Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/44793
Title in Portuguese: Avaliação comportamental, de mecanismos antidepressivos e alterações metabólicas da combinação de mirtazapina e ácido lipóico em modelo de depressão induzido por corticosterona
Title: Behavioral evaluation of antidepressive mechanisms and metabolic changes in mirtazapine and lipoic acid combination in corticosterone depression model
Author: Oliveira, Tatiana de Queiroz
Advisor(s): Vasconcelos, Silvânia Maria Mendes
Keywords: Depressão
Ácido Tióctico
Antidepressivos
Inflamação
Ganho de Peso
Issue Date: 5-Jul-2019
Citation: OLIVEIRA, T. Q. Avaliação comportamental, de mecanismos antidepressivos e alterações metabólicas da combinação de mirtazapina e ácido lipóico em modelo de depressão induzido por corticosterona. 2019. 100 f. Tese (Doutorado em Farmacologia) – Faculdade de Medicina, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2019.
Abstract in Portuguese: A depressão é uma doença que se caracteriza por humor deprimido, deficiências cognitivas, alterações do sono e do apetite que afeta cerca de 320 milhões de pessoas no mundo e é a principal causa de incapacidade. O modelo de depressão induzido por corticosterona altera o eixo hipotálamo-hipófise-adrenal produzindo sintomas semelhantes à depressão. O presente trabalho buscou elucidar os efeitos neuroquímicos e mecanismos envolvidos na associação da mirtazapina (MIRT), um antidepressivo usado no tratamento de depressão resistente, mas com importantes efeitos colaterais como sedação e ganho de peso, com o ácido lipóico (ALA), composto com ações anti-inflamatórias e antioxidantes. Camundongos machos adultos receberam 0,3% Tween 80, corticosterona (CORT 20 mg/kg), MIRT (3 mg/kg), ALA (100 ou 200 mg/kg), sozinhos ou associados por 21 dias. No último dia de tratamento os animais foram submetidos aos seguintes testes: suspensão de cauda, nado forçado, Splash , preferência por sacarose reconhecimento de objetos e labirinto em Y. Além disso, analisamos as concentrações de: colesterol total e frações, corticosterona; alterações no peso dos animais; expressão de citocinas IL-6 e IL-4; e expressão proteica e ativação de Akt (total e fosforilado), transportador de serotonina e sinaptofisina e ativação de caspase 3 no HC também foram abordadas. O presente estudo demonstrou que a administração crônica de corticosterona promoveu alterações de comportamento tipo depressivo (depressão-like), déficit de memória, alterações metabólicas (colesterol total e LDL), alterações nos níveis de corticosterona e de interleucinas no HC de camundongos (aumento de IL6 e redução de IL4), bem como aumento de SERT nessa área cerebral. O tratamento com ALA200+M reverteu os sintomas depressivos e cognitivos avaliados, assim como reduziu o nível de corticosterona nos animais e a expressão de SERT, embora a associação não tenha apresentado sinergismo; e o ALA100+M reverteu o ganho de peso causado pelo tratamento com MIRT. Isto fornece evidência de que a combinação de ALA + MIRT pode ser uma perspectiva de tratamento da depressão, no entanto, mais pesquisas devem ser conduzidas nesta finalidade.
Abstract: Depression is a disease characterized by depressed mood, cognitive deficits, sleep and appetite disorders that affects about 320 million people in the world and is the leading cause of disability. The model of depression induced by corticosterone alters the hypothalamic-pituitary-adrenal axis producing symptoms like depression. The present work sought to elucidate the neurochemical effects and mechanisms involved in the association of mirtazapine (MIRT), an antidepressant used in the treatment of resistant depression, but with important side effects such as sedation and weight gain, with lipoic acid (ALA) anti-inflammatory and antioxidant actions. Adult male mice received 0.3% Tween 80, corticosterone (CORT 20 mg / kg) MIRT (3 mg / kg), ALA (100 or 200 mg / kg), alone or associated for 21 days. On the last day of treatment, the animals were subjected to the following tests: tail suspension, forced swimming, Splash test, sucrose preference, object recognition and Y Maze Spontaneous Alternation. In addition, we analyzed the concentrations of: total cholesterol and fractions, corticosterone; changes in the weight of animals; expression of IL-6 and IL-4 cytokines; and protein expression and activation of Akt (total and phosphorylated), serotonin and synaptophysin transporter and activation of caspase 3 in HC were also addressed. The present study demonstrated that chronic corticosterone administration promoted changes in depressive-like behavior, memory deficit, metabolic changes (total cholesterol and LDL), changes in corticosterone and interleukin levels in the HC of mice (increase of IL6 and reduction of IL4), as well as increase of SERT in this cerebral area. Treatment with ALA200 + M reversed the depressive and cognitive symptoms evaluated, as well as reduced the level of corticosterone in the animals and the expression of SERT, although the association did not show synergism; and ALA100 + M reversed the weight gain caused by MIRT treatment. This provides evidence that the combination of ALA + MIRT may be a perspective of treating depression, however, further research should be conducted for this purpose.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/44793
metadata.dc.type: Tese
Appears in Collections:PPGF - Teses defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_tese_tqoliveira.pdf2,21 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.