Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/49478
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorMenezes, Léia Cruz de-
dc.contributor.authorDanfá, Abdulai-
dc.date.accessioned2020-01-21T20:21:21Z-
dc.date.available2020-01-21T20:21:21Z-
dc.date.issued2019-
dc.identifier.citationMENEZES, Léia Cruz de; DANFÁ, Abdulai. Uma análise retórico-linguística do discurso de proclamação da independência da Guine-Bissau. Revista de Letras, Fortaleza, n. 38, v. 2, jul./dez. 2019.pt_BR
dc.identifier.issn2358-4793-
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/49478-
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.publisherRevista de Letras UFCpt_BR
dc.subjectLinguisticapt_BR
dc.subjectLinguagempt_BR
dc.subjectDiscursopt_BR
dc.titleUma análise retórico-linguística do discurso de proclamação da independência da Guine-Bissaupt_BR
dc.typeArtigo de Periódicopt_BR
dc.description.abstract-ptbrA partir da proposta de Menezes (2006, 2011) de estudo das expressões linguísticas modalizadoras deônticas na construção da argumentação em discursos políticos, empreendemos análise retórico-linguística dos modos de atuação das expressões deônticas constitutivas do discurso de proclamação da independência da Guiné-Bissau. Tendo em vista a missão da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (UNILAB), como instituição de ensino internacional, valorizamos o debruçar-se sobre os textos entendidos como marcos históricos dos países que habitam a UNILAB, sob os mais diversos vieses. Entendemos que o estudo deste documento histórico sob o ponto de vista retórico-linguístico auxilia às reflexões acerca do próprio conceito de nação guineense, construído linguisticamente no discurso de proclamação da independência. Analisamos a íntegra do discurso de independência da Guiné-Bissau com base nos parâmetros “alvo” e “fonte” dos valores semânticos deônticos instaurados no discurso, bem como consideramos as partes constitutivas do discurso conforme delineadas pela retórica a fim de compreendermos os efeitos de sentido gerados pelas expressões linguísticas modalizadoras deônticas na construção da argumentação. Constatamos, ao longo de um discurso de sete páginas, a presença de vinte e nove expressões modalizadoras deônticas, localizadas nas partes do discurso destinadas à apresentação de provas e ao epílogo, cuja fonte emana de valores morais como a lealdade e que constroem um conceito de nação independente do julgo colonial que só alcançou e manterá tal configuração se mantiver estrutura monopartidária.pt_BR
dc.title.enA rhetoric-linguistic analysis of Guinea-Bissau's independence speech proclamationpt_BR
Appears in Collections:DLV - Artigos publicados em revistas científicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_art_lcmenezes.pdf202,05 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.