Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/43212
Title in Portuguese: Capital social e participação política: a experiência de empoderamento cidadão de egressos da rede de associações do PRECE/CE
Author: Ribeiro, Tony Wérison de Sousa Ramos
Advisor(s): Gonçalves, Danyelle Nilin
Keywords: Capital Social
Empoderamento
Educação
Issue Date: 2018
Citation: RIBEIRO, Tony Wérison de Sousa Ramos. Capital social e participação política: a experiência de empoderamento cidadão de egressos da rede de associações do PRECE/CE. 2018. 191f. - Dissertações (Mestrado) - Universidade Federal do Ceará, Centro de Humanidades, Programa de Pós-graduação em Sociologia, Fortaleza, 2018.
Abstract in Portuguese: A pesquisa a seguir se insere no circuito de trabalhos que buscam analisar a relação entre capital social e participação política. Nesse contexto, nosso objeto de estudo é a Rede de associações estudantis do Programa de Educação em Células Cooperativas (PRECE). Nosso objetivo é analisar o PRECE como um espaço de socialização educacional e política e sua possível influência no empoderamento cidadão dos atores que participaram dessa experiência. Partimos da hipótese que o estoque de capital social gerado no PRECE elevou o nível de empoderamento cidadão e de potencial de capital social emancipatório dos egressos da experiência, influenciando positivamente os seus níveis de participação política. Através de sua metodologia de aprendizagem cooperativa e solidária, o movimento educacional do PRECE oportunizou, sobretudo na região do Médio Curu cearense, o ingresso de mais de 500 estudantes de origem popular no ensino superior. A partir da internalização de normas generalizadas de cooperação, confiança e reciprocidade, os estudantes compartilham seus conhecimentos em pequenos grupos (células) e, após ingressarem na universidade, retornam aos finais de semana para suas comunidades para colaborar com o desenvolvimento de projetos nas áreas de educação, controle social e governança, e comunicação social. Partindo da premissa da Rede PRECE como uma manifestação ativa de capital social, avaliamos até que ponto ter participado da experiência do PRECE influenciou positivamente no comportamento desses indivíduos no que se refere a uma maior participação política. Quanto ao aspecto metodológico, partimos de uma abordagem quanti-qualitativa, uma vez que a complexidade do objeto de pesquisa nos permitiu essa escolha. Para colher os dados utilizamos como instrumentos de análise: questionário estruturado, grupos focais, entrevistas com lideranças-chave do movimento e análise documental. Presumimos que o processo educativo de empoderamento cidadão a partir da experiência do PRECE e a formação de uma nova modalidade de capital social que mede o potencial de emancipação possibilitaram aos estudantes se conscientizarem dos problemas enfrentados em suas comunidades e a se engajarem na busca de soluções coletivas. Nesse sentido, a participação em associações horizontais e voluntárias visando objetivos comuns produziu regras sociais, normas de cooperação, confiança e reciprocidade entre seus membros, gerando predisposições positivas em relação à eficácia política de cada cidadão.
Abstract: The following research is part of the work that seeks to analyze the relationship between social capital and political participation. In this context, our object of study are the student associations of the Cooperative Cell Education Program (PRECE). Our objective is to analyze the PRECE as a space of educational and political socialization and its possible influence in the citizen empowerment of the actors who participated in this experience. We start from the hypothesis that the stock of social capital generated in the PRECE raised the level of citizen empowerment and the emancipatory social capital potential of the graduates of the experience, positively influencing their levels of political participation. Through its methodology of cooperative and supportive learning, the PRECE educational movement made it possible, above all in the region of the Middle Curu region, for more than 500 students of popular origin to join university education. From the internalization of generalized norms of cooperation, trust and reciprocity, students share their knowledge in small groups (cells) and, after entering university, return to their communities on weekends to collaborate in the development of projects in the areas of education, social control and governance, and social communication. Starting from the premise of PRECE as an active manifestation of social capital, we evaluated the extent to which it participated in the experience of the PRECE had a positive influence on the behavior of these individuals in terms of greater political participation. As for the methodological aspect, we started with a quanti-qualitative approach. In the collection of the data we use as instruments of analysis: structured questionnaire, focus groups, interviews with movement leaders and documentary analysis. We presume that the educative process of citizen empowerment based on the experience of the PRECE and the formation of a new modality of social capital that measures the potential of emancipation enabled the students to become aware of the problems faced in their communities and to engage in the search for collective solutions. In this sense, participation in horizontal and voluntary associations aimed at common objectives has produced social rules, norms of cooperation, trust and reciprocity among its members, generating positive predispositions regarding the political efficacy of each citizen.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/43212
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:PPGS - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_dis_twsrribeiro.pdf1,54 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.