Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/41037
Title in Portuguese: Feminismo, consciência de si e estratégias de resistência ao estado novo em Portugal: a viagem de Maria Lamas ao encontro das trabalhadoras no livro “As mulheres do meu país” (1948-1950)
Author: Almeida, Luciana Andrade de
Keywords: Governabilidade
Regime autoritário em Portugal
Ditadura
Issue Date: 2011
Publisher: ANPUH
Citation: ALMEIDA, Luciana Andrade de. Feminismo, consciência de si e estratégias de resistência ao estado novo em Portugal: a viagem de Maria Lamas ao encontro das trabalhadoras no livro “As mulheres do meu país” (1948-1950). In: SIMPÓSIO NACIONAL DE HISTÓRIA, 26., 17-22 jul. 2011, São Paulo. Anais... São Paulo: Associação Nacional de História, 2011.
Abstract in Portuguese: A ascensão de Oliveira Salazar ao governo, no seguimento do golpe militar de 1926, conduz ao processo de instauração de um regime autoritário em Portugal, que persistiria até 1974 em uma longa experiência de ditadura. O Salazarismo não se assume autoritário de início, mas reflete o momento em que outras ditaduras se fizeram notar em toda a Europa. A Constituição aprovada em 1933 traça as diretrizes do regime, conhecido por Estado Novo, sustentado ideologicamente por um pensamento católico, nacionalista e antiliberal. “Deus, Pátria e Família” eram as palavras de ordem. Estas e outras ideias foram colocadas a serviço do combate de urgentes ameaças, como o comunismo, o republicanismo e o feminismo – que naquele período assumiu formas como o republicano, o maçônico, o anarquista, o católico. [...]
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/41037
metadata.dc.type: Artigo de Evento
ISBN: 978 85 98711 08 9
Appears in Collections:PPGH - Trabalhos apresentados em eventos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2011_eve_laalmeida.pdf373,64 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.