Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/44735
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorRomão, Tito Lívio Cruz-
dc.date.accessioned2019-08-14T13:46:30Z-
dc.date.available2019-08-14T13:46:30Z-
dc.date.issued2016-
dc.identifier.citationROMÃO, Tito Lívio Cruz. As transformações de Gregor Samsa entre o texto original e os textos traduzidos. Revista Graphos, João Pessoa, v. 18, n. 2, p. 113-134, 2016.pt_BR
dc.identifier.issn1516-1536-
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/44735-
dc.description.abstractIn Kafka’s novella Die Verwandlung (The Metamorphosis) a young man named Gregor Samsa awakes one morning from troubled dreams, and he suddenly finds himself changed into a monstrous insect in his bed. Over several decades this narrative by Franz Kafka has been translated into many languages, and generally the translators have preferred the generic term “insect” to designate what the author called “Ungeziefer” in the opening sentences of his novella. Especially in Brazil there has been a somewhat prevailing tendency – though not necessarily in the translations of Die Verwandlung – to identify the result of Gregor Samsa’s transformation with a “cockroach”. This article aims to compare and analyze 31 different translations of Die Verwandlung into Portuguese, Spanish, Italian, French and English, especially focusing on the translation suggestions for the word “Ungeziefer”, as well as on trying to explain the use of a cockroach image or of any other insect as a probable means of cultural transfer.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectKafka, Franz, 1883-1924. Die Verwandlung (A metamorfose)pt_BR
dc.subjectPersonagens e características em literaturapt_BR
dc.subjectKafka, Franz, 1883-1924. Gregor Samsa (Personagem ficcional)pt_BR
dc.subjectKafka, Franz, 1883-1924. - Tradução e interpretaçãopt_BR
dc.subjectTradução e interpretaçãopt_BR
dc.subjectKafka, Franz, 1883-1924. A metamorfose - Tradução e interpretaçãopt_BR
dc.subjectTradução e interpretação na literaturapt_BR
dc.titleAs transformações de Gregor Samsa entre o texto original e os textos traduzidospt_BR
dc.typeArtigo de Periódicopt_BR
dc.description.abstract-ptbrNa novela de Kafka Die Verwandlung (A metamorfose), o jovem Gregor Samsa, uma certa manhã, depois de despertar de sonhos agitados, dá-se conta, em sua cama, de que se transformara em um monstruoso inseto. Ao longo de décadas, esta obra de Kafka tem sido traduzida em diversas línguas e, em geral, tem-se optado pelo hiperônimo “inseto” para designar o que o autor chamou, na abertura do relato, de “Ungeziefer”. No Brasil, notadamente, houve uma tendência bastante difundida – mas não necessariamente nas traduções de Die Verwandlung – de se querer identificar o resultado da transformação de Gregor Samsa com uma “barata”. Este trabalho tem por objetivo cotejar e analisar 31 diferentes versões de Die Verwandlung em português, espanhol, italiano, francês e inglês, a fim de verificar a tradução do termo “Ungeziefer”, bem como tentar encontrar explicações para o uso da imagem de uma barata ou de outro bicho como uma provável forma de transferência cultural.pt_BR
Appears in Collections:POET - Artigos publicados em revistas científicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2016_art_tlcromao.pdf864,29 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.