Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/43952
Title in Portuguese: Repensando uma visão (não) individualista da pessoa no panorama da compreensão dos direitos humanos e a perspectiva autopoiética de eduação: uma proposta a partir da leitura de Humberto Maturana
Title: Rethinking a vision (not) individualist of the person in the panorama of the understanding of human rights and the perspective of autopoietic education: a proposal from the reading of Humberto Maturana
Author: Engelmann, Wilson
Wünsch, Guilherme
Keywords: Autopoiese
Direito
Educação
Direitos Humanos
Issue Date: Jul-2018
Publisher: NOMOS: Revista do Programa de Pós-Graduação em Direito da UFC
Citation: ENGELMANN, Wilson; WÜNSCH, Guilherme. Repensando uma visão (não) individualista da pessoa no panorama da compreensão dos direitos humanos e a perspectiva autopoiética de eduação: uma proposta a partir da leitura de Humberto Maturana. NOMOS: Revista do Programa de Pós-Graduação em Direito da UFC, Fortaleza, v.38, n.2, jul./dez., 2018, p. 257-275
Abstract in Portuguese: O artigo observa a relação que o fenômeno cognitivo possui com a perspectiva autopoietica, assim o fenômeno jurídico e a educação se tornam corolários para o desenvolvimento de ações não individualistas, num contexto jurídico-social marcado pelo viés renovado do respeito aos Direitos Humanos, a partir do livro de Maturana e Varela: A árvore do conhecimento. Por meio da metodologia funcionalista e estruturalista e da revisão bibliográfica concluiu-se: o pensar a relação entre a perspectiva autopoiética da educação e a teoria do direito é compreender a interação entre os sujeitos, na presença de alteridades distintas que se abrem à construção pessoal de uns e de outros.
Abstract: The article observes the relationship that cognitive phenomenon has with the autopoietic perspective, so the legal phenomenon and education become corollaries to the development of nonindividualist actions in a legal and social context scored by renovated bias of respect for human rights, as Maturana and Varela’s book: The Tree of Knowledge. By functionalist and structuralist methodology and literature review concluded: thinking the relationship between the autopoietic perspective of education and the theory of law is to understand the interaction between the subjects in the presence of distinct otherness that open to personal building each others.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/43952
metadata.dc.type: Artigo de Periódico
ISSN: 1807-3840
Appears in Collections:FADIR - Artigos publicados em revistas científicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_art_wengelmann.pdf362,2 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.