Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/43408
Title in Portuguese: Eu voto, porque eu gosto: análise do comportamento eleitoral de idosas em Fortaleza-CE
Author: Marques, Carla Beatriz Raulino
Advisor(s): Aquino, Jakson Alves de
Keywords: Comportamento políticos
Idosas
Voto
Issue Date: 2018
Citation: MARQUES, Carla Beatriz Raulino. "Eu voto, porque eu gosto": análise do comportamento eleitoral de idosas em Fortaleza-CE. 2018. 140f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Ceará, Centro de Humanidades, Programa de Pós-graduação em Sociologia, Fortaleza, 2018.
Abstract in Portuguese: O objetivo desta pesquisa foi apreender o comportamento político das eleitoras idosas, residentes em Fortaleza, e principalmente investigar se as mulheres idosas gostam de votar. A pesquisa ocorreu em duas etapas: qualitativa e quantitativa. Inicialmente, foram realizados grupos focais e entrevistas em duas entidades que prestam serviços aos idosos. Uma atende pessoas carentes, outra apresenta um público de classe média. Em seguida, foram aplicados 427 questionários, com idosas de classes sociais distintas, distribuídos em 39 bairros da capital cearense. As teorias que nortearam esta investigação são as referentes a mulher idosa (conceito de velhice, gênero e geração) e ao comportamento político (socialização política, cultura política e comportamento eleitoral). A eleitora idosa apresenta particularidades por ser idosa, por ser mulher e por pertencer a uma geração distinta. A socialização política consiste na assimilação de valores, pensamentos e comportamentos políticos. Estes conteúdos incorporados tendem a permanecer na fase adulta, porém, a medida que os sujeitos vão envelhecendo e ingressando em diferentes gerações, eles têm contato com novos processos socializadores, e portanto, podem adquirir novas atitudes políticas. Deste modo, a socialização política e as mudanças no ciclo da vida, somada às desigualdades de gênero e socioeconômicas, podem modificar o comportamento eleitoral dos sujeitos. Os dados coletados demonstram diversas tendências do comportamento político das idosas, e principalmente, confirma a hipótese de que estas, majoritariamente, gostam de votar, porque consideram este um ato importante. Conclui-se que as idosas, em sua maioria, gostam de votar, porque desejam contribuir para a construção de uma sociedade melhor, bem como enxergam o dia da eleição como alegre, devido aos encontros com parentes e amigos que o dia da pleito possibilita.
Abstract: The objective of this research was to apprehend the polítical behavior of elderly voters, residents of Fortaleza, and mainly to investigate whether older women like to vote. The research took place in two stages: qualitative and quantitative. Initially, focus groups and interviews were conducted in two entities that provide services to the elderly. One serves poor people, another presents a middle-class audience. Next, 427 questionnaires were administered, with elderly women of different social classes, distributed in 39 neighborhoods of the capital of Ceará. The theories that guided this investigation are those referring to the elderly woman (concept of old age, gender and generation) and to polítical behavior (polítical socialization, polítical culture and electoral behavior). The elderly voter presents particularities for being elderly, for being a woman and for belonging to a different generation. Polítical socialization consists in the assimilation of values, thoughts and polítical behaviors. These embodied contents tend to remain in the adult phase, however, as the subjects grow older and enter into different generations, they come into contact with new socializing processes, and therefore can acquire new polítical attitudes. In this way, polítical socialization and changes in the life cycle, coupled with gender and socioeconomic inequalities, can modify the electoral behavior of the subjects. The data collected demonstrate several trends in the polítical behavior of the elderly women, and especially confirms the hypothesis that they mostly like to vote, because they consider this an important act. It is concluded that the majority of women enjoy voting, because they want to contribute to the construction of a better society, and they see the day of the election as joyful, due to the meetings with relatives and friends that the day of the election makes possible.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/43408
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:PPGS - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_dis_cbrmarques.pdf887,99 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.