Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/45326
Title in Portuguese: Efeitos in vivo e in vitro do 5-fluorouracil em folículos ovarianos pre-antrais de camundongos
Author: Almeida, Juliana Zani
Advisor(s): Oriá, Reinaldo Barreto
Keywords: Fluoruracila
Ovário
Toxicidade
Técnicas de Maturação in Vitro de Oócitos
Issue Date: 26-Sep-2018
Citation: ALMEIDA, J. Z. Efeitos in vivo e in vitro do 5-fluorouracil em folículos ovarianos pré-antrais de camundongos. 2018. 91 f. Tese (Doutorado em Ciências Médicas) - Faculdade de Medicina, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2018.
Abstract in Portuguese: O câncer em crianças e adolescentes é uma causa importante de morbimortalidade e seu tratamento com quimioterapia pode levar a falência ovariana prematura. No entanto, o estudo da atividade gonadotóxica de quimioterápicos, como o 5-fluorouracil (5-FU), é ainda pouco explorado na literatura. Esse estudo teve como objetivo investigar os efeitos in vivo e in vitro do 5-FU em folículos ovarianos pré-antrais (FOPA) de camundongos jovens. O estudo foi dividido em dois experimentos. Experimento 1: Avaliação dos efeitos in vitro do 5-FU em FOPA isolados de camundongos (C57BL6J, 30 dias de idade); Experimento 2: Avaliação dos efeitos in vivo e in vitro do 5-FU em FOPA de camundongos (C57BL6J) (26-30 dias de idade), inclusos no tecido ovariano. No experimento 1 foram coletados ovários de camundongos e FOPA foram isolados e cultivados durante 12 dias no meio padrão com ou sem 5-FU nas concentrações de 0,3, 1, 3, 10 e 30 mM. No dia 12, os oócitos foram recuperados e submetidos à maturação in vitro. Durante o cultivo foram analisados: morfologia, formação de antro, crescimento, produção hormonal folicular e retomada da meiose dos oócitos crescidos in vitro. No experimento 2, 5-FU (450 mg/kg, dose única) ou solução salina (controle) foi administrado intraperitonealmente e os animais foram sacrificados após 3 dias. No estudo in vitro, ovários de camundongos foram coletados e cultivados in vitro por 4 dias na presença ou ausência (controle) de 5-FU: meio padrão sozinho (controle, n=11) ou com 5-FU nas concentrações de 9,2 (n=11), 46,1 (n=11) ou 92,2 mM (n = 11). Foram analisados a morfologia, ultraestrutura, sobrevivência celular, atividade de transcrição ovariana de genes relacionados à apoptose (Bax, Bcl2, p53, Bax/ Bcl2) e via Wnt canônica (Wnt2 e Wnt4). Os protocolos foram aprovados pelo Comitê de Ética. Resultados do Experimento 1: o cultivo in vitro com diferentes concentrações de 5-FU alterou o percentual de folículos morfologicamente normais ao final do cultivo quando comparado ao início, além de provocar uma redução nas taxas de formação do antro (P<0.05). Todos os folículos cultivados com 5-FU reduziram significativamente o diâmetro folicular e os níveis de estradiol. Destaca-se que todas as concentrações testadas reduziram significativamente a retomada da meiose e provocaram dano nuclear. Experimento 2: no estudo in vivo, o percentual de folículos ovarianos pré-antrais morfologicamente normais reduziu significativamente em comparação ao controle. A taxa de degeneração folicular, segundo a imunocoloração com caspase 3, o nível de RNAm de Bax e da razão Bax/Bcl2 foi superior (P<0.05) nos camundongos tratados com 5-FU. A microscopia eletrônica revelou vacúolos nas células da granulosa, contato disperso entre o oócito e as células da granulosa, redução no número de organelas no ooplasma e alterações mitocondriais nos folículos tratados 8 com 5-FU. Não houve diferença significativa nos níveis de RNAm da via Wnt. No experimento in vitro, foi observada uma redução significativa do percentual de folículos morfologicamente normais nas três concentrações testadas do 5-FU. Como conclusão, os resultados sugerem que o 5-FU afeta a foliculogênese tanto em condições in vivo e in vitro. Nos folículos pré-antrais avançados, o 5-FU afeta a morfologia no final do cultivo in vitro, prejudica o crescimento folicular, a produção de estradiol e a retomada da meiose oocitária. Os dados in vivo e in situ sugerem que o 5-FU reduz o número de folículos morfologicamente normais com alterações ultraestruturais e envolvimento de apoptose. Mais estudos são necessários para avaliar os efeitos de multidosagem de 5-FU e outros mecanismos envolvidos nesse processo.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/45326
metadata.dc.type: Tese
Appears in Collections:DMC - Teses defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_tese_jzalmeida.pdf3,97 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.