Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/49686
Title in Portuguese: Achados na ultrassonografia combinada ao doppler colorido comparados ao diagnóstico histopatológico de carcinoma de mama
Title: Color doppler combined ultrasound findings compared to histopathological diagnosis of breast carcinoma
Author: Cruz, Maria de Fátima Saraiva Gonçalves
Advisor(s): Eleutério Junior, José
Keywords: Neoplasias da Mama
Ultrassonografia
Ultrassonografia Doppler em Cores
Issue Date: 16-Dec-2019
Citation: CRUZ, M. F. S. G. Achados na ultrassonografia combinada ao doppler colorido comparados ao diagnóstico histopatológico de carcinoma de mama. 2019. 62 f. Dissertação (Mestrado em Patologia) - Faculdade de Medicina, Universidade Federal do Ceará, 2019.
Abstract in Portuguese: O câncer de mama é um tipo de câncer que mais acomete as mulheres em todo o mundo, tanto em países em desenvolvimento quanto em países desenvolvidos. A angiogênese desempenha um importante papel no desenvolvimento e progressão do câncer, incluindo o câncer de mama. A ultrassonografia mamária tem sido considerada um efetivo método complementar à mamografia no rastreamento do câncer de mama. Para melhorar o valor preditivo positivo, podem ser incluídos no exame ultrassonográfico o Doppler colorido, para identificar a presença de vasos tumorais e classificá-los quanto à sua distribuição e morfologia. Esse método é usado largamente para a avaliação da vascularidade nas lesões mamárias, porém não existe até o presente momento, uma padronização de critérios na avaliação ao Doppler para classificação de malignidade ou benignidade. Foi realizado estudo de corte transversal com um total de 115 mulheres, atendidas no ambulatório de Mastologia da Maternidade Escola Assis Chateaubriand, no período de setembro de 2018 a agosto de 2019. Os nódulos classificados como BI-RADS4 ou 5 foram biopsiados por meio da core biopsy. Dos 115 nódulos biopsiados, 27 foram malignos e 88 benignos. O objetivo do estudo foi identificar características ultrassonográficas associadas ao Doppler colorido em casos comprovados de câncer de mama e evidenciar se há critérios no estudo da vascularização interna da lesão que se associe ao diagnóstico histológico positivo para câncer de mama. Em relação à presença ou ausência de vascularização interna nos nódulos, houve uma associação significante com diagnóstico de malignidade (p= 0,012). No total de 27 nódulos malignos, 61% exibiram vascularização interna. O estudo mostrou uma elevada sensibilidade (96%) e baixa especificidade (56%). O valor preditivo positivo de 40% e o valor preditivo negativo de 98%. Na análise multivariada, com as variáveis do tipo distribuição da vascularização interna, a presença de distribuição central apresentou uma odds ratio (OR) de 13,58 (3,96-46,51) (p<0,001). Já para a presença de vascularização de distribuição periférica, o OR foi de 5,96 (1,53 - 23,24) (p:0,01). Na análise multivariada da variável morfologia do vaso interno dos nódulos, o tipo penetrante mostrou associação significativa com o diagnóstico histopatológico positivo (OR: 23,19 [7,07-75,99], p< 0,001). No que diz respeito à análise da curva espectral no presente estudo, observou-se que as lesões com resultado histopatológico positivo para malignidade apresentaram índice de resistência (IR), índice de pulsatilidade (IP) e pico sistólico mais elevados quando avaliados pelo teste de Mann-Whitney, com p <0,0001. Os resultados do presente estudo demonstram que se pode identificar características ultrassonográficas combinadas ao Doppler colorido em casos comprovados histopatologicamente de câncer de mama.
Abstract: Breast cancer is a type of cancer that most affects women worldwide, in both developing and developed countries. Angiogenesis plays an important role in cancer development and progression, including breast cancer. Breast ultrasound has been considered an effective complementary method to mammography in breast cancer screening. To improve the positive predictive value, color Doppler may be included in the ultrasound examination to identify the presence of tumor vessels and to classify them for their distribution and morphology. This method is widely used for the evaluation of vascularity in breast lesions, but there is no standardization of criteria in the Doppler evaluation to classify malignancy or benignity. A cross-sectional study was performed with a total of 115 women, treated at the Assis Chateaubriand Maternity Mastology Outpatient Clinic, from September 2018 to August 2019. Nodes classified as BI-RADS 4 or 5 were biopsied by core biopsy. Of the 115 biopsied nodules, 27 were malignant and 88 benign. The aim of the study is to identify sonographic features associated with color Doppler in proven breast cancer cases and to show whether there are criteria in the study of the internal vascularization of the lesion that is associated with a positive histological diagnosis for breast cancer. Regarding the presence or absence of internal vascularization in the nodules, there was a significant association with a diagnosis of malignancy (p = 0.012). Of the 27 malignant nodules, 61% had internal vascularization. The study showed high sensitivity (96%) and low specificity (56%).The positive predictive value of 40% and the negative predictive value of 98%. In the multivariate analysis, with the variables of internal vascularization distribution type, the presence of central distribution presented an odds ratio (OR) of 13.58 (3.96-46.51) (p <0.001). For the presence of peripheral distribution vascularization, the OR was 5.96 (1.53 - 23.24) (p: 0.01). In the multivariate analysis of the nodule internal vessel morphology variable, the penetrating type showed a significant association with positive histopathological diagnosis (OR: 23.19 [7.07-75.99], p <0.001). Regarding the analysis of the spectral curve in the present study, it was observed that lesions with positive histopathological results for malignancy presented higher resistance index (RI), pulsatility index (PI) and systolic peak when evaluated by the Mann test. -Whitney, with p <0.0001. The results of the present study demonstrate that one can identify characteristics ultrasound combined with color Doppler in histopathologically proven cases of breast cancer.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/49686
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:DPML - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_dis_mfsgcruz.pdf3,04 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.