Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/4786
Title in Portuguese: Análise retrospectiva de aspectos clínico-epidemiológicos de infecções respiratórias agudas virais em crianças atendidas em um serviço de emergência de um hospital terciário de Fortaleza
Title: Retrospective analysis of clinical and epidemiological aspects of acute viral respiratory infections in children attending an emergency department of a tertiary hospital of Fortaleza
Author: Arruda, Mariana Oliveira
Advisor(s): Moura, Fernanda Edna Araújo
Co-advisor(s): Sidrim, José Júlio Costa
Keywords: Infecções Respiratórias
Vírus respiratórios
Epidemiologia
Issue Date: 2011
Citation: ARRUDA, M. O. Análise retrospectiva de aspectos clínico-epidemiológicos de infecções respiratórias agudas virais em crianças atendidas em um serviço de emergência de um hospital terciário de Fortaleza. 2011. 117 f. Dissertação (Mestrado em Microbiologia Médica) - Faculdade de Medicina. Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2011.
Abstract in Portuguese: As infecções respiratórias agudas (IRA) são importantes causas de morbidade e mortalidade em todo o mundo, acometendo principalmente crianças menores de cinco anos de idade. Essas infecções podem ser causadas por diferentes microrganismos, porém os vírus são os mais frequentes. Esse estudo teve como objetivo descrever aspectos clínicos e epidemiológicos de IRA de etiologia viral em crianças de zero a 12 anos de idade atendidas em serviço de emergência de um hospital terciário da cidade de Fortaleza-CE, no período de janeiro de 2007 a dezembro de 2008. Para tanto foram coletadas 1318 amostras de secreção de nasofaringe das crianças. As amostras foram submetidas à técnica de imunofluorescência indireta para detecção dos seguintes vírus respiratórios: vírus sincicial respiratório (VSR), metapneumovírus humano (MPVh), adenovírus, influenza A e B e parainfluenza 1, 2 e 3. Os resultados desse estudo mostraram que pelo menos um vírus respiratório foi detectado em 383 (29,1%) amostras. O vírus mais prevalente foi o VSR (44,4%), tendo o mesmo apresentado um padrão de sazonalidade definido, com associação a estação chuvosa. A co-infecção ocorreu em 12 (3,1%) amostras e o VSR foi o mais frequentemente associado. A média de idade dos pacientes foi de 23 meses e não houve associação entre o gênero desses pacientes e a positividade dos exames, apesar da maioria das crianças serem do sexo masculino. Entre os diagnósticos clínicos de etiologia viral, houve predomínio de infecção da via aérea superior (IVAS) (51,2%), e em relação ao diagnóstico específico das infecções da via aérea inferior (IVAI), destacou-se a pneumonia. Portanto, os resultados desse estudo ressaltam a importância dos vírus como causadores de IRA em crianças na cidade de Fortaleza, com as maiores taxas ocorrendo entre os meses de março a junho, diferenciando-se da região Sul do país, onde as maiores taxas são encontradas nos meses de julho a outubro.
Abstract: Acute respiratory infections (ARI) are important causes of morbidity and mortality worldwide, affecting mainly children under five years old. These infections can be caused by different organisms, but viruses are the most frequent. This study aimed to describe clinical and epidemiological aspects of viral ARI in children 0-12 years of age treated in the emergency department of a tertiary hospital in the city of Fortaleza, from January 2007 to December 2008. Therefore, we collected 1318 samples of nasopharyngeal secretions of children. The samples were subjected to indirect immunofluorescence for detection of the following respiratory viruses: respiratory syncytial virus (RSV), human metapneumovirus (hMPV), adenovirus, influenza A and B and parainfluenza 1, 2 and 3. The results of this study showed that at least one respiratory virus was detected in 383 (29.1%) samples. The most prevalent virus was RSV (44.4%), and presented the same seasonal pattern of a defined association with the rainy season. Co-infection occurred in 12 (3.1%) samples and RSV was the most frequently associated. The average age of patients was 23 months and there was no association between gender of these patients and positivity of the tests, although most children were male. Among the clinical diagnoses of viral etiology, there was predominance of upper respiratory infection diseases (URID) (51.2%), and in relation to the specific diagnosis of the lower respiratory infections diseases (LRID), stood out pneumonia. Therefore, the results of this study highlight the importance of viruses as causes of ARI in children in Fortaleza, with the highest rates occurring between the months March to June, differing from the southern region, where the highest rates are found in the months from July to October.
Description: ARRUDA, Mariana Oliveira.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/4786
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:DPML - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2011_dis_moarruda.pdf1,53 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.