Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/49851
Title in Portuguese: Percurso do reconhecimento dos pacientes renais crônicos como pessoas com deficiência: implicações para as políticas públicas de inclusão e de mercado de trabalho
Author: Ribeiro, Cássia Teixeira
Advisor(s): Lima, Antônia Emanuela Oliveira de
Keywords: Mercado de trabalho
Pacientes renais
Políticas de inclusão
Pessoas com deficiência
Issue Date: 2019
Citation: RIBEIRO, Cássia Teixeira. Percurso do reconhecimento dos pacientes renais crônicos como pessoas com deficiência: implicações para as políticas públicas de inclusão e de mercado de trabalho. 2019. 61 f. Monografia (Graduação em Gestão de Políticas Públicas) - Centro de Ciências Agrárias, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2019.
Abstract in Portuguese: O presente trabalho trata da temática de Políticas Públicas de Inclusão. Este estudo tem como objetivo geral analisar as possíveis barreiras e desafios encontrados pelos pacientes renais crônicos em tratamento de hemodiálise na inserção no mercado de trabalho. Especificamente identificá-las na perspectiva dos sujeitos, discutir as implicações e dificuldades que o reconhecimento como pessoa com deficiência traz às políticas públicas de inclusão e de mercado de trabalho. Para subsidiar esta análise foram utilizadas leis vigentes, autores que problematizam a luta por reconhecimento como Charles Taylor e a questão dos Direitos Humanos. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, do tipo bibliográfica e documental. Empregou-se também pesquisa de campo para compreender a percepção dos sujeitos. Participaram 6 (seis) pacientes renais que foram entrevistados (as) por meio de entrevista semiestruturada porém ao final da pesquisa permaneceram cinco participantes. A coleta de informações foi realizada entre os meses de agosto e novembro de 2019. Para o desenvolvimento desta pesquisa foi aplicada para análises a triangulação de dados. Concluiu-se que os sujeitos apresentam certa descrença quanto à possibilidade de aquisição de direitos, apresentando como barreira para a inserção no mercado de trabalho o horário destinado ao tratamento. O reconhecimento como pessoa com deficiência necessita ser trabalhado entre órgãos governamentais e não governamentais, sociedade e pacientes, para que possam usufruir de políticas de inclusão e mercado de trabalho. A dificuldade de acesso a informações, a insuficiência da legislação vigente, a incapacidade e o despreparo dos empregadores em reconhecer a deficiência dos renais, são alguns fatos que refletem o lento avanço de implementação ou mudanças nas políticas públicas que corroborem para a inserção destes no mercado de trabalho.
Abstract: This paper deals with the theme of Public Policies for Inclusion. This study aims to analyze the possible barriers and challenges encountered by chronic renal patients undergoing hemodialysis in the insertion in the labor market. Specifically, to identify them from the perspective of the subjects, to discuss the implications and difficulties that recognition as person with disabilities brings to public policies of inclusion and the labor market. To support this analysis, current laws were used, authors who problematize the struggle for recognition as Charles Taylor and the issue of Human Rights. It is a qualitative research, of the bibliographic and documentary. Field research was also used to understand the subjects’ perception. Six (6) renal patients participated who were interviewed through semi- structured interviews, but at the end of the research, five participants remained.. Information collection was collected between August and November 2019. For the development of this research, data triangulation was applied for analysis. It was concluded that the subjects show some disbelief as to the possibility of acquiring rights, presenting as a barrier to the insertion in the labor market the time allocated to the treatment. Recognition as a person with disabilities needs to be worked on between governmental and non-governmental bodies, society and patients, so that they can enjoy inclusion and labor market policies. The difficulty of accessing information, the insufficiency of the current regislation,the incapacity and the unpreparedness of employers to recognize the deficiency of kidney, are some facts that reflect the slow progress of implementation or changes in public policies that corroborate their insertion in the market of work.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/49851
metadata.dc.type: TCC
Appears in Collections:GESTÃO DE POLÍTICAS PÚBLICAS - Monografias

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_tcc_ctribeiro.pdf624,65 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.