Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/46085
Title in Portuguese: Redes de convívio domiciliar com sobreposição de casos de hanseníase: análise de recorrência intergeracional baseada em genograma
Author: Carneiro, Maria Angélica Gomes
Advisor(s): Ramos Jr., Alberto Novaes
Keywords: Serviços de Assistência Domiciliar
Hanseníase
Epidemiologia
Issue Date: 17-Jun-2019
Citation: CARNEIRO, M. A. G. Redes de convívio domiciliar com sobreposição de casos de hanseníase: análise de recorrência intergeracional baseada em genograma. 2019. 59 f. Monografia (Graduação em Enfermagem) – Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2019.
Abstract in Portuguese: INTRODUÇÃO: A hanseníase é uma condição infecciosa crônica que acomete, essencialmente, as funções dermatoneurológicas com potencial evolução para danos definitivos. Necessita de um contato prolongado para sua transmissão, estando os contatos sob maior risco de adoecimento. As Redes de Convívio Domiciliar (RCD) são formadas por contatos intra e extradomiciliares. No Brasil, ainda é desafiador traçar estratégias para o cuidado longitudinal com ações efetivas e direcionadas para as pessoas que compõem essas redes. O genograma é uma ferramenta gráfica que permite o mapeamento familiar, viabilizando o desenvolvimento de hipóteses acerca de problemas em saúde. OBJETIVO: Analisar a recorrência intergeracional da hanseníase em RCD com sobreposição de casos de hanseníase por meio de genogramas familiares. MÉTODOS: Trata-se de estudo transversal, com abordagens descritiva e analítica, desenvolvido a partir dos dados coletados nos seguintes projetos: “Dimensões de vulnerabilidade de Redes de Convívio Domiciliar com sobreposição de casos de hanseníase e seus padrões de distribuição espacial e temporal” e “Padrões epidemiológicos, sociodemográficos, clínicos e operacionais da sobreposição de casos de hanseníase em Redes de Convívio Domiciliar em municípios das regiões Norte e Nordeste do Brasil”, ambos sob a coordenação da Universidade Federal do Ceará. As 60 RCD analisadas são constituídas por Casos Referência (CRs) residentes na Bahia, nos municípios de Vitória da Conquista e Tremedal; no Piauí, Floriano e Picos; e em Rondônia, Cacoal. RESULTADOS: Entre as 60 RCD analisadas, foram identificadas 263 pessoas com hanseníase, 12,1% do total de membros das famílias analisadas. A densidade de gerações acometidas pela hanseníase correspondeu à 60,5% das gerações analisadas. Houve maior ocorrência de CR com classificação operacional MB e do sexo feminino concentrados na segunda geração. Destaca-se a maior proporção de Casos Co-Prevalentes (CCPs) com vínculo sanguíneo com o CR, totalizando 163 pessoas, 62,0% dos casos. Evidenciou-se maior número de casos entre irmãos, filhos e pais, respectivamente, 48 (18,3%), 32 (12,2%) e 23 (8,8%). O parentesco por afinidade/relação social teve nos cônjuges os mais atingidos, 12 (4,56%) casos. DISCUSSÃO: Os contextos analisados de sobreposição de casos de hanseníase demonstraram elevada densidade de gerações acometidas, sobretudo em municípios hiperendêmicos do Piauí e Rondônia. O reconhecimento desse padrão de sobreposição, dentro das gerações das RCD, pode ser utilizado como indicador sentinela de gravidade epidemiológica e operacional para a vigilância em saúde, principalmente em contextos de maior vulnerabilidade para a doença. As questões hereditárias contribuem para a susceptibilidade dos contatos ao adoecimento. Contudo, contatos em outras posições na 6 família, diferentes do agregado familiar, também estão sob risco. CONCLUSÃO: A sobreposição de casos de hanseníase em RCD traduz potencial risco acrescido, sendo um evento relevante em contextos hiperendêmicos. A identificação da densidade de casos por geração de uma mesma família amplia a capacidade de reconhecimento de contextos a serem priorizados no território da atenção básica. Esse estudo traz uma proposta inovadora para a vigilância, ao integrar a análise dos genogramas familiares. Torna-se, portanto, um instrumento essencial para o conhecimento da estrutura interna familiar, o que possibilita o planejamento integral das ações de vigilância.
Abstract: Leprosy is a chronic infectious condition that mainly affects dermatoneurological functions with high potential evolution for definitive damages. The transmission needs prolonged contact so leprosy contacts have greater risk of becoming ill. Home-contact networks (HCN) are formed by intra- and extra-community leprosy contacts. In Brazil, it is still difficult to trace strategies for longitudinal care with effective and targeted actions for people that belong to these networks. The genogram is a graphical tool that allows family mapping, enabling the development of hypotheses about health problems. OBJETIVE: To analyze the intergenerational recurrence of leprosy in HCN with cases of leprosy by family genograms. METHODS: A cross-sectional study with descriptive and analytical approach, based on data collected in the following projects: "Vulnerability in Domiciliary Networking with overlapping cases of leprosy in municipalities in the states of Piauí and Rondônia" and " Epidemiological, sociodemographic, clinical and operational patterns of the leprosy case overlap in Domiciliary Care Networks in municipalities in the North and Northeast of Brazil ", both under coordination of the Federal University of Ceará. The 60 HCNs analyzed were composed by Reference Cases (RCs) residing in the state of Bahia, in municipalities of Vitória da Conquista and Tremedal, also in the state of Piauí, Floriano and Picos, and in the state of Rondônia, Cacoal. RESULTS: Among the 60 HCNs analyzed, 263 cases with leprosy were identified, 12.1% of the family members analyzed. The density of generations affected by leprosy corresponded to 60.5% of the generations analyzed. There was a higher occurrence of female RC with multibacillary (MB) operational classification, concentrated in the second generation. The highest proportion of Co-Prevalent Cases (CCPs) with blood connection to the RC, totaling 163 (62.0%) cases. There were more cases among siblings, children and parents, respectively, 48 (18.3%), 32 (12.2%) and 23 (8.8%). Relative affinity / social relationship had the most affected spouses, 12 (4.56%) cases. DISCUSSION: The analyzed contexts of overlapping cases of leprosy have demonstrated a high density of generations affected, especially in hyperendemic municipalities of Piauí and Rondônia. The recognition of this overlapping pattern within the HCN generations can be used as a sentinel indicator of epidemiological and operational severity for health surveillance, especially in contexts of greater vulnerability disease. Hereditary issues contribute to the susceptibility of contacts to illness. However, contacts and other relatives in the family than the household, are also at risk. CONCLUSION: The overlapping of leprosy cases in HCN represents a potential increased risk, being a relevant event in hyperendemic contexts. The identification of density cases per 8 generation of the same family extends the capacity of recognition contexts to be prioritized in the territory of basic care. This study presents an innovative proposal for surveillance when integrating the analysis of family genograms. It is, therefore, an essential instrument for the knowledge of the internal family structure, which makes possible the integral planning of the surveillance actions.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/46085
metadata.dc.type: TCC
Appears in Collections:ENFERMAGEM - Monografias

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_tcc_magcarneiro.pdf1,8 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.