Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/42522
Title in Portuguese: Macrofauna bentônica associada a rodofíceas da praia do Pacheco Caucaia - Ceará - Brasil
Author: Diniz, Adriana de Freitas
Advisor(s): Barreira, Rocha de Almeida
Keywords: Macroalga marinha
Praia do Pacheco
Issue Date: 2005
Citation: DINIZ, Adriana de Freitas. Macrofauna bentônica associada a rodofíceas da praia do Pacheco Caucaia - Ceará - Brasil. 60 f. Monografia (Graduação em Engenharia de Pesca) - Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2005.
Abstract in Portuguese: As macroalgas marinhas são organismos avasculares, produtores de oxigênio, as quais possuem estruturas que se tornam habitats perfeitos, fornecendo locais para alimentação, abrigo, reprodução e crescimento de inúmeras espécies do fitai, espécies estas que possuem grande valor econômico e ecológico. Porém, pela escassez do conhecimento nesta área, torna-se necessária a realização de estudos que forneçam estimativas quantitativas e qualitativas das macrófitas e seus habitantes, favorecendo assim, o melhor manejo, tanto para exploração como conservação dos bancos de macroalgas. O presente trabalho teve como objetivo verificar a influência das macroalgas sobre os grupos taxonômicos associados, correlacionando a forma estrutural das macroalgas com os tipos de organismos epifaunais, e avaliar sazonalmente a composição e abundância desses organismos associados na praia do Pacheco, município de Caucaia (CE). Considerando a coleta piloto foram realizadas 4 coletas bimestrais, onde foram coletadas aleatoriamente três espécies de algas Rhodophyta (Coralina officinalis, Gracilaria domingensis e Hypneia musciformis), das quais foram retiradas três réplicas de cada uma para análise. As algas foram encaminhadas ao laboratório de macroalgas do LABOMAR para identificação das espécies e os organismos associados foram identificados em grandes grupos taxonômicos. Foram analisados fatores como: biomassa (g/ peso seco de alga) e estrutura da alga, para se avaliar a preferência dos organismos na associação com as macroalgas. A alga com maior abundância de organismos foi Hypneia musciformis, devido a sua estrutura emaranhada rica em gavinhas; a mais diversa foi a Coralina officinalis, pela constituição calcária e a formação de densos tufos.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/42522
metadata.dc.type: TCC
Appears in Collections:ENGENHARIA DE PESCA - Trabalhos Acadêmicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2005_tcc_afdiniz.pdf44,45 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.