Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/49373
Title in Portuguese: A cultura masculina e sua influência na soropositividade pelo HIV à AIDS
Author: Pinheiro, Patrícia Neyva da Costa
Advisor(s): Vieira, Neiva Francenely Cunha
Keywords: Infecções por HIV
Comportamento Sexual
AIDS
Issue Date: 2005
Citation: PINHEIRO, P. N. da C. A cultura masculina e sua influência na soropositividade pelo HIV à AIDS. 2005. 105 f. Tese (Doutorado em Enfermagem) - Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2005.
Abstract in Portuguese: Durante duas décadas de convivência com o vírus da AIDS, constatamos mudanças no cenário desta pandemia, principalmente em relação à população diretamente atingida. A princípio, existiam os grupos de risco, mas estes foram substituídos pelos comportamentos de risco, e então toda a população passou a ser vulnerável, tendo em vista que a vulnerabilidade engloba o contexto social, cultural e político no qual fazemos parte. Em meio à dinâmica dessa pandemia encontramos um aumento no número de casos de AIDS na população heterossexual, em especial, na feminina cuja vulnerabilidade está diretamente atrelada à contaminação masculina. Conscientes da necessidade de trabalhar com os homens heterossexuais a fim de contribuir na prevenção da AIDS, objetivamos investigar no universo masculino os valores, percepções, mitos e crenças ante a soropositividade pelo HIV à AIDS. Na crença de que o estudo da cultura masculina, assim como de outras culturas, necessitam de embasamento teórico acerca dos aspectos que envolvem a cultura propriamente dita, decidimos buscar luz nas informações de glguns estudiosos, como Hammersley e Atkinson (1994), Spradley (1980), Schawartzman (1993), Jonhson (1990), Geertz (1989, 1997, 2001) e Leininger (2001). Fundamentadas na etnografia e intencionadas a contribuir para a prática do cuidado cultural na enfermagem utilizamos a Etnoenfermagem com seus passos para a coleta e análise dos dados, destacando o uso do modelo O-P-R (Observação, participação e-reflexão) que foi fundamental no desenvolvimento do nosso estudo realizado no contexto hospitalar e domicjliar, onde se encontravam os homens heterossexuais. Como resultado de um processo lento e exaustivo de coleta e análise dos dados, que durou aproximadamente 17 meses construímos as seguintes categorias oriundas do universo masculino: a infidelidade, a visão do H1V, a percepção masculina acerca das mulheres e o comportamento sexual masculino que associadas entre si, ou não, representaram aspectos influenciadores no modo de ver o mundo e de agir destes homens. Constatamos a partir dos dados que os elementos culturais que deram origem às categorias do nosso estudo contribuíram para a não valorização do sexo seguro, aumentando a vulnerabilidade masculina em relação ao H1V e atuando como potencializadores para elevar o risco de contaminação pelo HIV na família. Ao refletirmos acerca dos achados, consideramos ser necessário o desenvolvimento de trabalhos voltados para a prevenção junto às famílias, escolas, unidades de saúde e meios de comunicação de massa, tendo a enfermagem, em seus vários campos de atuação, a possibilidade de orientar os homens, através cie mensagens culturais de seu universo, para a prevenção do HIV/AIDS.
Abstract: During two decades of coexistence with the vírus of AIDS, we verified changes in the scenery of thís pandemic, mainly in relatíon to the population directly reached. At first, the risk groups existed, but these were substituted by the risk behaviors, and then the whole population started to be vulnerable, tends in view that the vulnerability includes the context social, cultural and political in which we are pari. Amid the dynamics of that pandemic we found an increase in the number of cases of AIDS in the heterosexual population, especíalíy, in the feminine whose vulnerability is directly harnessed to the masculino contamination. Conscious of the need to work with the heterosexual men in order to contribute in the prevention of AIDS, we aimed at to investigate in the masculine universe the values, perceptions, myths and faiths before the positive serum for HIV to AIDS. In the faith that the study of the masculine culture, as well as of other cultures, they need theoretical basement concerning the aspects that involve the culture, we decided to look for elucidation in the Information of some studious, like Hammersley and Atkinson (1994), Spradley (1980), Schawartzman (1993), Jonhson (1990), Geertz (1989, 1997, 2001) and Leininger (2001). Based in the ethnography and deliberate to contribute for the practice of the cultural care in the nursing we used ethnic-nursing with their steps for the. collection and analysis of the data, detaching the use of the model THE-P-R (Observation, participation and reflection) that was fundamental in the development of our study accomplished in the hospital and home context, where they were the heterosexual men. As a result of a slow and exhausting process of collect and analysis of the data, that it lasted approximately 17 months (we) built the followíng categories originated from the masculine universe: the infidelity, the vision of HIV, the masculine perception concerning the women and the masculine sexual behavior that associated amongst themselves, or no, they represented aspects that have influence on the way of seeing the world and of actirig of these men. We verified starting from the data that the cultural elements that created the categories of our study contributed for the non-valorization of the safe sex, increasíng the masculine vulnerability in relatíon to HIV and acting as potentiality to elevate the risk of contamination for HIV in the family. To the we contemplate concerning the discoveries, we considered to be necessary the development of works returned for the prevention close to the families, schools, units of health and broadcastings, having to the nursing, ín their several fields of performance, the possibility to guide the men, through cultural messages of their universe, for the prevention of HIV/AIDS.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/49373
metadata.dc.type: Tese
Appears in Collections:DENF - Teses defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2005_tese_pncpinheiro.pdf5,6 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.