Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/45108
Title in Portuguese: Avaliação do risco à saúde à compostos carbonílicos e à BTEX nas principais avenidas de Fortaleza (CE).
Author: Rocha, Camille Arraes
Santiago, Íthala Saldanha de
Silva, Tamiris Ferreira da
Cavalcante, Rivelino Martins
Zanella, Maria Elisa
Keywords: Poluição atmosférica
Saúde ambiental
Tráfego de automóveis
Issue Date: 2016
Publisher: Universidade Federal do Ceará
Citation: ROCHA, Camille Arraes; SANTIAGO, Íthala Saldanha de; SILVA, Tamiris Ferreira da; CAVALCANTE, Rivelino Martins; ZANELLA, Maria Elisa. Avaliação do risco à saúde à compostos carbonílicos e à BTEX nas principais avenidas de Fortaleza (CE). Revista Encontros Universitários da UFC, Fortaleza, v.1, n. 1, 2016. (Encontro de Pesquisa e Pós-Graduação, 9).
Abstract in Portuguese: A elevada urbanização dos centros urbanos juntamente com sua dinâmica traz consigo uma série de consequências, como inúmeros prejuízos à saúde pública, sobretudo se tratando de poluição atmosférica. A queima de combustíveis fósseis provenientes de indústrias e de veículos automotores produz compostos carcinogênicos e/ou tóxicos como os Compostos Carbonílicos (CCs), sendo o formaldeído e o acetaldeído seus principais representantes, e os BTEX (Benzeno, Tolueno, Etilbenzeno e Xilenos). Tendo em vista essa problemática, o presente trabalho teve como objetivo avaliar do risco à saúde humana baseada nos níveis de CCs e BTEX na cidade de Fortaleza. Assim, os dados da poluição atmosférica foram coletados nas avenidas mais movimentadas da cidade, Aguanambi, Bezerra de Menezes, Abolição e Avenida da Universidade, e em um ponto com baixo fluxo de veículos, Rua Marechal Deodoro, observando-se a relação entre a frota veicular, concentração de poluentes e os riscos a saúdes. As coletas foram realizadas em duplicata de 8 às 19 horas, no período seco e chuvoso do ano de 2015. Os resultados mostraram que no período chuvoso todos os pontos amostrados ultrapassaram o limite estabelecido por alguns órgãos regulamentadores internacionais quanto ao formaldeído. Quanto ao acetaldeído e ao benzeno – único representante carcinogênico da família BTEX – todos os pontos ficaram dentro dos limites permitidos pelos órgãos. No período seco o risco de câncer ao formaldeído se apresentou maior que no período chuvoso e também ultrapassou os limites estabelecidos pelos órgãos regulamentadores. Já o acetaldeído e o benzeno novamente ficaram abaixo dos limites máximos permitidos. Os resultados tanto para níveis de carcinogenicidade quanto para toxicidade dos BTEX não ultrapassaram os limites estabelecidos pelas normas regulamentadoras, porém faz-se necessário enfatizar que mesmo a exposição em baixas concentrações a estes compostos a um longo período de tempo poderá causar danos irreversíveis a saúde.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/45108
metadata.dc.type: Resumo
Appears in Collections:EPPG - Resumo de trabalhos apresentados em eventos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2016_resumo_eve_carocha.pdf50,95 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.