Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/46205
Title in Portuguese: A ação do capital social em social business: um estudo de caso no Instituto da Primeira Infância - IPREDE
Author: Pinto, Glailton Robson Costa
Co-advisor(s): Machado, Diego de Queiroz
Keywords: Negócio social
Capital social
Stakeholders
Issue Date: 2019
Citation: PINTO, G. R. C. A ação do capital social em social business: um estudo de caso no Instituto da Primeira Infância - IPREDE. 2019. 160 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Ceará, Faculdade de Economia, Administração, Atuária e Contabilidade, Programa de Pós-graduação em Administração e Controladoria, Fortaleza, 2019.
Abstract in Portuguese: As desigualdades sociais ocasionadas pela deficiência do poder público em atender as necessidades da população exigiram esforços na busca de soluções inovadoras para os problemas sociais. No contexto social, emergem novos tipos de negócios e, para tanto, novas formas de conhecimento e gestão também estão sendo requeridas para que se consiga resolver os problemas sociais que inicialmente eram ignorados ou pouco relevantes. Buscou-se, neste trabalho, compreender mais especificamente o crescimento de um novo modelo de negócio: negócios sociais. Os sociais businesses surgem como uma organização que combina dois objetivos anteriormente vistos como incompatíveis: autossustentabilidade financeira e geração de impacto social. O campo dos negócios sociais está ainda em construção e recorre de diferentes influências conceituais, embora seja um campo de pesquisa que tem sido objeto de muitas discussões e que está em busca de sua relevância na literatura acadêmica. Quanto ao objeto em estudo, o Instituto da Primeira Infância – IPREDE – dedica-se a promover a nutrição e o desenvolvimento na primeira infância, articulando com ações que visam o fortalecimento das mães e da inclusão social de famílias. Diante da importância referente à temática sobre negócios sociais, a pesquisa possibilitou a exploração de construtos alinhados aos negócios sociais, a exemplo da sua ligação com o capital social, bem como a sua relação com os stakeholders. A partir dos conhecimentos sobre o tema que abordou negócios sociais e a sua relação com o desenvolvimento do capital social junto aos seus stakeholders, estabeleceu-se o objetivo geral deste trabalho, o qual consiste em analisar a atuação do capital social no desenvolvimento do IPREDE. Quanto aos procedimentos metodológicos, esta é uma investigação de natureza qualitativa com abordagem interpretativa. O processo de pesquisa desenvolveu através de um estudo de caso com análise e interpretações através de informações concedidas por gestores do IPREDE e Stakeholders (empresas parceiras) que mantém essa relação virtuosa com o IPREDE. Foram realizadas entrevistas, com roteiros, guias e pesquisa documental. A análise dos dados foi feita por meio da análise de conteúdo, utilizando-se ferramenta de análise de rede sociais ARS ou SNA, da expressão inglesa Social Network Analysis, e foram mapeadas por intermédio dos softwares UCINET 6.357, NetDraw 2.814 e ATLAS.ti 8, cujo o intuito foi analisar as relações que os indivíduos estabelecem através das suas interações uns com os outros. Como principais resultados, a pesquisa revelou que, embora o IPREDE apresente características de um negócio social, principalmente quanto ao impacto social que causa na sociedade, a instituição deixa de atender uma das principais características de um negócio social: “A autossustentabilidade financeira". O estudo destacou, ainda, os resultados obtidos na análise das dimensões estrutural, relacional e cognitiva. Foi visto na dimensão estrutural que um importante construto para a construção do capital social é a troca de informações que, apesar dos gestores do IPREDE considerarem importante, a rede estrutural evidenciou baixa densidade, o que pode ocasionar a troca de informações deficitária, como afirmam alguns gestores da instituição e pouca definição das normas. Quanto a dimensão relacional, dentre os aspectos analisados, destaca-se a confiança. Percebe-se que a confiança para as ações sociais estimula o desenvolvimento de um relacionamento que envolve credibilidade. Além da credibilidade, os resultados evidenciaram que a confiança é compreendida como um dos fatores essenciais para o cumprimento das normas, quando bem definidas e para construção do capital social. Por fim, os achados da pesquisa em níveis gerais evidenciaram que, quando a linguagem e códigos são compartilhados, pode-se esperar que a dimensão cognitiva também melhore a relação, confiança e comunicação entre as partes interessadas.
Abstract: The social inequalities caused by the lack of public power to attend the needs of the population required efforts for innovative solutions to social problems. In the social context, new types of business emerge and therefore new forms of knowledge and management are also required to solve the social problems that were initially ignored or little relevant. In this work, we aimed to understand more specifically the growth of a new business model: social business. Social businesses emerge as an organization that combines two objectives previously seen as incompatible: financial self-sustainability and social impact generation. The social business area is still under construction and draws on different conceptual influences, although it is a field of research that has been the subject of many discussions and is in search of its relevance in academic literature. As for the object under study, the Institute of Early Childhood (IEC) is dedicated to promoting nutrition and development in early childhood, articulating with actions aimed at strengthening mothers and social inclusion of families. Faced with the importance of social affairs, the research made possible the exploration of constructs aligned with social business, such as its connection with social capital, as well as its relationship with stakeholders. Based on the knowledge on the theme that addressed social affairs and its relation with the development of social capital with its stakeholders, the general objective of this work was established, which consists in analyzing the performance of social capital in the development of IEC. As for the methodological procedures, this is an investigation of a qualitative nature with an interpretive approach. The research process developed through a case study with analysis and interpretations through information provided by IEC managers and Stakeholders (partner companies) that maintains this virtuous relationship with IEC. Interviews were conducted with scripts, guides and documentary research. The analysis of the data was done through the analysis of content, using a social network analysis tool ARS or SNA, of the english expression Social Network Analysis, and were mapped through the software UCINET 6.357, NetDraw 2,814 and ATLAS.ti 8 , whose purpose was to analyze the relationships that individuals establish through their interactions with each other. As the main results, the research revealed that, although the IEC presents characteristics of a social business, mainly regarding the social impact that causes in society, the institution fails to meet one of the main characteristics of a social business: "Self-sustainability financial." study also highlighted the results obtained in the analysis of the structural, relational and cognitive dimensions. It was seen in the structural dimension that an important construct for the construction of social capital is the exchange of information that, despite the managers of the IEC considered important, the structural network evidenced low density, which can cause the deficit information exchange, as some managers of the institution. Regarding the relational dimension, among the aspects analyzed, we highlight the trust. It is perceived that trust for social actions stimulates the development of a relationship that involves credibility. In addition to credibility, the results showed that trust is understood as one of the essential factors for compliance with standards, when well defined and for building social capital. Finally, research findings at general levels have shown that when language and codes are shared, one can expect that the cognitive dimension also improves the relationship, trust, and communication between stakeholders.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/46205
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:PPAC - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_dis_grcpinto.pdf3,34 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.