Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/43486
Title in Portuguese: As pecularidades da violência no Ceará: aventuras e maneiras de fazer o crime
Author: Sousa, Manoel Johnson Sales
Advisor(s): Paiva, Luiz Fábio Silva
Keywords: Crime
Estilo de Vida
Violência
Issue Date: 2019
Citation: SOUSA, Manoel Johnson Sales. As peculariedades da violência no Ceará: aventuras e maneiras de fazer o crime. 2019. 159f.- Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Ceará, Centro de Humanidades, Programa de Pós-graduação em Sociologia, Fortaleza, 2019.
Abstract in Portuguese: Este trabalho é produto de um esforço para compreender as peculiaridades e maneiras de fazer crime no Ceará. Por meio da leitura crítica de produções anteriores que abordam o mesmo tema, consultando materiais diversos, como matérias de jornais e na internet, fazendo uso de ferramentas analíticas como músicas, séries televisivas, HQs e outras expressões da cultura pop, e principalmente por uma imersão profunda no campo empírico, tendo a “observação participante”, as conversas nas “bocas”, festas e locais de atuação de faccionários, e entrevistas semiestruturadas, como técnicas principais, chegando, assim, a um percurso teórico-metodológico que visa a alcançar os elementos sócio-histórico-culturais e os fatores envolvidos na produção das subjetividades de jovens integrantes do movimento criminal, identificando características psicossociais e comportamentos reincidentes e comuns nas maneiras de praticar crime no Ceará; distinguindo, junto aos pesquisados, um “jeito cearense de fazer”. Foram observadas as opções e renúncias feitas por jovens moradores das periferias e engajados no crime e o que eles entendem como consequências éticas, morais, culturais, econômicas e sociais advindas das suas escolhas, considerando detalhes de comportamento, como as novas expressões de intimidades que se dão mediante relações assimétricas, em que dinheiro e poder, de origem ilícita, fomentam relacionamentos que tanto desafiam como reforçam e ressignificam padrões morais vigentes. A fragmentação, o acirramento das disputas territoriais e a espetaculização violenta por meio de suplícios, chacinas e demonstrações públicas de crueldade são entendidos como características de um cenário em consolidação, onde o monopólio da violência está sendo disputado com o Estado e as demonstrações de força funcionam como elemento para dissuasão e afirmação de coletivos criminais. O estudo, realizado em comunidades localizadas nos Municípios de Itapajé, Paraipaba, Caucaia e Fortaleza, buscou ir além dos aspectos objetivos e materiais e avançar nas variáveis culturais do fenômeno, concluindo que, entre os entrevistados, os conflitos, arranjos e rearranjos éticos, que possibilitam o desenvolvimento de sociabilidades que ora desafiam, ora reafirmam e ressignificam a moral dominante, acomodando modalidades contraditórias e conflitantes de perceber e agir na sociedade, fundam um estilo de vida, baseado no crime, que oferece para jovens das periferias, identidades, opções de inclusão socioeconômica e a sensação de resistência contra a ordem instaurada.
Abstract: This work is the product of an effort to understand the peculiarities and ways of making crime in Ceará. Through critical reading of previous productions that approach the same theme, consulting various materials such as newspaper articles and internet sites, making use of analytical tools such as music, TV series, comics and other expressions of pop culture, and mainly through deep immersion in the empirical field, having "participant observation", the conversations in the "mouths", parties and places of action of factionalists, and semi-structured interviews as main techniques, thus reaching a theoretical-methodological path that aims to reach the socio-historical-cultural elements and the factors involved in the production of the subjectivities of young people who are part of the criminal movement, identifying psychosocial characteristics and recurrent and common behaviors in the ways of practicing crime in Ceará, distinguishing, together with the individuals surveyed, a "Cearense way of doing". The options and renunciations made by young residents of the peripheries and engaged in crime were observed and what they understood as ethical, moral, cultural, economic and social consequences of their choices, considering details of behavior as, the new expressions of intimacies that occur through asymmetric relations, in which money and power, of illicit origin, foment relationships that both challenge and reinforce and resignify existing moral standards. The fragmentation, intensification of territorial disputes and violent spectacularisation through torture, slaughter and public demonstrations of cruelty are understood as characteristics of a scenario in which the monopoly of violence is being fought with the State and the demonstrations of force function as element of deterrence and affirmation of criminal collectives. The study carried out in communities located in the municipalities of Itapajé, Paraipaba, Caucaia and Fortaleza, sought to go beyond the objective and material questions and to advance to the cultural aspects of the phenomenon, concluding that among the interviewees, the conflicts, ethical arrangements and rearrangements, that allow the development of sociabilities that now defy, and reaffirm and to resignify the dominant morality, accommodating contradictory and conflicting ways of perceiving and acting in society, founded a lifestyle based on crime, offering for young people from the peripheries, identities, options of socioeconomic inclusion and the sense of resistance against the established order.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/43486
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:PPGS - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_dis_mjssousa.pdf1,82 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.