Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/4175
Title in Portuguese: Fatores que modificam a função congnitiva e motora na doença de Parkinson : um estudo sobre a influência do jogo de dominó
Title: Factors that modify the cognitive function and the motor performance in the Parkinson disease : a study about the influence of the dominoe game
Author: Lima, Alisson Menezes Araujo
Advisor(s): Bruin, Veralice Meireles Sales de
Keywords: Doença de Parkinson
Depressão
Issue Date: 2007
Citation: LIMA, A. M. A. Fatores que modificam a função congnitiva e motora na doença de Parkinson : um estudo sobre a influência do jogo de dominó. 2007. 104 f. Dissertação (Mestrado Ciências Farmacêuticas) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Fortaleza, 2007.
Abstract in Portuguese: A doença de Parkinson (DP) é caracterizada por acinesia, rigidez e tremor de repouso. Flutuações clínicas são comumente observadas nessa afecção e não são bem compreendidas. Tais flutuações, provavelmente, guardam relação com o estado de neurotransmissão dopaminérgica e com influências de outros sistemas de neurotransmissores. Casos de jogo compulsivo foram descritos na DP e tem sido associados ao uso de agonistas dopaminérgicos. Sabe-se que a via dopaminérgica desempenha um papel fundamental no sistema de recompensa e tem sido implicada no reforço positivo após o jogo. A prática de jogos tem também sido associada à melhora da cognição em pessoas idosas. O objetivo deste trabalho foi estudar a influência aguda do jogo de dominó sobre a atividade motora e a memória na DP. Nós avaliamos as características sócio-demográficas da população, o estado da função motora através da Unified Parkinson’s Disease Rating Scale parte III, a presença de sintomas depressivos através do Inventário de Depressão de Beck (IDB), a memória de trabalho através do Teste de Stroop parte III e o desempenho motor através do teste de caminhada e de digitação rápida. O experimento consistiu na realização de um jogo de dominó, entre 8 e 9 horas da manhã. Os testes de memória e desempenho motor foram realizados antes e após o jogo. Após a realização ou não do jogo os pacientes foram classificados entre os grupos perdedor, vencedor e controle respectivamente. O estudo foi realizado no Ambulatório de Distúrbios do Movimento do HU da Faculdade de Medicina da UFC. Quarenta pacientes consecutivos, sendo 27 homens (67,5%) com idade entre 48 e 84 anos (63,2±8,5), com Hoehn &Yahr entre I e III foram avaliados. Na amostra estudada, 28 casos (70%) apresentavam sintomas depressivos (IDB>10). O grupo controle consistiu de 13 indivíduos que permaneceram sentados sem jogar. Quatorze pacientes foram vencedores e 13 foram perdedores. Não houve diferença estatisticamente significante entre os grupos quanto à idade, duração da doença, índice de massa corpórea, dose de levodopa, uso de álcool, fumo, histórico familiar de DP, presença de sintomas depressivos e hábitos de jogar jogos de azar. Uma paciente em uso de agonista dopaminérgico referiu compulsão por jogos de azar. Os pacientes vencedores apresentaram melhor desempenho no teste de memória de trabalho (p=0,002) e digitação rápida (p= 0,01). Os perdedores apresentaram uma tendência de melhora da caminhada após o experimento. Em conclusão, nosso estudo mostra que a prática de um jogo de dominó se associa a melhora da memória de trabalho e da atividade motora (avaliada pelo teste de digitação rápida) em indivíduos com DP. Tais achados podem ser explicados pela liberação de dopamina que ocorre após o jogo através do sistema de recompensa.
Abstract: Parkinson’s disease (PD) is a chronic illness characterized by the presence of akinesia, rigidity and resting tremor. Clinical fluctuation is a common finding and is probably related to the oscillation of dopaminergic neurotransmission and also to the influence of other neurotransmitters. Obsessive gambling has been described over the years and it has been associated in many cases with the use of dopaminergic agonists. The explanation for these findings might be that dopamine is involved in a reward system at the central nervous system. Games has also been associated with improvement of cognition in the elderly. The aim of this study was to evaluate the acute effect of playing dominoe on working memory, as evaluated by the Stroop test, and motor activity as evaluated by the 14-meter walk and the finger-tap test, on a population with PD. Besides socio-demographic data, patients were evaluated with the Unified Parkinson Disease Rating Scale Part III and with the Beck Depression Inventory (BDI). Experiment consisted on performing a game of dominoe, between 8 and 9 hours A.M. Patients were tested before and after experiment. Control group remained kept without specific activity for the same amount of time as the others. Patients were classified in winners, non-winners and control respectively, after experiment. The study was performed at the University Hospital of Federal University of Ceará. All cases were out patients from a movement disorders clinic. Forty consecutive patients, 27 male (67,5%), age from 48 to 84 years (63,2±8,5), Hoehn &Yahr between I e III were included. Twenty-eight cases (70%) presented depressive symptoms (BDI>10). Control group was made of 13 cases, 14 were winners and 13 were non-winners. Comparison among groups did not show any differences statistics regarding age, disease duration, age at presentation of symptoms, body mass index, alcohol use, smoking habit, family history, depressive symptoms, levodopa dose, and practice of games. One female patient on use of dopaminergic agonist referred compulsion for gambling. In this study, winners presented significantly better results on working memory as evaluated by the Stroop test (p=0,002) and of motor activity as evaluated by the finger-tap test (p= 0,01). Non-winners showed a trend of better performance in the 14-meter walk test. In conclusion, our study shows that in PD, performing a simple dominoe game is associated with improvement of working memory as evaluated by the Stroop Test and of motor activity as evaluated by the finger-tap test. These findings may be explained by a liberation of dopamine that occurs with gaming through the reward system.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/4175
Appears in Collections:DFAR - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2007_dis_amalima.pdf390,69 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.