Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/42911
Title in Portuguese: Extração, purificação e atividade biológica de polissacarídeos sulfatados da alga marinha vermelha champia feldmannii
Author: Torres, Valeska Martins
Advisor(s): Farias, Wladimir Ronald Lobo
Keywords: Alga marinha
Alga marinha vermelha
Engenharia de pesca
Issue Date: 2005
Citation: TORRES, Valeska Martins. Extração, purificação e atividade biológica de polissacarídeos sulfatados da alga marinha vermelha champia feldmannii. 39 f. Monografia (Graduação em Engenharia de Pesca)-Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2005.
Abstract in Portuguese: A alga marinha vermelha Champia feldmannii é uma alga pertencente à Ordem Rhodymeniales, Família Lomentariaceae. O presente trabalho teve como objetivo extrair, fracionar e avaliar a atividade anticoagulante dos polissacarídeos sulfatados da alga marinha vermelha C_ feldmannii, utilizando diferentes metodologias de extração. A extração iniciou-se a partir de 2 gramas do material seco, hidratado com tampão acetato de sódio pH 5,0 + EDTA 5mM + cys 5mM. Em seguida, adicionou-se solução de papaína (30 mg/ml), sendo a mistura incubada a 60 °C por 24 horas. Após esse período, o resíduo foi separado do sobrenadante. Ao sobrenadante adicionou-se solução a 10% de cloreto de cetilpiridínio (CPC) para precipitação dos polissacarídeos sulfatados por 24 horas, à temperatura ambiente. Pelo método li, a precipitação foi realizada apenas com etanol absoluto. Após a precipitação, os polissacarídeos sulfatados foram levados à estufa, a 60 °C para secagem, obtendo-se os polissacarídeos totais. O extrato bruto dos polissacarídeos foi fracionado em coluna de troca iânica, com solução contendo diferentes concentrações de NaCI. Em cada fração obtida, foram realizados os testes de condutividade, DUBOIS e aPTT, para determinar a condutividade, o teor de açúcar e atividade anticoagulante, respectivamente. O rendimento total obtido pelo método H (46,6%) foi superior ao obtido pelo método 1 (36,2%). O fracionamento em coluna de troca lônica mostrou uma grande diferença no perfil metacromático entre os polissacarídeos sulfatados extraídos pelos métodos 1 e II, bem como entre as diferentes incubações dentro do mesmo método_ A atividade anticoagulante apresentou uma grande variação entre os métodos e também entre as diferentes incubações de um mesmo método. As atividades mais expressivas foram obtidas nas frações eluidas com 1,2 e 1,4 M de NaCI, ambas oriundas da quarta incubação do método I (C.P.C.), sendo a primeira a mais ativa. A fração eluida com 1,2 M de NaCI obtida da 2a incubação do método II também apresentou uma atividade anticoagulante bastante expressiva.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/42911
metadata.dc.type: TCC
Appears in Collections:ENGENHARIA DE PESCA - Trabalhos Acadêmicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2005_tcc_vmtorres.pdf39,34 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.