Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/46587
Title in Portuguese: Distribuição espacial do coeficiente de mortalidade (capítulos I e XX) no estado de Ceará de 2001 a 2012
Author: May, Guillermo Jesus Guillermo
Boingy, Reagan Nzundu
Ramos Júnior, Alberto Novaes
Alencar, Carlos Henrique Morais de
Keywords: Doenças infecciosas
Ceará
Causas de óbito
Issue Date: 2016
Publisher: Universidade Federal do Ceará
Citation: MAY, Guillermo Jesus Guillermo et al. Distribuição espacial do coeficiente de mortalidade (capítulos I E XX) no estado de Ceará de 2001 a 2012. Revista Encontros Universitários da UFC, Fortaleza, v. 1, n. 1, 2016. (Encontro de Pesquisa e Pós-Graduação, 9).
Abstract in Portuguese: Introdução: O coeficiente de mortalidade mede o risco de mortes em uma população de um determinado local e período. O sistema de informação DATASUS permite visualizar informações de saúde específicas que podem se vincular às ferramentas de análise espacial e gerar mapas de informação relevantes para a gestão em saúde. Método: A partir de dados secundários do portal DATASUS, observaram-se variações ao longo de três períodos de quatro anos do coeficiente de mortalidade geral por causa Básica; capítulos I (algumas doenças infecciosas e parasitárias) e XX (causas externas de morbidades e mortalidades) do CID-10. Os dados foram analisados utilizando o programa TABWIN e agrupados por ano em três períodos (2001-2004, 2005-2008 e 2009-2012). Foi calculado o coeficiente de mortalidade geral (CMG). Os municípios foram caraterizados segundo o CM apresentado gerando mapas com cinco categorias de CMG. Resultados: O número de municípios com CMG alto no período de 2001-2004 foi maior (N=35, 19%) para a CB-I (>132/100.000 hab.) que para a CB-XX (N=31, 17% [>253/100.000 hab.]), achando-se a maior parte deles na região noroeste do estado. No período de 2005 a 2008 somente 6 (3%) e 12(7%) municípios foram considerados com CMG alto para as CB-I (>145/100.000 hab.) e CB-XX (>314/100.000 hab.), respectivamente. Para o período de 2009-2012 foram encontrados 11 (6%) (>118/100.000 hab. para CB-I) e 26(14%) [>384/100.000 hab. para CB-XX] municípios no limite maior do CMG para as mesmas causas, respectivamente. A localização dos municípios com alto valor de CMG foi mantida no tempo. Registrou-se uma tendência de aumento do CMG ao longo do tempo para a CB-XX. No estado de Ceará a mortalidade por causas externas aumentou. Conclusão: A informação obtida pode ser utilizada para recomendar ações estratégicas específicas e atender as causas de óbito em aumento e para melhorar o controle das doenças infecciosas e parasitárias negligenciadas.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/46587
metadata.dc.type: Resumo
Appears in Collections:EPPG - Resumo de trabalhos apresentados em eventos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2016_resumo_eve_gjgmay.pdf52,49 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.