Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/47647
Title in Portuguese: Anastrozol aumenta as alterações deletérias em fêmures, seguidas em reabsorção óssea alveolar de ratas ovariectomizadas
Author: Melo, Iracema Matos de
Sarte, Marina Fiuza
Forte, Tereza Cristina Marques
Kurita, Bianca Moreira
Lima, Vilma
Keywords: Reabsorção óssea
Estrógeno
Anastrozol
Issue Date: 2016
Publisher: Universidade Federal do Ceará
Citation: MELO, Iracema Matos de et al. Anastrozol aumenta as alterações deletérias em fêmures, seguidas em reabsorção óssea alveolar de ratas ovariectomizadas. Revista Encontros Universitários da UFC, Fortaleza, v. 1, n. 1, 2016. (Encontro de Pesquisa e Pós-Graduação, 9).
Abstract in Portuguese: O osso é um tecido dinâmico sujeito a diversos fatores sistêmicos e locais, o que resulta em resposta inflamatória e reabsorção óssea, comum na menopausa por deficiência estrogênica, e na periodontite, respectivamente. O anastrozol (ANA), um inibidor da aromatase utilizado na terapia do câncer de mama, tem mostrado efeitos deletérios no osso. Assim, buscou-se avaliar o ANA em fêmures de ratas ovariectomizadas (OVX) e na reabsorção óssea alveolar induzida (ROA). Para tanto, no dia 0, 49 ratas Wistar foram falso-OVX (F-OVX) ou OVX. Em 7 d, a ROA foi induzida por ligadura (náilon 3.0) do 2° molar superior esquerdo, e contralateral como controle. As ratas OVX receberam v.o. água destilada (NT) ou ANA (0,02, 0,1 e 0,5 mg/kg) diariamente por 28 d, quando foram eutanasiadas. Amostras de sangue foram obtidas nos dias 0 e 28 para dosagem de estradiol (pg/ml). O fêmur foi analisado por histologia (escores). O periodonto foi analisado por dosagem da atividade de mieloperoxidase (MPO; Ux1000/mg), macroscopia (mm2) e histometria (mm2). Resultados: OVX reduziu (p<0,05) os níveis séricos de estradiol em relação a ambos os valores controles (Normal=29,1±7,8; F-OVX=29,7±3,1; NT=16,8±1,1), não promoveu alterações no fêmur dos animais [F-OVX=0(0-0); NT=0(0-1)], bem como não aumentou a MPO (F-OVX=1,5±0,1; NT=1,7±0,2) e ROA por macroscopia (F-OVX=4,8±0,2; NT=5,2±0,2) ou histometria (F-OVX=32,0±3,8; NT=31,8±4,8). ANA diminuiu (p<0,05) os níveis de estradiol em relação aos de animais NT (ANA 0,5=6,1±0,7) e promoveu alterações significantes no fêmur desses animais [ANA 0,5=3(2-3)]. ANA aumentou a MPO (ANA 0,5=2,5±0,3) e, embora não tenha aumentado a ROA vista por histometria (ANA=31,4±3,9), aumentou a ROA na análise macroscópica (ANA 0,5=6,3±0,5). Conclusão: Além da OVX, a redução química dos níveis de estradiol induzida pelo ANA aumentou a inflamação e maiores alterações ósseas nos fêmures, seguidas de maior reabsorção óssea alveolar em ratas OVX. Apoio: CAPES; CNPq.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/47647
metadata.dc.type: Resumo
Appears in Collections:EPPG - Resumo de trabalhos apresentados em eventos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2016_resumo_eve_immelo.pdf52,25 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.