Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/45324
Title in Portuguese: Influência da raça na seleção da dieta por caprinos e ovinos em caatinga nativa e raleada no sertão central cearense.
Author: Nascimento, Antonia Edna do
Advisor(s): Araújo Filho, João Ambrósio de
Keywords: Zootecnia
Issue Date: 1988
Citation: NASCIMENTO, Antonia Edna do. Influência da raça na seleção da dieta por caprinos e ovinos em caatinga nativa e raleada no sertão central cearense. 1988. 68 f. Dissertação (Mestrado em Zootecnia) - Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 1988.
Abstract in Portuguese: Um experimento foi estabelecido na Fazenda Iracema, município de Quixadá, Sertão Central do Ceará, Brasil, com o objetivo de avaliar as diferenças nos perfis das dietas de diferentes raças de ovinos e caprinos, mantidos sob condições de caatinga nativa e raleada. Foi usado um total de 24 animais, sendo todos fêmeas adultas. Os caprinos pertenciam as raças Moxotó e Anglo Nubiano, enquanto que os ovinos eram das raças Morada Nova e Rabo Largo. Os animais foram mantidos em dois tipos diferentes de caatinga, nativa e raleada. O experimento com a duração de um ano foi dividido em cinco períodos de coleta, sendo três na estação seca de 1983/84 e dois na estação úmida de 1984. Em cada época, os animais foram submetidos a três dias consecutivos de coleta de fezes, com a frequência de duas coletas nos dois primeiros dias, totalizando assim, cinco coletas por período e por animal. Na determinação da dieta foi utilizada a análise microhistológica de fezes, que consiste na identificação dos fragmentos de tecido vegetal nas fezes do animal. Das 39 espécies botânicas identificadas na pastagem, 32 estavam presentes na dieta dos animais, sendo seis gramíneas, 19 dicotiledôneas herbáceas e 14 espécies lenhosas. As gramíneas predominaram na estação seca e as dicotiledôneas herbáceas, na estação úmida, tanto na pastagem como na dieta dos animais. Os elevados índices de consumo do capim panasco (Aris tida setifolia) o indicam, possivelmente, como uma importante forrageira do sertão cearense. A catingueira (Caesalpinia brac teosa) teve elevada participação na dieta dos animais durante o período seco, enquanto que o pau branco (Auxemma oncocalyx) foi mais consumido na estação das chuvas. A ordem de preferêcia por grupos de espécies na dieta dos caprinos foi, gramíneas 39,10% e, dicotiledôneas herbáceas 37,07%, seguidas de espécies lenhosas com 23,97%, enquanto que, os ovinos consumiram 47,76% de gramíneas, 36,34% de dicotiledôneas herbáceas e 15,79% de plantas lenhosas. Nenhuma diferença foi obtida entre as raças de caprinos, enquanto que, os ovinos Morada Nova apresentaram dieta mais rica em espécies lenhosas do que os da raça Rabo Largo. Em termos globais, a semelhança entre as dietas alcançou o índice de 82%, tendo sido, porém, observadas variações substanciais quando diferentes variáveis foram consideradas. Na caatinga nativa, o coeficiente de similaridade foi 85%, enquanto que na raleada foi de 78%. Os menores valores foram encontrados quando se comparou o grupo de espécies lenhosas em caatinga raleada, onde os valores mínimo e máximo foram 39% e 67%, respectivamente.
Abstract: The experiment was carried out at Fazenda Iracema, in Quixadá county, Sertão Central of Ceará, Brazil, with the objective of evaluating the differences on diet's profiles of different breeds of sheep and goats grazing under native and thinned caatinga conditions. A total of 24 adult females was used. The goats belonged to the Moxotó and Anglo Nubian breeds, while sheeps belonged to Morada Nova and Rabo Largo breeds. The animaIs grazed two different types of pastures, native and thinned caatinga. The experiment extended for a period of one year, with five colletion dates, being three in the 1983/84 dry season and two in the 1984 wet season. In each date the animaIs were subjected to three consecutive days of faeces colection with a frequency of two collections in the first two days, totalling five collections per period, per animal. Microhistological analysis technique, that consists on identification of vegetal tissue fragments in the faeces, was used to determine the diet botanic composition. Of the 39 plant species found in the pasture, 32 were present in the animal diet, consisting of six grasses, 19 forbs and 14 ligneous species. Grasses predominated in the dry season and forbs in the wet season, both in the pasture and in the diet. The high percentage of panasco grass (Aristida setifolia) in the diet suggests the possible importance of this forage plant in the Ceará sertão. Catingueira (Caesalpinia bracteosa) was consumed mostly in the dry season, while pau branco (Auxemma oncocalyx) was mostly selected during the wet season. The preference by group for species by goats was: grasses, 39,01%; forbs,37,07%; and shrubs and trees, 23,97%. On the other hand, sheep consumed 47,76% of grasses, 36,34% of forbs, and 15,80% of ligneous species. No differences in diet composition was shown by goat breeds. However, Morada Nova sheep presented a diet richer in ligneous species than Rabo Largo sheep. Generally, the similarity between sheep and goat diets reached 82%, with substantial differences when different variables were considered. The similarity coeficient in native caatinga was 85%, while in thinned caatinga was 78%. The lowest value was 39%, obtained when comparing the diets in terms of brush and tree species in thinned caatinga.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/45324
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:PPGZO - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
1988_dis_aenascimento.pdf38,6 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.