Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/41427
Title in Portuguese: Ensino de Geografia e organização de conteúdos: abordagem dos aspectos físicos e humanos da região semiárida no ensino médio
Author: Farias, Carlos Senna Soares
Advisor(s): Barbosa, Maria Edivani Silva
Keywords: Semiárido
Ensino médio
Conteúdos geográficos
Issue Date: 2018
Citation: FARIAS, Carlos Senna Soares. Ensino de Geografia e organização de conteúdos: abordagem dos aspectos físicos e humanos da região semiárida no ensino médio. 2018. 62 f. Monografia (Licenciatura em Geografia)-Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2018.
Abstract in Portuguese: A imagem do semiárido brasileiro foi sendo construída junto com a história do país, sendo sempre passada uma imagem negativa de uma região estigmatizada pela pobreza, miséria, pessoas doentes e que passam por necessidades, com a falta de água. Atualmente, com o avanço da tecnologia e a diversidade das mídias sociais, é possível ter uma compreensão mais ampla da verdadeira realidade da região semiárida e das pessoas que nela vivem; compreende-se a existência de problemas, porém não se resume a isso, existem riquezas naturais e culturais e é preciso disseminar esta realidade. A escola, sendo um espaço de construção do conhecimento através de reflexões sobre a realidade, acaba tendo um papel importante nesse processo de desconstrução da imagem negativa do semiárido, possibilitando uma abordagem mais crítica e política dos seus aspectos. Esta pesquisa foi realizada junto as atividades do Estágio IV desenvolvidas numa escola de Ensino Médio na cidade de Fortaleza-CE e parte dos seguintes objetivos: compreender como são trabalhados os aspectos físicos e humanos da região semiárida no ensino de Geografia no Ensino Médio; entender como a região semiárida é abordada no livro didático e pelo professor de Geografia; identificar a compreensão que os alunos do Ensino Médio têm sobre a região semiárida; desenvolver práticas pedagógicas que permitam uma aproximação com o estudo da região semiárida e da sua importância. Para tanto, utilizo neste trabalho uma metodologia do tipo participativa com intervenção, com uma abordagem metodológica de cunho qualitativo, tendo propósitos descritivos e explicativos. Os resultados mostram que a realidade vivenciada no Ensino Médio é de continuidade da imagem negativa do Semiárido brasileiro, reforçada pela falta de espaço para discussão dessa região no Livro Didático diante dos conteúdos propostos pelo currículo e a falta de tempo para o professor desenvolver atividades que possibilitem uma discussão mais crítica do Semiárido. Então mostra-se a necessidade de se reorganizar a relação do tempo com os conteúdos propostos para o Ensino Médio na tentativa de dar subsídios para o professor de Geografia trabalhar o conteúdo do Semiárido de uma maneira ampla e crítica para a melhor formação dos alunos.
Abstract: The image of the Brazilian semi-arid was built along with the history of the country, always being a negative image of a region stigmatized by poverty, misery, sick and needy people, and lack of water. Today, with the advancement of technology and the diversity of social media, it is possible to have a broader understanding of the true reality of the semi-arid region and the people who live in it; we understand the existence of problems, but it is not limited to that, there are natural and cultural riches and it is necessary to disseminate this reality. The school, being a space for building knowledge through reflections on reality, ends up playing an important role in this process of deconstruction of the negative image of the semiarid, allowing a more critical and political approach to its aspects. This research was carried out together with the activities of Stage IV developed in a high school in the city of Fortaleza-CE and part of the following objectives: to understand how the physical and human aspects of the semi-arid region are worked in the teaching of Geography in High School; understand how the semi-arid region is approached in the textbook and by the Geography teacher; to identify the understanding that High School students have about the semi-arid region; develop pedagogical practices that allow an approximation with the study of the semi-arid region and its importance. For this, I use in this work a participative methodology with intervention, with a methodological approach of qualitative character, having descriptive and explanatory purposes. The results show that the reality experienced in High School is a continuation of the negative image of the Brazilian Semiarid, reinforced by the lack of space for discussion of this region in the Didactic Book in front of the contents proposed by the curriculum and the lack of time for the teacher to develop activities that make possible a more critical discussion of the Semi-Arid. Then it is necessary to reorganize the relation of time with the contents proposed for High School in an attempt to give subsidies to the Geography teacher to work the contents of the Semiarid in a broad and critical way for the better formation of the students.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/41427
metadata.dc.type: TCC
Appears in Collections:GEOGRAFIA-LICENCIATURA - Monografias

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_tcc_cssfarias.pdf829,47 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.