Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/48420
Title in Portuguese: Experiências adversas na infância das mães e a correlação com o vínculo materno de crianças assistidas numa instituição de primeira infância
Author: Menescal, João Vicente
Advisor(s): Leite, Álvaro Jorge Madeiro
Keywords: Transtorno da Fluência com Início na Infância
Comportamento Materno
Issue Date: 31-Jul-2018
Citation: MENESCAL, J. V. Experiências adversas na infância de mães e a correlação com o vínculo materno de crianças assistidas numa instituição de primeira infância. 2018. 77 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Saúde da Mulher e da Criança) - Faculdade de Medicina, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2018
Abstract in Portuguese: A ideia de fatos experienciados nos primeiros anos da infância possa influenciar a condição de saúde e psicossocial na vida adulta é uma episteme da ciência atual. Tais experiências na infância podem ser favoráveis ou adversas. Esse estudo objetiva estimar a associação entre as experiências adversas na infância das mães e as habilidades/capacidades no vínculo materno com seus filhos na idade de 0 a 5 anos e 11 meses. O presente estudo de caráter transversal foi constituído em uma única entrevista com aplicação de questionários padronizados, com as mães (biológicas) decriançasassistidas numa instituição. A avaliação dos dados coletados utilizou testes estatísticos para averiguar associações significativas entre as variáveis experiências adversas na infância das mães e habilidades/capacidades no vinculo materno. Foram encontradas associações significativas entre o número de experiências adversas na infância das mães e as habilidades/capacidades relacionadas com o vínculo materno nos aspectos de controle e pressão no papel social materno. O estudo refere à importância do diálogo entre mães e filhos, para minimizar as interferências das experiências adversas na infância para a vida adulta da criança.
Abstract: The idea of facts experienced in early childhood can influence the health and psychosocial condition in adult life is an episteme of current science. Such childhood experiences can be either favorable or adverse. This study aims to estimate the association between adverse experiences in the mothers' childhood and the abilities / capacities in the maternal bond with their children at the age of 0 to 5 years and 11 months. The present cross - sectional study consisted of a single interview with the application of standardized questionnaires, with the (biological) mothers of children assisted in an institution.The evaluation of the data collected used statistical tests to ascertain significant associations between the variables adverse experiences in the mothers' childhood and abilities / capacities in the maternal bond. Significant associations were found between the number of adverse experiences in the mothers' childhood and the abilities / capacities related to the maternal bond in the aspects of control and pressure in the maternal social role. The study refers to the importance of dialogue between mothers and children, to minimize the interference of adverse experiences in childhood to the adult life of the child.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/48420
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:MPSMC - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_dis_jvmenescal.pdf1,27 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.