estrutura e processos de trabalho das UAPS. Os dados foram tabulados utilizando o software Microsoft Excel 2016. Em seguida, foram importados para o software estatístico IBM-SPSS (Statistical Package for the Social Sciences) versão 24, para devido tratamento analítico. Foi realizado o cálculo de variáveis quantitativas independentes (escores PCATool para cada usuário entrevistado e os escores médios de cada UAPS) e variáveis categóricas independentes (características sociodemográficas e epidemiológicas dos usuários e características estruturais das UAPS). Fez-se uso de estatísticas descritivas dispostos em forma de tabela, onde foram contabilizados as frequências e porcentagens das variáveis categóricas, nas quantitativas média com seu respectivo intervalo de confiança de 95% foram calculadas. Após avaliações iniciais dos dados aplicou-se métodos estatísticos para verificar associações e correlações entre as variáveis. Para as comparações entre médias utilizou-se o método não-paramétrico de Kruskal-Wallis. Por fim, aplicou-se modelagem de regressão linear multinível para analisar os fatores preditivos que são capazes de explicar o escore de APS. Adotou-se 5% como nível de significância. O estudo apresenta parecer do Comitê de Ética da Pesquisa da Universidade Federal do Ceará com favorável aprovação (no 3.705.918). Os participantes eram em sua maioria mulheres (69,5%), da faixa etária de 30 a 59 anos (55,3%), pardos (69,5%), com Ensino Médio completo (38,2%), que não possuíam plano de saúde privado (89,3%), detentores de moradia própria (68,7%), do tipo casa (88%) e pertencentes a famílias de até 4 integrantes (87,9%). O componente “Acesso de Primeiro Contato – Acessibilidade” foi o que apresentou menor escore, 2,8, e o componente “Acesso de Primeiro Contato – Utilização” o que apresentou o maior escore, 8,1. Os outros atributos tiveram o seguinte escore: “Coordenação – Integração de cuidados” 7,0; “Coordenação – Sistema de informações” 5,90; “Integralidade – Serviços disponíveis 5,3; “Integralidade – Serviços prestados” 3,6; “Orientação familiar” 4,9; e “Orientação comunitária” 4,0. O Escore Essencial da APS (média dos oito primeiros componentes) foi 6,0, enquanto que o Escore Geral (média de todos os atributos) ficou com o valor de 5,7. Além disso, observou-se a influência positiva no Escore Geral os fatores (p<0,05 no modelo multinível): equipes de Saúde da Família completas, maior número de Agentes Comunitários de Saúde e presença do Programa de Medicina de Família e Comunidade. Conclui-se que os serviços públicos de Fortaleza apresentam baixo desempenho de APS quanto a ótica dos usuários adultos, pois não atingiram o ponto de corte de 6,60 para ser considerado de alto desempenho. Uma série de estratégias podem ser implementadas para melhorar a qualidade da APS em Fortaleza e consequentemente a satisfação dos usuários, como: aumento do financiamento, ampliação do acesso, ofertar ações e serviços de saúde abrangentes, ampliação da atuação clínico-assistencial de todos os profissionais das equipes de saúde, expansão da informatização plena da rede assistencial, aperfeiçoamento do sistema de regulação, otimização da oferta de recursos humanos com formação qualificada, apoio assistencial às equipes de saúde e estímulo a participação das pessoas e atores sociais e a avaliação dos serviços.
Abstract: In Brazil, PHC aims to be the gateway to the Universal Health System (SUS) and its structuring axis. For this, it is necessary to strengthen its attributes systematized by Barbara Starfield. The PCATool (Primary Care Assessment Tool) is an instrument validated for Brazil that allows the evaluation of health services from the user's perspective. The present study has as main objective to evaluate the quality of public services of Primary Care in Fortaleza, Ceará, from the perspective of adult users regarding the attributes of PHC through the scores obtained with the PCATool. A cross-sectional study with a quantitative approach was carried out between June and December 2019 with a sample of 233 adult users registered in the FHS of 19 Primary Health Care Units (UAPS) from 5 Regional Health Districts in Fortaleza. Participants answered the PCATool Brazil version for adult users (87 items divided into 10 components related to PHC attributes, which generate a score ranging from 0 to 10) and a questionnaire on sociodemographic and epidemiological characteristics. Data on the UAPS structure and work processes were also collected. The data were tabulated using Microsoft Excel 2016 software. Then, they were imported into the statistical software IBM-SPSS (Statistical Package for the Social Sciences) version 24, for due analytical treatment. The calculation of independent quantitative variables (PCATool scores for each interviewed user and the average scores of each UAPS) and independent categorical variables (sociodemographic and epidemiological characteristics of users and structural characteristics of UAPS) were performed. Descriptive statistics were used in tabular form, where the frequencies and percentages of categorical variables were counted, in the mean quantitative with their respective 95% confidence interval were calculated. After initial data evaluations, statistical methods were applied to verify associations and correlations between variables. For comparisons between means, the KruskalWallis non-parametric method was used. Finally, multilevel linear regression modeling was applied to analyze the predictive factors that are capable of explaining the PHC score. A 5% level of significance was adopted. The study presents the opinion of the Research Ethics Committee of the Federal University of Ceará with approval (No. 3,705,918). The participants were mostly women (69.5%), aged between 30 and 59 years (55.3%), mixed-race, with complete secondary education (38.2%), who did not have a private health plan (89.3%), homeowners (68.7%), house type (88%) and belonging to families of up to 4 members (87.9%). The “First Contact Access - Accessibility” component had the lowest score, 2.8, and the “First Contact Access -Use” component, which had the highest score, 8.1. The other attributes had thefollowing score: “Coordination - Integration of care” 7.0; “Coordination - Information system” 5.90; “Comprehensiveness - Services available 5.3; “Integrality - Services provided” 3,6; “Family orientation” 4,9; and “Community orientation” 4.0. The PHC Essential Score (average of the first eight components) was 6.0, while the General Score (average of all attributes) was 5.7. Also, the factors (p <0.05 in the multilevel model) had a positive influence on the General Score: complete Family Health teams, a greater number of Community Health Agents and the presence of the Family and Community Medicine Program. It is concluded that public services in Fortaleza have low PHC performance from the perspective of adult users, as they did not reach the cut-off point of 6.60 to be considered igh performance. A series of strategies can be implemented to improve the quality of PHC in Fortaleza and, consequently, user satisfaction, such as increased financing, expanded access, offering comprehensive health actions and services, expanding the clinical-care performance of all professionals health teams, expansion of full computerization of the assistance network, improvement of the regulation system, optimization of the supply of human resources with qualified training, assistance support to health teams and encouragement of the participation of people and social actors and the evaluation of services.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/50882
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:DSC - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2020_dis_lbcosta.pdf2,95 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.