Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/43805
Title in Portuguese: Políticas públicas de enfrentamento à violência contra a mulher: uma análise da Casa da Mulher Brasileira de Fortaleza/CE
Author: Rodrigues, Lívia Rocha
Advisor(s): Lima, Antônia Emanuela Oliveira de
Keywords: Violência contra a mulher
Políticas públicas de enfrentamento à violência contra a mulher
Casa da mulher brasileira
Issue Date: 2019
Citation: RODRIGUES, Lívia Rocha. Políticas públicas de enfrentamento à violência contra a mulher: uma análise da Casa da Mulher Brasileira de Fortaleza/CE. 2019. 63f. Monografia (Graduação em Gestão de Políticas Públicas) - Universidade Federal do Ceará,Centro de Ciências Agrárias, Fortaleza (CE), 2019.
Abstract in Portuguese: O presente trabalho trata da temática de Políticas Públicas para o Enfrentamento à Violência contra Mulher e tem como foco principal o estudo da Casa da Mulher Brasileira de Fortaleza. Tem por objetivo analisar os serviços prestados na Casa da Mulher Brasileira sob a ótica das funcionárias, e, especificamente, discutir políticas públicas de enfrentamento à violência contra a mulher; dissertar sobre a gestão, serviços e atendimento da Casa da Mulher Brasileira; e verificar a concepção das funcionárias sobre o atendimento oferecido às mulheres pela Casa. O aporte teórico contou com autores que tratam do tema da violência contra a mulher, como é o caso de Faria (2014), Krug (2001), Malua (2015) Pinafi (2007) e Simone de Beauvoir (1967), perpassa ainda pel a questão dos Direitos Humanos com Benevides (2008), Comparato (2010) e Rabenhorst (2008) e por documentos que amparam as políticas públicas de enfrentamento à violência contra a mulher, a Política Nacional de Enfrentamento à Violência contra a Mulher (201 1), a Lei Maria da Penha (2006) e o Programa Mulher: Viver sem Violência (2013). A pesquisa se classificou como qualitativa, um estudo de caso. Constituíram como sujeitos, cinco funcionárias da Casa da Mulher Brasileira que foram entrevistadas in lócus. Percebeu-se que a Casa é um equipamento essencial para o enfrentamento da violência contra as mulheres, por conter uma série de serviços no mesmo local, atuando de forma humanizada ao reduzir o processo de revitimização das mulheres.
Abstract: The present work deals with the theme of Public Policies for Confronting Violence against Women and has as main focus the study of th e House of the Brazilian Woman of Fortaleza. Its purpose is to analyze the services provided in the House of Brazilian Women from the point of view of female employees, and, specifically, to discuss public policies to combat violence against women; lecture about the management, services and care of the Brazilian Women's House; and to verify the conception of the employees on the service offered to the women by the House. The theoretical contribution was made by authors who deal with violence against women, such as Faria (2014), Krug (2001), Malua (2015) Pinafi (2007) and Simone de Beauvoir (1967). human rights issue with Benevides (2008), Comparato (2010) and Rabenhorst (2008) and by documents that support public policies to combat violence against women, th e National Policy to Combat Violence Against Women (2011), the Law Maria da Penha (2006) and the Women: Living Without Violence (2013) program. The study was classified as qualitative, a case study. Five female employees of the House of Brazilian Women who were interviewed in loco were constituted as subjects. It was realized that the House is an essential equipment for facing violence against women, because it contains a series of services in the same place, acting in a humanized way by reducing the process of revictimization of women.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/43805
Appears in Collections:GESTÃO DE POLÍTICAS PÚBLICAS - Monografias

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_tcc_lrrodrigues.pdf793,4 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.