Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/46696
Title in Portuguese: Manejo da lâmina e supressão da irrigação e da frequência de fertirrigação potássica na cultura da soja
Title: Management of irrigation blade and supression and of potassic fertirrigation frequency in soy culture
Author: Amaral Neto, Abelardo Lopes
Advisor(s): Azevedo, Benito Moreira de
Keywords: Glycine max
Quimigação
Gotejamento
Glycine max
Quimigação
Drip
Issue Date: 2017
Citation: AMARAL NETO, Abelardo Lopes. Manejo da lâmina e supressão da irrigação e da frequência de fertirrigação potássica na cultura da soja. 2017. 77 f. Tese (Doutorado em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2017.
Abstract in Portuguese: Em sistemas de produção modernos, como o da cultura da soja, o que se deseja é maximizar a eficiência de utilização dos insumos de produção para se alcançar altas produtividades e redução de custos de forma sustentável. Para atingir esse objetivo, principalmente em regiões caracterizadas pela escassez de recursos hídricos, a exemplo do estado do Ceará, são imprescindíveis o uso de sistemas de irrigação mais eficazes e a adoção de um eficiente manejo hídrico e nutricional da cultura. Portanto, o objetivo deste trabalho foi estudar os efeitos de lâminas de irrigação, de momentos de supressão da irrigação e de frequências de fertirrigação potássica na cultura da soja, nas condições edafoclimáticas do Ceará. Os experimentos foram realizados na área experimental da Estação Agrometeorológica, da Universidade Federal do Ceará, no município de Fortaleza, Ceará. O delineamento experimental foi o de blocos ao acaso, com seis tratamentos e quatro repetições para o experimento com lâminas de irrigação. Para os demais experimentos, contou-se com cinco tratamentos e quatro repetições. No primeiro experimento, os tratamentos foram lâminas de irrigação correspondentes a seis percentuais de evapotranspiração da cultura (ETc): 25; 50; 75; 100; 125; e 150% da ETc durante o ciclo. No segundo experimento, os tratamentos foram cinco momentos de supressão da lâmina de irrigação: 50; 60; 70; 80; e 90 dias após o plantio. No terceiro experimento, os tratamentos foram cinco frequências de fertirrigação potássica: 2; 4; 8; 16; e 32 fertirrigações com a dose recomendada por ciclo. As variáveis respostas analisadas foram: altura da planta; altura da primeira vagem; número de vagens por planta; diâmetro do caule; massas fresca e seca da parte aérea; e produtividade dos grãos. De acordo com os resultados, a lâmina de irrigação estimada com 150% da ETc maximiza a produtividade dos grãos. Os momentos de supressão da irrigação influenciam o número de vagem por planta, mas sem interferir na produtividade dos grãos. As frequências de fertirrigação potássica não interferem nos componentes de rendimento dos grãos.
Abstract: In modern production systems, such as soybean production, one wants to maximize the efficiency of using the production inputs to achieve high productivity and cost reduction in a sustainable way. To achieve this goal, especially in regions characterized by scarcity of water resources, such as the state of Ceará, the use of more efficient irrigation systems and the adoption of efficient water and nutritional management of the crop are essential. Therefore, the objective of this work was to study the effects of irrigation slides, irrigation suppression moments and potassium fertirrigation frequencies in the soybean crop, under the edaphoclimatic conditions of Ceará. The experiments were carried out in the experimental area of the Agrometeorological Station, Federal University of Ceará, in the city of Fortaleza, Ceará. The experimental design was a randomized block design, with six treatments and four replications for the experiment with irrigation slides. For the other experiments, five treatments and four replications were used. In the first experiment, treatments were irrigation slides corresponding to six percent crop evapotranspiration (ETc): 25; 50; 75; 100; 125; and 150% of ETc during the cycle. In the second experiment, the treatments were five moments of suppression of the irrigation blade: 50; 60; 70; 80; and 90 days after planting. In the third experiment, the treatments were five frequencies of potassium fertirrigation: 2; 4; 8; 16; and 32 fertigations at the recommended dose per cycle. The analyzed variables were: height of the plant; height of the first pod; number of pods per plant; stem diameter; fresh and dry pasta of the aerial part; and grain yield. According to the results, the irrigation depth estimated with 150% of ETc maximizes grain yield. The moments of suppression of irrigation influence the number of pods per plant, but without interfering with the yield components. The frequency of potassium fertirrigation does not interfere with the yield components of the grains.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/46696
metadata.dc.type: Tese
Appears in Collections:PPGENA - Teses defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2017_tese_alamaralneto.pdf1,12 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.