Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/45072
Title in Portuguese: Caracterização geológica e tecnológica do arenito da formação cabeças (Pedra mourisca) de Castelo do Piauí - PI.
Title: Geological and technological characterization of the sandstone of the head formation (Pedra mourisca) of Piauí castle - PI.
Author: Freitas Filho, Agnaldo Francisco de
Advisor(s): Nogueira Neto, José de Araújo
Keywords: Caracterização tecnológica
Formação cabeça
Petrofisica
Issue Date: 2018
Citation: FREITAS FILHO, Agnaldo Francisco de. Caracterização geológica e tecnológica do arenito da formação cabeças (Pedra mourisca) de Castelo do Piauí – PI. 2018. 131 f. Dissertação (Mestrado em Geologia) - Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2018.
Abstract in Portuguese: O presente trabalho apresenta os arenitos da formação cabeça da bacia do Parnaiba-Pi, conhecidas comercialmente como Amarelo, Preto e Multicor são oriundas de uma mesma frente de lavra localizada no município de Castelo do Piauí/Pi. Com o intuito de avaliar suas qualidades para aplicação como rocha ornamental, foram efetuados ensaios petrofisicas, condutividade térmica, tecnológicos de índices físicos e físico-mecânicos, baseados em normas da ABNT, as rochas analisadas possuem composição mineralógica semelhante, sendo formadas essencialmente por quartzo, plagioclásio, muscovita. Petrograficamente corresponde a arenitos imatura mineral variando entre muito grossa a grossa, elevado grau de porosidade, alteração mineral variando de incipiente a moderada e contatos minerais predominantes do tipo côncavo-convexo. De forma geral, os resultados obtidos nos ensaios de caracterização tecnológica indicam que os três tipos de arenito estudados não atendem aos parâmetros sugeridos pelas normas vigentes. Os índices físicos apresentaram valores fora da média para rochas siliciclásticas brasileiras, quais sejam, massa especifica aparente, porosidade e absorção d’água respectivamente com 2344 kg/m³, 3,38% e 7,93% da NBR 15.845-2(ABNT-2015). Os valores de resistência à compressão uniaxial só um das amostras que conseguiu superar a média para rochas siliciclásticas brasileiras e também dentro dos limites da NBR 15.845-5(ABNT-2015). Com relação ao ensaio de flexão três pontos, a rocha exibiu valor, bem superior à média para rochas siliciclásticas brasileiras e NBR 15.845-6 (ABNT-2015). O comportamento das amostras quando submetidas ao desgaste AMSLER, forneceu um desempenho muito acima de desgaste para um percurso de 1000m, acima da média para rochas siliciclásticas brasileiras. A petrofísica da rocha em estudo, como porosidade, densidade e velocidade de propagação de ondas que têm importância particular no planejamento para rocha ornamental, baseiam-se, na sua maioria, nas seguintes propriedades: porosidade, densidade dos grãos, velocidade de propagação das ondas ultrassônicas (VP e VS). Os ensaios para obtenção destes parâmetros são frequentemente realizados sobre amostras cilíndricas coletadas. Em função dos resultados obtidos nesta pesquisa, constata-se que os tipos areníticos Amarelo, Preto, Multicor podem ser utilizados como rocha ornamental e de revestimento, cabendo ressalvas que as normas usadas não especificam para o material.
Abstract: The present work presents the sandstones of the head formation of the Parnaiba-Pi basin, known commercially as Yellow, Black and Multicor, come from the same mining front located in the municipality of Castelo do Piauí / Pi. In order to evaluate its qualities for application as ornamental rock, petrophysical tests, thermal conductivity, physical and physical-mechanical indexes based on ABNT norms were carried out, the rocks analyzed have a similar mineral composition, being formed essentially by quartz, plagioclase, muscovite. Petrografically corresponds to immature mineral sandstones varying from very thick to thick, high degree of porosity, mineral alteration ranging from incipient to moderate and predominant concave-convex mineral contacts. In general, the results obtained in the technological characterization tests indicate that the three types of sandstone studied do not meet the parameters suggested by the current norms. The physical indices presented values ​​outside the average for Brazilian siliciclastic rocks, namely, apparent specific mass, porosity and water absorption, respectively, with 2344 kg / m³, 3.38% and 7.93% of NBR 15,845-2 (ABNT- 2015). The values ​​of uniaxial compression strength were only one of the samples that managed to exceed the average for Brazilian siliciclastic rocks and also within the limits of NBR 15.845-5 (ABNT-2015). With respect to the three point flexural test, the rock exhibited value, well above the average for Brazilian siliciclastic rocks and NBR 15.845-6 (ABNT-2015). The behavior of the samples when subjected to AMSLER wear, provided a performance that was well above the wear for a 1000m course, above the average for Brazilian siliciclastic rocks. The rock petrophysics studied, such as porosity, density and wave propagation velocity, which are of particular importance in ornamental rock planning, are mostly based on the following properties: porosity, grain density, wave propagation velocity ultrasound (VP and VS). The tests to obtain these parameters are often performed on collected cylindrical samples. According to the results obtained in this research, it is verified that the sandstone types Yellow, Black, and Multicor can be used as ornamental and cladding rock, with caveats that the norms used do not specify for the material.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/45072
Appears in Collections:DGL - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_dis_afreitasfilho.pdf4,98 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.