Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/47831
Title in Portuguese: Efeito da eletroacupuntura na periodontite experimental em ratos com artrite reumatoide
Author: Gusmão, Jonas Nogueira Ferreira Maciel
Advisor(s): Gondim, Delane Viana
Keywords: Artrite Reumatoide
Periodontite
Eletroacupuntura
Reabsorção Óssea
Citocinas
Issue Date: 27-Sep-2019
Citation: GUSMÃO, J. N. F. M. Efeito da eletroacupuntura na periodontite experimental em ratos com artrite reumatoide. 2019. 76 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Morfofuncionais) - Faculdade de Medicina, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2019.
Abstract in Portuguese: Artrite reumatoide (AR) e periodontite são doenças inflamatórias crônicas e progressivas. Estudos demonstram a associação entre essas duas condições por vias ambientais, genéticas e imunológicas. A eletroacupuntura (EA) tem demonstrado efeitos anti-inflamatórios no tratamento da periodontite experimental (PE) e da AR. O objetivo deste estudo foi avaliar os efeitos da EA no desenvolvimento e progressão da PE em ratos com AR. Ratos Wistar foram divididos em sete grupos experimentais (n = 6): (1) Grupo C (controle); (2) Grupo AR (animais com AR); (3) Grupo AR / EA (animais com AR e tratados com EA); (4) grupo PE (PE); (5) Grupo PE / EA (animais com PE e tratados com EA); (6) Grupo PE / AR (animais artríticos com PE); e (7) Grupo AR / PE / EA (animais artríticos com PE e tratados com EA). No dia 0. Os animais do grupo AR receberam injeção subcutânea de colágeno bovino tipo II (CII) emulsionada em adjuvante incompleto de Freund (IFA) na base da cauda. No dia 07, foi administrada uma dose de reforço de CII com IFA. No dia 28, nos grupos PE, a periodontite foi induzida por uma ligadura ao redor do segundo molar superior esquerdo, que permaneceu em posição por 11 dias. A EA foi iniciada com CII + IFA um dia antes da injeção de reforço e a cada três dias até o final do protocolo experimental (dia 36). Todos os animais foram eutanasiados 39 dias após o início da AR experimental. Os maxilares foram removidos e vários parâmetros foram avaliados: (1) análise macroscópica da perda óssea alveolar; (2) análise histomorfométrica para quantificação da perda óssea na área de furca; e (3) imunoistoquímica para interleucinas (IL) -6 e -17 e fator nuclear (NF) -κB no ligamento periodontal. O tecido gengival ao redor do segundo molar superior foi coletado para quantificação da IL-1β. O edema da pata e o limiar nociceptivo foram mensurados através de plestimometria e uso de analgesímetro digital, respectivamente. As análises histomorfométricas e macroscópicas mostraram que não houve diferenças significativas entre os grupos Controle e PE/ EA. O tratamento com EA não reduziu a perda óssea no grupo AR / PE. Os grupos tratados com EA apresentaram menor imunoexpressão de IL-6 e IL-17, enquanto que a imunomarcação de NF-κB foi significativamente menor apenas nos animais do grupo AR / PE. O tratamento com EA reduziu significativamente os níveis de IL-1β nos tecidos gengivais apenas na presença de PE. Dentro dos limites do presente estudo, pode-se concluir que a EA reduz parâmetros inflamatórios, mas não a perda óssea alveolar, na PE em ratos artríticos.
Abstract: Rheumatoid arthritis (RA) and periodontitis are chronic and progressive inflammatory diseases. Studies show the association between these two conditions by environmental, genetic and immunological way. Electroacupuncture (EA) has shown anti-inflammatory effects on experimental periodontitis (EP) and RA. The purpose of this study was to evaluate the effects of EA on the development and progression of experimental periodontitis (EP) in rats with RA. Wistar rats were divided into seven experimental groups (n = 6): (1) Group C (control); (2) Group RA (animals with RA); (3) Group RA/EA (animals with RA and treated with EA); (4) Group EP (EP); (5) EP/EA Group (EP and EA-treated); (6) EP/RA Group (arthritic animals with EP); and (7) RA/EP/EA Group (EP and EA-treated arthritic animals). On day 0 in the RA groups, RA induced subcutaneous injection of bovine collagen type II (CII) emulsified in incomplete Freund's adjuvant (IFA) into the base of the tail. On day 07, a booster dose of CII with IFA was administered. On day 28, in the EP groups, periodontitis was induced by a ligature around the left upper second molar, which remained in position for 11 days. EA was started one day before the booster injection with CII + IFA and every three days until the end of the experimental protocol (36th day). All animals were euthanized 39 days after the onset of experimental RA. The maxillae were removed, and several parameters were evaluated: (1) macroscopic analysis of alveolar bone loss; (2) histomorphometric analysis for quantification of furcation bone loss; and (3) immunohistochemistry for interleukins (IL)-6 and -17 and nuclear factor (NF)-κB in periodontal tissues. Gingival tissue around the second upper molar was collected for the quantification of IL-1β. Paw edema and nociceptive threshold were measured by plestimometer and digital analgesimeter, respectively. Histomorphometric and macroscopic analyses showed that there were no significant differences between the Control and EP/EA groups. Treatment with EA did not reduce alveolar bone loss in the RA/EP group. The groups treated with EA showed reduced IL-6 and -17 immunolabeling, while NF-κB was observed only in the animals of the RA/EP group. EA treatment caused a significant reduction in IL-1β levels in gingival tissue only in the presence of EP. Within the limits of the present study, it can be concluded that EA reduces the inflammatory parameters, but not alveolar bone loss, in EP in arthritic rats.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/47831
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:DMO - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_dis_jnfmgusmão.pdf723,22 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.