Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/40893
Title in Portuguese: Avaliação da viabilidade técnica do uso de água residuária como água de amassamento
Title: Evaluation of the feasibility of the use of wastewater as mixing water.
Author: Silva, Wyoskynaria Mihaly Maia da
Advisor(s): Cabral, Antônio Eduardo Bezerra
Keywords: Reúso
Água residuária
Água de amassamento
Concreto
Issue Date: 2018
Citation: Silva, Wyoskynaria Mihaly Maia da. Avaliação da viabilidade técnica do uso de água residuária como água de amassamento. 2018. Monografia (Graduação em Engenharia Civil) - Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2018.
Abstract in Portuguese: A escassez hídrica é um problema que afeta principalmente a região Nordeste do Brasil, devido a fatores como irregularidade no regime de chuvas, baixos índices pluviométricos e temperaturas elevadas durante todo o ano, tornando-se um fator limitante ao desenvolvimento da região. Neste cenário, o reúso da água se apresenta como uma alternativa para preservar esse recurso natural limitado, tornando-se uma necessidade e um importante instrumento de gestão de recursos hídricos, podendo ser empregado em vários setores, como o agrícola, o industrial e o urbano. Uma das áreas onde pode ser viabilizado é na da construção civil, incluindo as atividades de cura e produção do concreto. Considerando a alta produção e o elevado consumo de água da indústria concreteira, tem-se um cenário propício para investigar a viabilidade do uso de fontes alternativas de água no setor. Nesse sentido, o presente trabalho objetiva avaliar a viabilidade técnica da utilização de água residuária como água de amassamento. Para tanto, foi realizado um estudo à luz da NBR 15.900 – Água para amassamento do concreto com água destilada, considerada a referência da pesquisa, água potável e água residuária oriunda do tratamento secundário de esgoto. Foi realizada análise química da água potável e da água residuária, onde a potável apresentou total conformidade aos parâmetros da norma e a água residuária não atendeu aos parâmetros de detergentes, cor e odor. Os tempos de início e de fim de pega da água potável e da água residuária atenderam ao critério da norma, não apresentando diferença superior a 25% em relação aos valores obtidos para água destilada. A resistência à compressão das argamassas também atendeu ao limite estabelecido, sendo superior a 90% da resistência à compressão da água destilada. Além da verificação de conformidade á NBR 15.900, foram executados três concretos, a partir do mesmo traço, mudando a água de amassamento. No tocante à trabalhabilidade, o concreto com água residuária apresentou o menor valor no abatimento de tronco de cone, abaixo do desejado, já os concretos com água destilada e potável apresentaram a trabalhabilidade desejada. A resistência à compressão axial dos concretos feitos com água potável e com água residuária foi superior a 90% da resistência do concreto com água destilada, atendendo à exigência da norma. Portanto, conclui-se que a água potável é adequada para amassamento, enquanto a água residuária não deve ser utilizada para este fim, segundo a NBR 15.900, por não apresentar conformidade aos parâmetros de presença de detergentes, cor e odor.
Abstract: Water shortage is a problem that affects mainly the Northeastern region of Brazil due to factors such as irregularity on the rainfall regime, low rainfall index and high temperatures throughout all year, becoming a limiting factor for the region development. In this scenery, water reuse presents itself as a viable alternative to preserve this limited natural resource, a necessity and an important instrument of water resource management, as it can be implemented in many fields, such as agricultural, industrial and urban fields. One of the areas where the wastewater reuse is feasible is the civil construction, including for activities such as production and cure of concrete. Considering the high production and elevated water consumption of the concrete industry, there is a favourable scenario to investigate the viability of the use of alternative water sources in the field. On this mindset, the present research aims to evaluate the technical viability of the use of wastewater as mixing water. Therefore, it was performed an study based on the NBR 15.900 – Mixing water for concrete using distilled water, potable water and wastewater from a secondary treatment plant. Chemical analysis were performed for the potable water and the waste water, where the potable water showed total compliance to the established limits and the wastewater did not met the requirements for detergents, colour and odour. The setting time for potable water and wastewater met the requirements of the NBR 15.900, as the difference from the distilled water was less than 25%. Compression resistance for mortars also met the requirements, as it were superior to 90% of the resistance to the reference mortar, made with distilled water. In addition to the compliance verification of the NBR 15.900 parameters, three concretes were executed using the same proportions, substituting only the mixing water. For the workability, the concrete made with wastewater showed the lowest slump, below the desired value, but the concretes made with distilled and potable water showed adequate workability. The compression resistance of the concretes made with potable and wastewater were superior to 90% of the resistance of the concrete with distilled water, thereby meeting the norm requirements. Hence, it is concluded that the potable water is adequate as mixing water, while the wastewater should not be used for that intent, according to NBR 15.900, for it did not show compliance to the detergents, colour and odour parameters.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/40893
Appears in Collections:ENGENHARIA CIVIL - Monografias

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_tcc_wmmsilva.pdf1,62 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.