Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/46072
Title in Portuguese: Fatores de risco e hábitos de vida associados ao acesso pré-natal de gestantes de risco habitual
Author: Crisóstomo, Bárbara dos Santos
Advisor(s): Aquino, Priscila de souza
Keywords: Enfermagem
Estudo Comparativo
Indicadores Básicos de Saúde
Cuidado Pré-Natal
Issue Date: 25-Jun- 6
Citation: CRISÓSTOMO, B. S. Fatores de risco e hábitos de vida associados ao acesso pré-natal de gestantes de risco habitual. 2019. 31 f. Monografia (Graduação em Enfermagem) – Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2019
Abstract in Portuguese: O período gestacional envolve diversas e complexas mudanças biológicas, psicológicas, sociais e culturais, constituindo-se um momento de maior vulnerabilidade. Nesse contexto, o pré-natal é primordial para o acompanhamento e garantia da saúde do binômio mãe-filho, sendo um indicador de saúde determinante para avaliar a qualidade da Atenção Básica. Logo, a procura precoce da gestante pela assistência pré-natal é determinante para a qualidade e adequação do serviço prestado. Objetivo: Avaliar a qualidade da assistência pré-natal de enfermagem, prestada a gestantes de risco habitual. Método: Trata-se de um estudo avaliativo, por meio de análise do indicador processo para julgar e comparar adequação de serviços ou programas de saúde. Foi realizado no período de dezembro de 2018 a junho de 2019, sendo constituído pela avaliação do processo e coleta de dados, sendo desenvolvido na Casa de Parto Natural Lígia Barros Costa (CPN), situada em Fortaleza no Estado do Ceará. A amostra incluiu prontuários de agosto de 2015 a dezembro de 2018, assim foram analisados 344 pré-natais. Coletou-se informações relacionadas aos aspectos sociodemográficos, clínicos e obstétricos e procedimentos clínicos e obstétricos associando com o início precoce e número de consultas pré-natal, através de testes estatístico, as frequências absolutas, relativas e medidas de tendência central, além do teste de Qui-quadrado de associação Pearson, Odds Ration (OR), Teste exato de Fisher e Razão de verossimilhança (para correlacionar as variáveis) com intervalo de 95% de confiança, com p<0,05 para associação significante. Resultados e Discussão: A prevalência do perfil de gestantes atendidas foi de mulheres com idade entre 20 a 34 anos, primíparas, com ensino secundário, com companheiro e alguma ocupação. Observou-se que as adolescentes apresentaram uma tendência a usar mais drogas ilícitas quando comparadas a mulheres com mais idade, bem como gestantes com menor escolaridade também usaram mais drogas ilícitas, já mulheres com companheiros tinham 34% mais chance de não utilizar drogas ilícitas. Das gestantes atendidas na CPN, apenas 23% (n=79) tiveram adequação a Rede Cegonha, com início até a 12a semana de gestação e 7 ou mais consultas. Conclusão: Conclui-se que o serviço necessita de melhoras quanto ao processo assistencial, merecendo atenção especial dos profissionais para a melhoria da qualidade da assistência pré-natal de enfermagem.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/46072
metadata.dc.type: TCC
Appears in Collections:ENFERMAGEM - Monografias

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_tcc_bdscrisostomo.pdf746,74 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.