Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/45762
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorSilva, Elane dos Santos-
dc.contributor.authorVasconcelos, Márcia Baima Taleires de-
dc.contributor.authorSantos, Maria do Socorro Martins dos-
dc.contributor.authorVasconcelos, Alessandra Carvalho de-
dc.date.accessioned2019-09-13T18:00:49Z-
dc.date.available2019-09-13T18:00:49Z-
dc.date.issued2016-
dc.identifier.citationSILVA, Elane dos Santos et al. Análise de desempenho: ações de internacionalização das universidades Federais do Nordeste. Revista Encontros Universitários da UFC, Fortaleza, v. 1, n. 1, 2016. (Encontro de Pesquisa e Pós-Graduação, 9).pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/45762-
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Cearápt_BR
dc.subjectAvaliação de desempenhopt_BR
dc.subjectEnsino superiorpt_BR
dc.subjectInternacionalizaçãopt_BR
dc.titleAnálise de desempenho: ações de internacionalização das universidades Federais do Nordestept_BR
dc.typeResumopt_BR
dc.description.abstract-ptbrA internacionalização das Universidades Federais tem sido bastante discutida pelos seus dirigentes e evidencia tendência a se consolidar em breve. Este trabalho tem como objetivo analisar o desempenho das Universidades Federais quanto às ações de internacionalização, por meio de pesquisa documental com tratamento qualitativo dos dados. O levantamento foi realizado nos Relatórios de Gestão disponibilizados nos portais das Universidades Federais. Foram coletados dados secundários referentes aos exercícios 2010, 2011, 2012, 2013 e 2014, abrangendo, portanto, os últimos cinco anos, denotando, também, um estudo longitudinal baseado em ações programadas e já realizadas. Os resultados obtidos demonstraram que as Universidades Federais têm realizado ações de internacionalização, contudo, da amostra composta por 18 Universidades Nordestinas, 7 deixaram de divulgar todos os seus Relatórios de Gestão, sendo, por essa razão, desprezadas. Outro resultado encontrado, diz respeito ao fato de as ações de internacionalização ainda precisarem ser reforçadas para viabilizarem melhor avaliação no ranking nacional. A relevância encontrada no estudo é que de fato, o momento para as universidades se internacionalizarem se apresenta oportuno e, talvez, até se inicie tardiamente, tendo em vista que o processo mundial de globalização do mercado, há um longo tempo, favorece ao estreitamento de distâncias entre países. O acesso a bens diversificados, dentre os quais se pode incluir a transposição de saberes e de conhecimentos gerados nos mais distantes lugares do mundo e, por que não dizer, o próprio acesso a novos conhecimentos e pesquisas de importante valor científico para a humanidade, que se necessita sejam compartilhados e colaborados, são, também, aspectos que ensejam ações de internacionalização. Também foi demonstrado a desatenção das universidades em não divulgarem seus relatórios, tendo em vista que das 18 universidades, 9 não divulgaram seus relatórios de gestão em seus websites.pt_BR
Appears in Collections:EPPG - Resumo de trabalhos apresentados em eventos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2016_resumo_eve_essilva.pdf50,72 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.