Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/41860
Title in Portuguese: Visão psicanalítica das dificuldades na relação professor – aluno
Author: Rodrigues, Mônica Regina Paulino Martinho
Advisor(s): Holanda, Helena Cláudia Frota de
Keywords: Avaliação da aprendizagem
Psicanálise
Processo de ensino aprendizagem
Issue Date: 2005
Citation: RODRIGUES, Mônica Regina Paulino Martinho. Visão psicanalítica das dificuldades na relação professor – aluno. 2005. 86f. – TCC ( Monografia) – Universidade Federal do Ceará, Faculdade de Educação, Centro de Treinamento e Desenvolvimento, Curso de Especialização em Psicopedagogia, Fortaleza (CE), 2005.
Abstract in Portuguese: Neste trabalho, pretendemos abordar a visão psicanalítica das dificuldades na relação professor-aluno com o objetivo de ampliar os horizontes de leitura das dificuldades de aprendizagem, aqui compreendidas, em muitos casos, como sintomas da contemporaneidade; assim também como o lugar do professor na complexa relação ensino-aprendizagem. Neste sentido, realizou-se uma revisão bibliográfica em torno de dois eixos: a teoria psicanalítica da constituição do sujeito psíquico e a abordagem psicanalítica da educação, da aprendizagem e das dificuldades inerentes à relação ensino-aprendizagem a partir dos mecanismos de transferência, contra-transferência e identificação. A teoria psicanalítica e sua lei-tura aplicada à educação mostra-nos os equívocos referentes à uma educação idealizada para alunos idealizados; que o processo de construção do conhecimen-to está permeado por algo que acontece e que ultrapassa, que está além e aquém da pura e consciente vontade de fazer com que alguém saia do limbo da ignorân-cia e passe para o lado dos que conhecem. O trabalho do professor, que carrega em si, permeando o profissional, o sujeito do desejo com seus fantasmas, recal-ques e ideais interpondo-se entre ele e seu modo de ensinar, ele e seus alunos. A relação ensino-aprendizagem, seja ela desempenhada em sala de aula ou no acompanhamento psicopedagógico, é uma relação construída em cima de expec-tativas e de situações que muitas vezes fogem ao controle do ensinante e do aprendente. A partir do esclarecimento que lhe é proporcionado pela teoria psica-nalítica, e para alguns, à partir da experiência analítica em si, o profissional da educação passa a tomar em consideração na sua prática os fatores inconscientes que determinam a relação com o outro; o conjunto dos processos dinâmicos que se manifestam no terreno pedagógico, tanto a transferência da criança como a contra-transferência do educador, passam a ter um sentido, reconhecendo assim, a subjetividade. O reconhecimento da impossibilidade de uma relação perfeita e tranqüila, sem angústias, frustrações ou desencontros, traz consigo a possibi-lidade da busca de um caminho mais humano e respeitoso para com os sujeitos envolvidos nessa relação.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/41860
metadata.dc.type: TCC
Appears in Collections:EPP - Monografias

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2005_tcc_mrpmrodrigues.pdf451,86 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.