Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/46408
Title in Portuguese: Produção de biossurfactantes por bactérias marinhas utilizando efluente do beneficiamento da castanha de caju como fonte de carbono.
Author: Silva, Francisco Sylvânio Ferreira da
Catter, Karla Maria
Moraes, Juliana Machado Fernandes de
Alves, Carlucio Roberto
Vieira, Regine Helena Silva dos Fernandes
Sousa, Oscarina Viana de
Keywords: Poluição
Resíduos agroindustriais
Surfactantes biológicos
Issue Date: 2016
Publisher: Universidade Federal do Ceará
Citation: SILVA, Francisco Sylvânio Ferreira da et al. Produção de biossurfactantes por bactérias marinhas utilizando efluente do beneficiamento da castanha de caju como fonte de carbono. Revista Encontros Universitários da UFC, Fortaleza, v. 1, n. 1, 2016. (Encontro de Pesquisa e Pós-Graduação, 9).
Abstract in Portuguese: Os biossurfactantes são compostos tensoativos produzidos por microrganismos que apresentam a capacidade de solubilizar substâncias hidrofóbicas. Estes compostos possuem aplicações em inúmeras áreas da indústria e podem ser produzidos a partir de diferentes substratos incluindo resíduos da agroindústria. A biorremediação é um processo que utiliza o metabolismo de microrganismos para remover poluentes no ambiente e pode ser potencializada através da aplicação de surfactantes de origem microbiana. Este trabalho tem como objetivo verificar o potencial de bactérias marinhas de produzirem biossurfactantes utilizando efluente do beneficiamento da castanha do caju como substrato. No processo de produção foram utilizadas 20 cepas bacterianas pertencentes ao acervo bacteriológico do Laboratório de Microbiologia Ambiental e do Pescado. As bactérias foram inoculadas em meio Luria Bertani (LB) acrescidos de 2% de efluente, submetidos a posterior agitação magnética a 150 rpm por 72 horas a 35°C. Após as fermentações os líquidos metabólicos foram extraídos através de filtração em membranas de 0,22μm. Com os metabólitos obtidos foram realizados os testes do colapso da gota, volume de emulsificação e atividade antimicrobiana com o intuito de avaliar a produção dos biossurfactantes. Como resultados, pode-se verificar que as cepas testadas obtiveram desempenho satisfatório nos testes realizados. Das 20 cepas testadas, 85% apresentaram resultado positivo no teste do colapso da gota. Sessenta por cento dos isolados produziram bons volumes de emulsão (acima de 50%), assim como apresentaram boa estabilidade. Cinquenta por cento dos metabólitos produzidos pelas cepas testadas apresentaram atividade antimicrobiana frente à bactéria Staphylococcus aureus ATCC 25923. Estes resultados evidenciam um potencial de utilização destes microrganismos na produção de compostos tensoativos utilizando este substrato de baixo custo.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/46408
metadata.dc.type: Resumo
Appears in Collections:EPPG - Resumo de trabalhos apresentados em eventos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2016_resumo_eve_fsfsilva.pdf51,69 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.