Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/42262
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorVasconcelos, José Gerardo-
dc.date.accessioned2019-06-03T16:56:14Z-
dc.date.available2019-06-03T16:56:14Z-
dc.date.issued2006-
dc.identifier.citationVASCONCELOS, José Gerardo. A dança do bêbado: embriaguez e teatralidade na arte da capoeiragem. In: VASCONCELOS, José Gerardo; SALES, José Albio Moreira de (orgs.). Pensando com Arte. Fortaleza: Edições UFC, 2006. p. 120-136.pt_BR
dc.identifier.isbn85-7282-221-6-
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/42262-
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.publisherEdições UFCpt_BR
dc.subjectCapoeirapt_BR
dc.subjectTradição afro-descendentept_BR
dc.subjectDançapt_BR
dc.subjectMitologiapt_BR
dc.titleA dança do bêbado: embriaguez e teatralidade na arte da capoeiragempt_BR
dc.typeCapítulo de Livropt_BR
dc.description.abstract-ptbrArte da esquiva. Possibilidade de ataque desfeito e refeito pela circularidade de novo movimento que encontra o tempo correto para ser encaixado no ventre do adversário. Todavia, o capoeira ausente da piedade cristã, em frações de segundos, muda o desfecho do movimento. Ataca, demonstra sua habilidade e resolve não acertar. Sabe que pode bater e não faz porque não quer. A simulação e teatralização da luta é parte de uma dança. Um jogo gingado entoado pelo canto e pelo coro animado. Um jogo que dança na malícia da roda. É o entusiasmo e o êxtase do deus do teatro que no contexto da capoeiragem é capaz de dançar. É Dioniso quem comanda a roda e o cenário de uma embriaguez vigilante e atenta aos mínimos movimentos e intenções do outro.[...]pt_BR
Appears in Collections:PPGEB - Capítulos de livro

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2006_capliv_jgvasconcelos.pdf9,48 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.