Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/47736
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorRibeiro, Ana Paula de Medeiros-
dc.contributor.authorCarvalho, Alanna Oliveira Pereira-
dc.date.accessioned2019-11-14T12:13:36Z-
dc.date.available2019-11-14T12:13:36Z-
dc.date.issued2019-
dc.identifier.citationCARVALHO, Alanna Oliveira Pereira. Avaliação da práxis docente como contributo à melhoria profissional: o desafio de avaliar quem sempre avalia. 2019. 317f. - Tese (Doutorado) - Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-graduação em Educação, Fortaleza(CE), 2019.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/47736-
dc.description.abstractIn recent years, educational evaluation has been curtailed, for assignments that sometimes hinder the scope of your fundamental goal: to assist in effective decision-making about concrete changes in the Brazilian educational reality. Due to that deviation, the assessment becomes discredited by some of the main actors in the field. The discussions around educational policy and its reach given large-scale assessment results propose a more specific view towards the role of the teacher. Students performance in the results of large scale assessment may reflect, most of times, teachers' performance. By believing in this regard, some initiatives of teacher training policies are being developed in Brazil in recent decades, to assist them in improving theory and practice. However, although they have been viewed, in recent years, positive points in this initiative indirectly that reaches the potential problems of teaching practice can leave gaps in the identification of factors that can provide greater methodological-theoretical security in the performance of the teacher. Given that, the present work aims investigate the understanding of teacher evaluation by teachers from the early years of elementary school, starting from subjective factors of the teaching profession, associated with the desires and needs of these teachers in the analysis of their practice, estimating reflection and improvement. Conceiving reflection-action-reflection in teacher’s practice, assessing their performance must resound in their daily decision-making process. Thus, the the thesis of this study was: the teaching evaluation, whose purpose is the teaching autonomy-to reflect on its practice, when drawn from the own desires and needs of the teacher, reveals itself as a proposal capable of having greater acceptance and responding The performance of the educator. Starting from the bibliographical and documental researches, we will seek the theoretical fundaments of authors such as Fernandes (2008), Gatti (2013) and Wise (1984), in regard to assessment of teaching practice; Libâneo (1998), Pimenta (1999) and Tardif (2002) in what concerns teacher formation and knowledge; as well as the legal approach given by the Law 9.394/1996, Lei de Diretrizes e Bases da Educação (Brazilian Education Guidelines and Bases), the Diretrizes Curriculares Nacionais para a Formação Inicial e Continuada (National Curriculum Parameters for the initial and further formation) – Normative Resolution 2/2015, among other authors and legislations. In what concerns qualitative nature, this study adopts the phenomenological approach to investigate and analyse data, with emphasis in the heideggerian philosophy, which is essential in finding out that which is revealed in oneself from the subjects that live it. The subjects investigated in this research were teachers in public schools from the starting years of the secondary school in Horizonte/CE. The observation and the interviews in two-step were used as data collection techniques – pre-analysis and analysis of the concepts. The study pointed out aspects that may better guide and serve as a basis for the design of an evaluation of the teaching practice, permeated by the understanding of the teacher being from the vision of his pedagogical praxis.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectAvaliação docentept_BR
dc.subjectEnsino-aprendizagempt_BR
dc.subjectPráxis pedagógicapt_BR
dc.titleAvaliação da práxis docente como contributo à melhoria profissional: o desafio de avaliar quem sempre avaliapt_BR
dc.typeTesept_BR
dc.description.abstract-ptbrA avaliação educacional vem sendo cerceada, nos últimos anos, por atribuições que, às vezes, prejudicam o alcance do seu objetivo fundamental: o de auxiliar na tomada de decisões efetivas sobre mudanças concretas na realidade educacional brasileira. Com isso, a avaliação se torna desacreditada por alguns dos seus principais atores. As discussões em torno das políticas educacionais e o seu alcance gerado pelos resultados das avaliações em larga escala propõem uma visão mais específica ao trabalho do professor. Os resultados das avaliações em larga escala, a partir do desempenho do aluno, muitas vezes, predizem o desempenho do professor. Por acreditar nessa relação, algumas iniciativas de políticas de formação de professores estão sendo desenvolvidas no Brasil nas últimas décadas, a fim de auxiliá-los no aprimoramento da teoria e da prática. Entretanto, embora tenham sido visualizados, nos últimos anos, pontos positivos nessa iniciativa, a forma indireta com que se chega aos possíveis problemas da prática docente pode deixar lacunas na identificação de fatores que efetivamente possam fornecer maior segurança teórico-metodológica na atuação do professor. Diante disso, o presente estudo teve como objetivo principal investigar o entendimento de avaliação docente pelos professores dos anos iniciais do Ensino Fundamental, partindo de fatores subjetivos da profissão docente associados aos próprios anseios e necessidades desses professores na análise sobre sua prática, estimando a reflexão e o aprimoramento. Concebendo a reflexão-ação-reflexão na prática docente, a avaliação do desempenho desse ator deve repercutir nas tomadas de decisão que se inserem na sua práxis. Desse modo, a tese deste estudo foi: “A avaliação docente, cuja finalidade seja a autonomia docente – refletir sobre a sua prática, quando desenhada a partir dos próprios anseios e necessidades do professor –, revela-se como uma proposta capaz de ter maior aceitação e de responder positivamente ao desempenho do educador”. A partir da pesquisa bibliográfica e documental, buscaram-se como fundamento teórico autores como: Fernandes (2008b), Gatti (2013) e Wise (1984), os quais amparam os argumentos sobre a avaliação docente; Libâneo (1998), Pimenta (1999) e Tardif (2002), no tocante aos saberes e à formação docente; e, por fim, um aparato legal, como a Lei nº 9.394/1996, Lei de Diretrizes e Bases da Educação, as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Formação Inicial e Continuada, Resolução nº 2/2015, dentre outros autores e legislações. De natureza qualitativa, o presente estudo teve o método fenomenológico adotado como opção de investigação e de análise de dados, com ênfase na filosofia heideggeriana, que se faz essencial no percurso de descobrir aquilo que se revela em si a partir dos sujeitos que a vivenciam. Os investigados foram professores da rede pública dos anos iniciais do Ensino Fundamental do município de Horizonte, Ceará. Foram utilizadas como técnicas de coleta de dados a observação e a entrevista em duas etapas – pré-análise e análise dos conceitos. O estudo apontou aspectos que podem melhor nortear e servir de base para o desenho de uma avaliação da prática docente, permeada pelo entendimento do ser professor a partir da visão de sua práxis pedagógica.pt_BR
Appears in Collections:PPGEB - Teses defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_tese_aopcarvalho.pdf5,32 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.