Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/41817
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorSantos, Paulo Roberto-
dc.contributor.authorSampaio, Ana Claudia Costa de-
dc.date.accessioned2019-05-21T13:12:40Z-
dc.date.available2019-05-21T13:12:40Z-
dc.date.issued2018-03-20-
dc.identifier.citationSAMPAIO, A.C.C.(2018)pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/41817-
dc.descriptionSAMPAIO, A.C.C Análise da implementação de um instrumento de estratificação de risco para hipertensão e diabetes na estratégia saúde da família de Sobral-CE. 2018. 81 f. Dissertação (Mestrado em Saúde da Família) - Campus de Sobral, Universidade Federal do Ceará, Sobral, 2018.pt_BR
dc.description.abstractPrimary Health Care (PHC) has been configured as a fundamental strategy for the context of chronic non-communicable diseases (CNCD) and, in this way, the municipality of Sobral implemented in 2015 the Sobralense Protocol for Screening, Diagnosis and Treatm ent of Hypertension Arterial (HAS) and Diabetes Mellitus (DM) with the objective of consolidating the monitoring and follow-up actions of SAH and DM. The objective of the research was to analyze the completion of the "Instrument for risk stratification of hypertension and diabetes mellitus" by professionals of the Family Health Strategy of the municipality of Sobral-CE. This is a descriptive, cross-sectional and documentary study, with a quantitative approach, carried out at the 35 Family Health Centers (FHC) at Sobral headquarters and districts. A total of 139 nurses and physicians were responsible for completing the Risk Stratification Instrument (RSI) of SAH and DM, and the sample consisted of 82 professionals. Data collection was done through a semi-structured questionnaire and for analysis we used descriptive statistics, where the categorical data were presented by absolute numbers and respective percentages. The ethical principles were respected by Resolution 466/12 of December 2012 of the National Health Council that dispose on the Guidelines and Norms Regulating of research involving human beings and the participation of the subjects was confirmed through the Term of Free and Informed Consent. We identified in the results that 66% of the sample was made up of female professionals, with ages ranging from 30 to 40 years, most of them nurses with more than 10 years of training and experience in Primary Care and postgraduate in health family. About 66% of the professionals were trained to answer the questionnaire, of which 55% found the instrument easy to understand, but partially feasible. Regarding the difficulties pointed out, 79% reported the lack of data in the medical record and 88% lack of tests necessary for the identification of risk factors and for the identification of lesion in target organ. We saw that 87% of the professionals did not calculate the Glomerular Filtration Rate, 61% of which were nurses. We observed that 54% reported that they had identified patients with renal risk and that 81% referred directly to the specialist. Regarding the identification of prevention and early identification actions for chronic renal disease (CRD), 76% used health education groups as a space for the exchange of knowledge. About perception of changes after RSI implantation, 61% of professionals said they did not notice any changes in their CSF and only 34% realized significant changes. We conclude that the professionals have a fundamental role in the individual and collective actions of control of HAS and DM, su ch as health education actions, early diagnosis and therapeutic management. We show many difficulties pointed out by the professionals in the RSI fulfillment, so we perceive the transformative potential that the RSI can have in reducing the complications and in reducing the impact that the HAS and DM cause for the indicators of the municipality.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.publisherBiblioteca da Universidade Federal do Cearápt_BR
dc.subjectEstratégia Saúde da Famíliapt_BR
dc.subjectHipertensãopt_BR
dc.subjectDiabetes Mellituspt_BR
dc.titleAnálise da implementação de um instrumento de estratificação de risco para hipertensão e diabetes na estratégia saúde da família de sobral-cept_BR
dc.typeDissertationpt_BR
dc.description.abstract-ptbrA Atenção Primária à Saúde (APS) vem se configurando como uma estratégia fundamental para o contexto das Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNT) e dessa forma, o município de Sobral implantou em 2015 o Protocolo Sobralense de Diretriz para Screening, Diagnóstico e Tratamento da Hipertensão Arterial (HAS) e Diabetes Mellitus (DM) com o objetivo de consolidar as ações de monitoramento e acompanhamento da HAS e DM. A pesquisa tem por objetivo geral, analisar o preenchimento do “Instrumento de estratificação de risco de hipertensão arterial e diabetes mellitus” pelos profissionais da Estratégia Saúde da Família do município de Sobral-CE. Trata-se de um estudo descritivo, transversal, com abordagem quantitativa, realizado nos 35 Centros de Saúde da Família (CSF) da sede e distritos de Sobral. Teve como população 139 enfermeiros e médicos responsáveis pelo preenchimento do Instrumento de Estratificação de Risco (IER) de HAS e DM e a amostra foi constituída por 82 profissionais. A coleta de dados foi realizada através de um questionário semiestruturado e para análise utilizamos a estatística descritiva, onde os dados categóricos foram apresentados por números absolutos e respectivas percentagens. Os princípios éticos foram respeitados pela Resolução 466/12 de dezembro de 2012 do Conselho Nacional de Saúde que dispõem sobre as Diretrizes e Normas Regulamentadoras de pesquisas envolvendo seres humanos e a participação dos sujeitos foi confirmada através do Termo de Consentimento Livre e Esclarecido. Identificamos nos resultados que 66% da amostra foi constituída por profissionais do sexo feminino, com faixa etária entre 30 a 40 anos, sendo a maioria enfermeiros com mais de 10 anos de formação e de experiência na Atenção Básica e com pós-graduação em saúde da família. Sobre o preenchimento do IER, 66% dos profissionais foram capacitados para respondê-lo, sendo que 55% acharam o Instrumento de fácil compreensão, mas parcialmente exequível. Em relação as dificuldades apontadas, 79% relataram a falta de dados no prontuário e 88% a falta de exames necessários para a identificação de fatores de risco e para a identificação de lesão em órgão alvo. Vimos que 87% dos profissionais não realizaram o cálculo da Taxa de filtração glomerular sendo 61% enfermeiros. Observamos que 54% relatou que havia identificado pacientes com riscos renais e que 81% encaminhou diretamente ao especialista. A respeito da identificação de ações de prevenção e identificação precoce para a DRC, 76% utilizaram grupos de educação em saúde como espaço de troca de saberes. Acerca da percepção sobre as mudanças após a implantação do IER, 61% dos profissionais disseram que não perceberam nenhuma mudança no seu CSF e apenas 34% perceberam mudanças significativas. Concluímos que os profissionais têm um papel fundamental nas ações individuais e coletivas de controle da HAS e DM, como ações de educação em Saúde, diagnóstico precoce e conduta terapêutica. Evidenciamos muitas dificuldades apontadas pelos profissionais no preenchimento do IER, portanto, percebemos o potencial transformador que o IER poderá ter na redução das complicações e na diminuição do impacto que a HAS e DM causam para os indicadores do município.pt_BR
dc.title.enAnalysis of the implementation of a risk stratification instrument for hypertension and diabetes in the health strategy of the sobral familypt_BR
Appears in Collections:PPGSF - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_dis_accsampaio.pdfSAMPAIO, A.C.C Análise da implementação de um instrumento de estratificação de risco para hipertensão e diabetes na estratégia saúde da família de Sobral-CE. 2018. 81 f. Dissertação (Mestrado em Saúde da Família) - Campus de Sobral, Universidade Federal do Ceará, Sobral, 2018.826,6 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.