Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/47009
Title in Portuguese: A violência na sociedade e na educação em Marx e Engels
Author: Nascimento, João Bosco Brito do
Advisor(s): Rech, Hildemar Luiz
Keywords: Marx e Engels
Sociedade burguesa e violência estrutural
Capital e trabalho
Emancipação humana e comunismo
Violência e educação
Issue Date: 2019
Citation: NASCIMENTO, João Bosco Brito do. A violência na sociedade e na educação em Marx e Engels. 2019. 264f. - Tese (Doutorado) - Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-graduação em Educação, Fortaleza (CE), 2019.
Abstract in Portuguese: O tema principal do presente trabalho é o recrudescimento da violência em toda a sociedade capitalista hodierna. Aborda-se o tema em tela, através da articulação entre os dois objetos principais da nossa questão – a violência estrutural na sociedade e na educação burguesas. Faz-se o exame e a análise destes objetos no âmbito do roteiro programático de Marx e Engels. Utiliza-se uma vasta bibliografia dos autores, na qual pode-se encontrar elaborações que satisfazem ao esclarecimento e à resolução da problemática que inquieta o autor da pesquisa. Os objetivos precisos desta tese de doutorado é o de saber, fundamentalmente, sobre quem recai a violência na sociedade burguesa. E de como se dá conta da natureza da violência na educação escolar. O agravamento da violência em todo o mundo é uma situação periclitante. A pesquisa mostra como a sociedade civil-burguesa surge com a violência. E de como nos nossos dias, o estado econômico, de interesse exclusivo dos burgueses dominantes, pela produção da mais-valia, do lucro e da acumulação do capital, perpetua a violência por meio da exploração do trabalho sob o regime do salariato. Isto significa que a violência é inerente ao modo de produção capitalista. O que implica o exercício dela em toda a estrutura social, reafirmada no poder do Estado, e expandida, logicamente, aos elementos constitutivos da sociedade civil, como se dá no caso da educação escolar. Faz-se a presente pesquisa referente a uma leitura imanente da teoria marx-engelsiana. Trata-se, portanto, de um trabalho teórico. Contudo, considera-se também, é lógico, as epifanias da violência hoje, a sua observação empírica. Por conseguinte, constrói-se esta pesquisa e os seus resultados, conforme um desenvolvimento e realização que implicam uma relação crítica entre as elaborações teóricas de referência e o próprio meio material pesquisado. Pretende-se com isto, ter o suporte científico necessário e suficiente para mostrar como a sociedade burguesa é estruturalmente violenta. Mantém-se pela violência e precisa da violência para se expandir. E, deste modo, desconstrói-se os discursos de natureza meramente filosófica, política, administrativa, burocrática, ou moral que se arvoram a corrigir ou solucionar o problema da violência na sociedade e na educação brasileiras hoje. Pensa-se que somente através de uma transformação do mundo, que vise à formação de indivíduos humanos universais e livres, em uma sociabilidade alternativa – o comunismo, é possível a perspectiva da possibilidade real de uma sociedade e educação igualitárias e fraternas, nas quais os indivíduos sejam elevados ao seu legítimo título humano.
Abstract: The core theme of this work is the intensification of violence in today’s capitalistic society. The theme is presented on the screen, through the articulation between the two main objects of our question - structural violence in bourgeois society and education. The examination and analysis of these objects are done within the programmatic script of Marx and Engels. A large bibliography of the authors is used, in which one can find elaborations that satisfy the clarification and the resolution of the problematic that worries the author of these research. The precise objectives of this doctoral thesis are to know, fundamentally, over who falls the violence in bourgeois society. And how can one recognize the nature of violence education at school? The worsening violence around the world is a risky situation. These research shows how civil bourgeois society arises with violence. And as in our day, the economic state, of the exclusive interest of the dominant bourgeois, by the production of surplus value, profit and accumulation of capital, perpetuates violence by exploiting labor under the wage system. This means that violence is inherent in the capitalist mode of production. This implies the exercise of it in the whole social structure, reaffirmed in the power of the State, and logically expanded to the constituent elements of civil society, as in the case of educational school. The present research is based on an immanent reading of the Marx-Engelsian theory. It is, thus, a theoretical work. However, it deals also, of course, with the epiphanies of violence today, its empirical observation. Therefore, this research and its results are constructed, according to a development and realization that imply a critical relationship between the theoretical elaborations of reference and the factual material researched itself. The aim is to have the necessary and sufficient scientific support that must help us to check out if bourgeois society is structurally violent. It stands up by violence and, at the same time, needs violence to expand itself. And, in this way, discourses of a merely philosophical, political, administrative, bureaucratic, or moral nature are here deconstructed, especially when they intend to correct or solve the problem of violence in today’s Brazilian society and its educational system. It is thought that it is only through a structural transformation of the world, aimed at the formation of free and universal human individuals, within a framework of na alternative sociability -communism - that arises the concrete possibility of na egalitarian and fraternal society and education in which the individuals could be raised to their legitimate human title.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/47009
metadata.dc.type: Tese
Appears in Collections:PPGEB - Teses defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_tese_jbbdonascimento.pdf2,29 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.