Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/47473
Title in Portuguese: Prevalência e fatores associados à violência interpessoal sofrida pela população adulta do cearácom foco no agressor desconhecido
Author: Borges, Kelvia Maria Oliveira
Advisor(s): Macena, Raimunda Hermelinda Maia
Keywords: Epidemiologia
Exposição à Violência
Autorrelato
Issue Date: 29-Aug-2019
Citation: BORGES, K. M. O. Prevalência e fatores associados à violência interpessoal sofrida pela população adulta do cearácom foco no agressor desconhecido. 2019. 105 f. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Faculdade de Medicina, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2019.
Abstract in Portuguese: Introdução: A violência interpessoal (VIP) é um evento de elevado impacto epidemiológico por suas graves consequências sociais, financeiras e nos indicadores de saúde. Objetivo: Descrever a prevalência e identificar os fatores associados ao autorrelato de violência interpessoal sofrida na população adulta do Ceará no ano de 2013. Métodos: Estudo seccional, realizado a partir de dados secundários da Pesquisa Nacional de Saúde de 2013, sendo consideradas 2.900 entrevistas domiciliares e 2.560 individuais dos adultos selecionados no Ceará. Para estimar a prevalência de VIP foi criada uma variável a partir das questões: Nos últimos 12 meses, o (a) sr. (a) sofreu alguma violência ou agressão de pessoa desconhecida (como bandido, policial, assaltante etc.)? E/ou nos últimos 12 meses, o (a) sr. (a) sofreu alguma violência ou agressão de pessoa conhecida (como pai, mãe, filho (a), cônjuge, parceiro (a), namorado (a), amigo (a), vizinho (a))? O banco foi padronizado através do SPSS® versão 20, por meio do módulo survey analisys. Associações e estimativas da razão de chances prevalentes foram calculadas excluindo os casos em que a violência sofrida foi citada para ambos agressores. Resultados: No Ceará, 6,9% dos entrevistados relatam VIP por pessoa conhecida ou desconhecida, sendo que 3,8% por desconhecidos. Os indivíduos que mais referem VIP, por desconhecidos, são do sexo masculino (51,0%), com menos de 30 anos (44,0%), brancos (66,4%), sem cônjuge (53,4%) e não casados 65,5%), com ensino médio completo ou ensino superior (65,2%), único emprego (95,8%), com renda média de R$1.103,00 (ep= ± 124,3). Há associação significante entre sofrer violência por desconhecido e autoavaliação de saúde boa ou muito boa (p=0,008, RCP=2,544, IC=1,276- 5,073), ter ensino médio completo superior incompleto ou mais (p=0,030, RCP= 3,151; IC= 1,444- 6,877), residir até 2 pessoas com 18 anos ou mais (p=0,024, RCP=0,385, IC=0,167- 0,889), não ter o domicílio cadastrado na UBSF (p=0,023, RCP=2,152 IC=1,111- 4,170), possuir plano de saúde (p=0,021, RCP=3,138 IC=1,162- 8,476) e rede geral ou pluvial de esgoto (p=0,059, RCP=2,078, IC=0,967-4,463). Conclusão: A prevalência de VIP no Ceará por agressores desconhecidos é física, com uso de arma de fogo, por pessoas que buscam roubo ou furto. Homens, jovens e trabalhadores, com maior renda e escolaridade, autoavaliação em saúde boa, com plano de saúde, moradias sem acesso à rede geral de esgoto, famílias numerosas e não tem cobertura pela atenção primária à saúde se associam ao autorrelato de violência por desconhecido na população adulta. Se faz necessário desenvolver ações públicas intersetoriais efetivas que fortaleçam e reorganizem a Segurança Pública para o combate e controle da VIP por agressor desconhecido na população adulta do Ceará.
Abstract: Introduction: The interpersonal violence (VIP) is a high epidemiological impact event and, due to its serious social, financial and health indicators. Objective: To describe the prevalence and factors associated with self - report of interpersonal violence suffered in the adult population of Ceará in the year 2013. Methods: Sectional study, based on secondary data from the National Health Survey of 2013, being considerad of 2,900 homes interviews and 2,560 individuals of the selected adults in Ceará. In order to estimate the prevalence of VIPs, a variable was created based on questions: In the last 12 months, did you experience any violence or aggression from an unknown person (such as thugs, police, robbers, etc.)? and/ or In the last 12 months, have you experienced any violence or assault by a known person (such as a parent, spouse, spouse, partner, boyfriend, friend, ), neighbor? The bank was standardized through SPSS® version 20, through the survey analisys module. Associations and estimates of the prevalence ratio were calculated excluding the cases in which the violence suffered was cited for both types of aggressors. Results: In the state of Ceará, 6.9% of the respondents report VIPs per person known or unknown, being 3.8% unknown and 3.4% known. The majority of individuals who reported VIP were male (51.0%), less than 30 years old (44.0%), whites (66.4%), without spouses (53.4%) and 65.5%), with a high school education or higher education (65.2%), single job (95.8%), with an average income of R $ 1,103 (p = 124.3). There was a significant association between undergoing violence for unknown and self-rated health (p = 0.008, RCP = 2.544, CI = 1.276-5.073), having incomplete higher secondary education or more (p = 0.030, RCP = 3.151; CI = 1.444- 6.877), residing up to 2 people aged 18 or older (p = 0.024, RCP = 0.385, CI = 0.167-0.889), not having the domicile registered at the UBSF (p = 0.023, RCP = 2.152 CI = 1.111- 4,170), have health insurance (p = 0,021, RCP = 3,138 CI = 1,162- 8,476) and sewage system (p = 0,059, RCP = 2,078, CI = 0,967-4,463). Conclusion: The prevalence of VIPs in Ceará by person unknown is physical, with the use of a firearm, by people who seek robbery or theft. Men, youth and workers, with higher income and education, good health self-assessment, health insurance, housing without access to the general sewage system, large families and no coverage by primary health care are associated with self-reported violence in the adult population. It is necessary to develop effective intersectoral public actions to strengthen and reorganize the Public Security to combat and control of VIP by unknown assailant in the adult population of Ceará.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/47473
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:DSC - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_dis_kmoborges.pdf777,95 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.